terça-feira, 31 de dezembro de 2013

Sedihc faz balanço positivo do ano de 2013


Secretária Luiza Oliveira entrega Unidade Interligada em São José de Ribamar


A Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Cidadania (Sedihc) encerra 2013 com saldo positivo na promoção, garantia e articulação das políticas públicas de Direitos Humanos e Assistência Social no Maranhão.

Para a secretária Luiza Oliveira, o ano de 2013 foi marcado por ações inéditas no que tange aos assuntos inerentes à pasta, entre elas a criação da Política Estadual de Promoção da Cidadania e Direitos Humanos de LGBT, e o programa "Maranhão sem Homofobia". "Atendemos comunidades tradicionais, orientando acerca dos direitos fundamentais, ampliando e fortalecendo as redes de atenção as populações vulneráveis," informou Luiza Oliveira.

Ela lembrou projetos de promoção dos Direitos Humanos, que foram executados em 2013, como o seminário para a construção do Plano Estadual de Erradicação do Trabalho Infantil e a implantação das unidades interligadas nas maternidades, para a emissão de certidões de nascimento. Além disso, o Governo do Maranhão, por meio da Sedihc, aderiu ao Plano Nacional Viver sem Limites, do Governo Federal e implantou a Central de Interpretação de Libras.

O secretário-adjunto de Direito Humanos, Thiago Fernandes lembrou que foram realizados mais de 80 mutirões de cidadania, com a entrega de documentação, e, em relação à FUNAC, a reformulação de medidas socioeducativas e de meio aberto. "Evoluímos muito nas questões de cidadania, fizemos licitações para o Canaã, Florecer, CJNJ e realizamos capacitações na área da FUNAC para as reformas das unidades. Hoje, o Maranhão começa a atualizar o sistema de medidas socioeducativas de acordo com a nova Lei Federal do SINASE." - lembrou Thiago Fernandes.
Secretária Luiza Oliveira apresenta o Plano Viver Sem Limite aos municípios



Outro importante passo foi à realização da etapa maranhense do Fórum Mundial de Direitos Humanos, realizado em novembro. "O Fórum foi muito bem referenciado, pois nos ajudou no fortalecimento das políticas públicas. Isso amplia o diálogo entre a assistência social e os direitos humanos, nos beneficiando no processo de execução das políticas," reconheceu a secretária. De acordo com Luiza Oliveira, em 2014 o trabalho continuará voltado para a ampliação da interiorização das políticas de direitos humanos.

Na área de assistência social os destaques ficaram por conta do lançamento do Programa de Ações Integradas e Referenciais de Enfrentamento à Violência Sexual Infanto-Juvenil (PAIR), como política pública estadual e a realização de mais de 80 monitoramentos, capacitando gestores municipais com o apoio aos equipamentos da assistência social, como os CRAS e CREAS.

"Já licitamos a reforma do Solar do Outono e da Casa de Passagem do Turu, para expandir as internações permanentes e atender aos aumentos das demandas. Também já iniciamos a implantação da Casa Estadual dos Conselhos de Direitos, com a Escola de Formação dos Conselheiros. Além da realização do CapacitaSUAS, com cursos para capacitação de gestores, técnicos e conselheiros da área de Assistência Social," informou Agenilma Gomes, secretária-adjunta de assistência social.

Procon

A Gerência de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon/MA) realizou mais de 34 mil atendimentos em 2013, 4 mil a mais que em 2012. Todo o órgão foi modernizado com novos computadores e sistemas, além da implantação do serviço de atendimento telefônico pelo número 151, oferecendo mais comodidade ao consumidor. Além disso, o Procon/MA aumentou a fiscalização, arrecadando mais de 20 milhões em multas.

Para 2014, o Procon/MA será um dos cinco do país, escolhido pelo Governo Federal, a elaborar e implantar o atendimento online. "Outro grande desafio do Procon para 2014 será a municipalização do órgão, com a abertura de mais 15 unidades pelo interior, " garantiu o gerente do Procon/MA, Kleber José Moreira.

Funac

A presidente da Fundação da Criança e do Adolescente do Maranhão (Funac-MA), Anailde Everton Serra, ressaltou que 2013 foi um ano de avanços para a instituição, como reforma e ampliação dos centros socioeducativos e aprovação de projetos.

Neste mês saiu à ordem de serviço para a reforma e ampliação do Centro da Juventude Canaã e Centro da Juventude Florescer, conforme preconiza a Lei nº 12.594/2012, do Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo (Sinase). O resultado da licitação do Centro da Juventude Nova Jerusalém saiu este mês, e aguarda os trâmites legais.

Em agosto foi aprovado o parecer 140, do Conselho Estadual de Educação, resultado da construção coletiva de todos os envolvidos com a educação formal nas unidades de atendimento socioeducativo privativo e restritivo de liberdade. "Tivemos reunião com o Conselho Estadual de Educação junto à Promotoria, ao Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente, pleiteando uma resolução que oficializasse a educação nas unidades. Estamos aguardando apenas a criação da resolução pelo Conselho Estadual de Educação", explicou Anailde Everton.

Como resultado imediato, está garantida, por meio do Parecer 140, a ampliação do quadro de professores de todas as unidades. Foi solicitado à Secretaria de Estado de Educação (Seduc), que os professores do Centro da Juventude Alto da Esperança e Centro da Juventude Canaã permaneçam.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Credibilidade é o nosso maior patrimônio

Nosso objetivo é fazer jornalismo com seriedade, produzindo conteúdo regional, sobre política, economia, sociedade e atualidade, na forma de opinião, editorial e criticas. Não usamos de artifícios como sensacionalismo, imagens apelativas, chocantes ou degradantes, tampouco textos, frases, ou palavras chulas para obter acessos.

Não somos o primeiro a divulgar a informação, mas somos quem apresenta o conteúdo checado, aprofundado e diferenciado. Aqui oferecemos aquele algo mais que ainda não foi dito, ou ainda não foi mostrado. Noticias qualquer um pode divulgam, mas com apuração e seriedade só aqui.

Comentários anônimos, ou que contenham, palavrões, pornografia, ataques pessoais, calúnias ou difamações não serão publicados.

Jornalista Abimael Costa

LG Contabilidade Pública

LG Contabilidade Pública

Clinica Santo André

Clinica Santo André