quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

Campanha de vacinação contra o sarampo deflagrada em São Luis





Secretários municipais de saúde e coordenadores de imunização da Região Metropolitana de São Luís foram chamados pela Secretaria de Estado de Saúde (SES) para uma reunião, nesta quarta-feira (19), na sede da Vigilância em Saúde, para tratar sobre a campanha emergencial de vacinação contra o sarampo. A imunização será feita em todas as crianças entre seis meses e cinco anos de idade, a partir desta segunda-feira (24) até o dia 14 de março. 

Este ano foram confirmados 61 casos da doença no Ceará e quatro em Pernambuco. "A imunização se faz necessária devido ao grande número de casos da doença registrados no Ceará e em Pernambuco, no início deste ano, considerando o grande fluxo de pessoas que transitam na Região Nordeste", justificou o secretário-adjunto de Vigilância em Saúde da SES, Alberto Carneiro. O Maranhão está completando 15 anos sem ocorrência da doença.

O sarampo é uma doença de elevada transmissibilidade que pode acometer crianças e adultos. A transmissão ocorre de uma pessoa para a outra, por meio de secreções nasofaríngeas expelidas ao tossir, ao espirrar, ao falar ou respirar. O vírus pode ser transmitido de quatro a seis dias antes, ou até quatro dias após o aparecimento dos sintomas, sendo o período de maior transmissibilidade, dois dias antes e, dois dias após o início da doença.

Ano passado foram registrados 200 casos da doença no país. Destes, 190 foram na Região Nordeste, em crianças menores de 12 meses, com a prevalência de 49% dos casos em Pernambuco e 51% no Ceará. "Para prevenir a ocorrência de novos casos da doença, o Ministério da Saúde decidiu que, antes do Carnaval, todas as crianças das capitais e regiões metropolitanas do Nordeste, entre seis meses e cinco anos, deverão ser imunizadas contra o sarampo", explicou a coordenadora estadual de Imunização da SES, Maria Helena Almeida.

As doses e insumos da vacina tríplice viral estarão chegando em São Luís até o final desta semana. Helena Almeida disse que a estimativa nos municípios de São Luís, São José de Ribamar, Paço do Lumiar, Alcântara e Raposa chega a 98.500 crianças de seis meses a cinco anos. "Esperamos contar com o apoio dos pais e responsáveis nesta campanha emergencial para que possamos imunizar 95% destas crianças", completou Helena Almeida.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Credibilidade é o nosso maior patrimônio

Nosso objetivo é fazer jornalismo com seriedade, produzindo conteúdo regional, sobre política, economia, sociedade e atualidade, na forma de opinião, editorial e criticas. Não usamos de artifícios como sensacionalismo, imagens apelativas, chocantes ou degradantes, tampouco textos, frases, ou palavras chulas para obter acessos.

Não somos o primeiro a divulgar a informação, mas somos quem apresenta o conteúdo checado, aprofundado e diferenciado. Aqui oferecemos aquele algo mais que ainda não foi dito, ou ainda não foi mostrado. Noticias qualquer um pode divulgam, mas com apuração e seriedade só aqui.

Comentários anônimos, ou que contenham, palavrões, pornografia, ataques pessoais, calúnias ou difamações não serão publicados.

Jornalista Abimael Costa

Clinica Santo André

Clinica Santo André