quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

Campanha de vacinação contra o sarampo deflagrada em São Luis





Secretários municipais de saúde e coordenadores de imunização da Região Metropolitana de São Luís foram chamados pela Secretaria de Estado de Saúde (SES) para uma reunião, nesta quarta-feira (19), na sede da Vigilância em Saúde, para tratar sobre a campanha emergencial de vacinação contra o sarampo. A imunização será feita em todas as crianças entre seis meses e cinco anos de idade, a partir desta segunda-feira (24) até o dia 14 de março. 

Este ano foram confirmados 61 casos da doença no Ceará e quatro em Pernambuco. "A imunização se faz necessária devido ao grande número de casos da doença registrados no Ceará e em Pernambuco, no início deste ano, considerando o grande fluxo de pessoas que transitam na Região Nordeste", justificou o secretário-adjunto de Vigilância em Saúde da SES, Alberto Carneiro. O Maranhão está completando 15 anos sem ocorrência da doença.

O sarampo é uma doença de elevada transmissibilidade que pode acometer crianças e adultos. A transmissão ocorre de uma pessoa para a outra, por meio de secreções nasofaríngeas expelidas ao tossir, ao espirrar, ao falar ou respirar. O vírus pode ser transmitido de quatro a seis dias antes, ou até quatro dias após o aparecimento dos sintomas, sendo o período de maior transmissibilidade, dois dias antes e, dois dias após o início da doença.

Ano passado foram registrados 200 casos da doença no país. Destes, 190 foram na Região Nordeste, em crianças menores de 12 meses, com a prevalência de 49% dos casos em Pernambuco e 51% no Ceará. "Para prevenir a ocorrência de novos casos da doença, o Ministério da Saúde decidiu que, antes do Carnaval, todas as crianças das capitais e regiões metropolitanas do Nordeste, entre seis meses e cinco anos, deverão ser imunizadas contra o sarampo", explicou a coordenadora estadual de Imunização da SES, Maria Helena Almeida.

As doses e insumos da vacina tríplice viral estarão chegando em São Luís até o final desta semana. Helena Almeida disse que a estimativa nos municípios de São Luís, São José de Ribamar, Paço do Lumiar, Alcântara e Raposa chega a 98.500 crianças de seis meses a cinco anos. "Esperamos contar com o apoio dos pais e responsáveis nesta campanha emergencial para que possamos imunizar 95% destas crianças", completou Helena Almeida.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Credibilidade é o nosso maior patrimônio

Nosso objetivo é fazer jornalismo com seriedade, produzindo conteúdo regional, sobre política, economia, sociedade e atualidade, na forma de opinião, editorial e criticas. Não usamos de artifícios como sensacionalismo, imagens apelativas, chocantes ou degradantes, tampouco textos, frases, ou palavras chulas para obter acessos.

Não somos o primeiro a divulgar a informação, mas somos quem apresenta o conteúdo checado, aprofundado e diferenciado. Aqui oferecemos aquele algo mais que ainda não foi dito, ou ainda não foi mostrado. Noticias qualquer um pode divulgam, mas com apuração e seriedade só aqui.

Comentários anônimos, ou que contenham, palavrões, pornografia, ataques pessoais, calúnias ou difamações não serão publicados.

Jornalista Abimael Costa

LG Contabilidade Pública

LG Contabilidade Pública

Clinica Santo André

Clinica Santo André