sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

Operação Tartaruga ou Operação Retrocesso? É hora de usar o bom senso







Em um ato politico e corporativista, policiais militares e bombeiros, decidiram em assembleia geral na noite da ultima quarta-feira (26), dar início a uma “operação tartaruga”, operação que poderia bem ser chamada de Operação Retrocesso, já que o movimento é um retrocesso no combate e na luta contra o crime e a violência e por outro lado representa uma vitoria da bandidagem e dos criminosos, que estarão livres para agir.

Ou seja, a população fica entregue a sua própria sorte, já que a corporação que teoricamente teria o dever de protege-la, decide dar as costa para o povo e embarca em um perigoso jogo politico e corporativo.

Nada justifica este tipo de atitude, agir desta forma é negar os direitos básicos do cidadão, é dar carta branca para a bandidagem, é abrir caminho para que os criminosos ajam sem serem incomodados, é pensar apenas no próprio umbigo e esquecer as necessidades de proteção e segurança do cidadão.

Em São Luis, assim como em outras metrópoles os índices de criminalidade vem aumentando de forma assustadora e só um combate forte, efetivo e sem tréguas por parte das forças de segurança integradas, ai incluído a Policia Militar, conseguirão debelar o avanço da violência.

O grave momento em que vivemos não permite brigas internas, divisões e busca de interesses particulares e pessoais em detrimento dos interesses da sociedade e da coletividade que precisa de proteção e segurança. A hora é de usar o bom senso e a arte da negociação, radicalizar é o pior caminho para todos os envolvidos. Que as partes envolvidas encontrem uma saída que não seja a de penalizar a população já tão sofrida e que paga por um debito que não contraiu. 

Outro fato que causa estranhamento e indignação é ver que setores da mídia ligados a oposição não questionam o movimento que resultou na Operação Tartaruga, ou Operação Retrocesso, e pior ainda, ao ler o que dizem estes periódicos, percebemos que  sutilmente, nas entrelinhas eles apoiam e vibram com a dita Operação Tartaruga.. Parecem não lembrar do compromisso social assumido com a sociedade como meios de comunicação que é o de fazer jornalismo voltado para os interesses dos menos favorecidos.

Ao se deixarem enrendar pelo jogo baixo da politicagem e apostar no "QUANTO PIOR MELHOR" e na politica da "TERRA ARRASADA" estes profissionais e os veículos de comunicação que representam estão fazendo tudo, menos jornalismo, e por isso perdem o respeito e a credibilidade da população. Não é a toa que alguns colegas e alguns veículos de comunicação são cada vez mais mal vistos por um parcela cada vez maior da população. 


SAIBA MAIS SOBRE A OPERAÇÃO TARTARUGA. 

Policiais militares e bombeiros atuarão, já a partir do período de Carnaval, em regime de “operação tartaruga.

Não haverá recusa em atender ocorrências, mas:

. As viaturas trafegarão no máximo a 20 km/h;

. Não haverá realização de abordagens (só às pessoas que, comprovadamente, possam estar envolvidas em algum delito);

. Não haverá apreensões de veículos;

. Sirene ou giroflex não serão usados;

. Serão feitas conduções somente em estado de flagrante delito;

. PMs e bombeiros se apresentarão à paisana, caso estejam há mais de 2 anos sem receber fardamento;

. PMs e bombeiros não pilotarão viaturas, caso não possuam curso de habilitação específico para dirigir viaturas de emergência, conforme exige o Código de Trânsito Brasileiro (CTB);

. PMs motociclistas não pilotarão sem os EPI (equipamentos de proteção individual), que são o capacete, as joelheiras e as cotoveleiras. (OV)



Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Credibilidade é o nosso maior patrimônio

Nosso objetivo é fazer jornalismo com seriedade, produzindo conteúdo regional, sobre política, economia, sociedade e atualidade, na forma de opinião, editorial e criticas. Não usamos de artifícios como sensacionalismo, imagens apelativas, chocantes ou degradantes, tampouco textos, frases, ou palavras chulas para obter acessos.

Não somos o primeiro a divulgar a informação, mas somos quem apresenta o conteúdo checado, aprofundado e diferenciado. Aqui oferecemos aquele algo mais que ainda não foi dito, ou ainda não foi mostrado. Noticias qualquer um pode divulgam, mas com apuração e seriedade só aqui.

Comentários anônimos, ou que contenham, palavrões, pornografia, ataques pessoais, calúnias ou difamações não serão publicados.

Jornalista Abimael Costa

Clinica Santo André

Clinica Santo André