domingo, 23 de fevereiro de 2014

Tragédia anunciada - Adolescentes de 15 e 16 morrem em colisão entre motocicletas.




Neste sábado (22), por volta das 21h, dois adolescentes de 15 e 16 anos, conduziam cada um uma motocicleta, eles não usavam capacete, não tinham CNH - Carteira Nacional de Habilitação. eles transitavam em sentido oposto, - ou seja um ia e o outro vinha - e bateram de frente, a colisão entre as duas motos foi tão violenta que os dois condutores foram socorridos em estado gravíssimo e encaminhados para o Pronto Socorro Mais próximo, o que demonstra que os dois desenvolviam velocidade acima do permitido para o local.

O acidente aconteceu na Avenida José Ribamar Castro, próximo a vila Maçulão  em Mata Roma, município com população de cerca de 16 mil habitantes distante 283 quilômetros de São Luis.

Daniel Saraiva Garreto, de 16 anos, que morava em Anapurus, foi conduzido para o hospital de Mata Roma e depois para o Hapa, em Chapadinha, não resistiu e morreu minutos depois de dar entrada no Pronto Socorro. já José Teixeira de C. Filho, de 15 anos, que morava em Mata Roma, mais conhecido como "Caçula", devido a gravidade dos ferimentos, foi encaminhado para São Luis, onde faleceu na madrugada de domingo.

O número de mortes em acidentes de trânsito com motos no Brasil aumentou 263,5% em 10 anos, segundo dados do Sistema de Informações de Mortalidade (SIM), criado pelo Ministério da Saúde. 

A média nacional chegou a 6,6 mortos por 10 mil motos no país. O Nordeste tem a situação mais alarmante, com os cincos estados mais violentos para os motociclistas no país. Em primeiro lugar, aparece Sergipe, com 17,2 mortes por 10 mil motos em 2010, seguida por Piauí (16), Maranhão (10,3), Pernambuco (10) e Rio Grande do Norte (9,4).

Pesquisas mostram que a maioria das vitimas são de classe baixa economicamente e tem entre 18 e 30 anos de idade. e cerca de 50% usa a moto como meio de transporte.

O número de vítimas fatais em acidentes com motos é bem maior que o de mortos por acidentes de trânsito em geral, que envolve carros, caminhões, ônibus, pedestres.

A perversa combinação álcool e direção ainda é uma das principais causas que contribuem para aumentar esta estatística macabra, porém ela por si só não é suficientes para explicar tamanha tragedia. 

Outros fatores que também contribuem são:

- Os baixos preços das motocicletas

- Facilidades de financiamento 

- Aumento do numero de carros, com o congestionamento de ruas e avenidas o que leva as pessoas a procurar um meio de transporte mais econômico, e mais rápido 

- Falta de habilitação dos condutores

Porém o motivo principal de todas estas mortes violentas, é a falta de fiscalização por parte das autoridades, parece existir uma certa complacência, um descaso, aqueles que deveriam fiscalizar com rigor, fecham os olhos para o problema, assim os condutores sentem se a vontade para pilotar motos sem capacete, sem CNH - Carteira Nacional de Habilitação, ingerir bebida alcoólica e dirigir em ruas e avenidas, rodovias MAs e BRs, colocando em risco a sua vida e de pedestres, garupas e de outros condutores.

É necessário que medidas urgentes sejam tomadas para reduzir esta matança programada e anunciada. Programas de educação e conscientização para uma direção responsável e defensiva, nas escolas, igrejas, associações de moradores. Fiscalização intensiva por parte das autoridades, com tolerância zero para irregularidades que podem custar vidas, pesadas multas, apreensão de veículos e dos condutores em casos de infrações mais graves.


Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Credibilidade é o nosso maior patrimônio

Nosso objetivo é fazer jornalismo com seriedade, produzindo conteúdo regional, sobre política, economia, sociedade e atualidade, na forma de opinião, editorial e criticas. Não usamos de artifícios como sensacionalismo, imagens apelativas, chocantes ou degradantes, tampouco textos, frases, ou palavras chulas para obter acessos.

Não somos o primeiro a divulgar a informação, mas somos quem apresenta o conteúdo checado, aprofundado e diferenciado. Aqui oferecemos aquele algo mais que ainda não foi dito, ou ainda não foi mostrado. Noticias qualquer um pode divulgam, mas com apuração e seriedade só aqui.

Comentários anônimos, ou que contenham, palavrões, pornografia, ataques pessoais, calúnias ou difamações não serão publicados.

Jornalista Abimael Costa

Clinica Santo André

Clinica Santo André