segunda-feira, 21 de abril de 2014

Garoto de 14 anos é amarrado a um poste e espancado até a morte em São Luis


Terceira morte de criança e adolescente vitima de violência em menos de uma semana 










Na terça-feira (15), uma criança de nove anos foi executada com três tiros de pistola em São Luis. RELEMBRE O CASO:

Na sexta-feira santa (18), o garoto de seis anos foi morto a tiros por bandidos
RELEMBRE O CASO:

Mais um adolescente morto por populares em mais um caso de linchamento, desta vez a vitima de 14 anos de idade, foi amarrada a um poste e agredida até a morte.

Segundo informações o adolescente identificado como Anderson Matos Silva é suspeito de junto com outros jovens abordar um mototaxista e tentar tomar sua moto de assalto, a tentativa de assalto aconteceu na noite deste domingo (20), no bairro Santa Efigênia, próximo à Cidade Operária.

Vários mototaxistas perceberam a ação dos jovens e saíram em socorro a vitima, eles iniciaram uma caçada aos jovens e conseguiram deter  Anderson Matos, ele foi amarrado a um poste e agredido até morrer, os outros suspeitos conseguiram se evadir.

O adolescente  Anderson Matos Silva de 14 anos de idade, era morador do bairro Jardim Tropical. 

Nenhum agressor foi identificado ou preso por participação no crime que vitimou mais um adolescente preto, pobre e favelado. Anderson é apenas mais um, ele vai virar numero, é apenas mais um traço na estatística, e como dizem os puritanos idiotas que se consideram os donos da verdade, "é um bandido a menos, afinal, bandido bom e bandido morto."

Anderson Matos podia ser meu filho, seu filho, e doí saber que olhamos para ele com olhar de indiferença, pouco caso, asco, nojo, alivio, com se não fossemos nós os culpados por sua execução, ou com se não fossemos nós os carrascos e executores deste crimes hediondos, a inercia e a passividade de muitos geram estas barbáries.

O extermínio de crianças, jovens e adolescentes negros, pobres e favelados vem tomando proporções alarmantes, parcela da sociedade aplaude este genocídio,  e grande parte da imprensa faz apologia a tais atos de execução, considerando legitimas as execuções e linchamentos, com se estes assassinatos cruéis e covardes fossem uma especie de  faxina, de limpeza que varre do mapa e nos livra de perigosos bandidos e marginais, quando na verdade os mortos são apenas pobres crianças vitimas de uma exclusão maldita, de um apartheid que lhes negou direitos básicos de sobreviverem com o minimo para que tivessem uma vida digna e honrada. 

  



Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Credibilidade é o nosso maior patrimônio

Nosso objetivo é fazer jornalismo com seriedade, produzindo conteúdo regional, sobre política, economia, sociedade e atualidade, na forma de opinião, editorial e criticas. Não usamos de artifícios como sensacionalismo, imagens apelativas, chocantes ou degradantes, tampouco textos, frases, ou palavras chulas para obter acessos.

Não somos o primeiro a divulgar a informação, mas somos quem apresenta o conteúdo checado, aprofundado e diferenciado. Aqui oferecemos aquele algo mais que ainda não foi dito, ou ainda não foi mostrado. Noticias qualquer um pode divulgam, mas com apuração e seriedade só aqui.

Comentários anônimos, ou que contenham, palavrões, pornografia, ataques pessoais, calúnias ou difamações não serão publicados.

Jornalista Abimael Costa

LG Contabilidade Pública

LG Contabilidade Pública

Clinica Santo André

Clinica Santo André