segunda-feira, 14 de abril de 2014

Na Feme paciente é orientada a comprar luvas para receber aplicação de medicamento






Uma senhora de 44 anos, procurou este blogue para externar toda sua revolta com o tratamento recebido em um órgão público. 

Ao procurar a Farmácia Estadual de Medicamentos Especializados (Feme), na manhã desta segunda-feira (14), - como faz todos os meses -, para receber a aplicação de Zoladex 3,6 mg (Produto Refrigerado) injetável, a paciente foi informada que o medicamento estava disponível mas não seria possível realizar a aplicação devido a falta de luvas.

A atendente orientou a mulher a voltar para casa, comprar um par de luvas e retornar no dia seguinte com as luvas, só assim seria possível atende-la. Depois de muito argumentar sem obter nenhum sucesso a mulher foi obrigada a voltar para casa sem receber a medicação, ela deve voltar na terça-feira com as luvas se quiser receber a aa aplicação do medicamento. 

Tenho certeza que o secretario de Estado da Saúde Ricardo Murad não tem conhecimento de que fatos com este acontecem na Feme, acredito que medidas serão tomadas para corrigir o problema.

O paradoxo é que, referência no atendimento de milhares de pessoas portadoras de doenças graves e que necessitam de medicamentos caros, a Farmácia Estadual de Medicamentos Especializados (Feme), na Praia Grande, realiza uma media de 12 mil a 15 mil atendimentos mensais, com uma relação de 236 tipos de medicamentos disponíveis para distribuição gratuita à população maranhense.

Alguns destes medicamentos chegam a custar cerca de R$ 1.500,00, valor que seria inviável para maioria dos usuários. A Feme atende pacientes portadores de doenças raras, crônicas ou que necessitam de tratamento especial, com uma media de 12 mil a 15 mil atendimentos mensais.






Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Credibilidade é o nosso maior patrimônio

Nosso objetivo é fazer jornalismo com seriedade, produzindo conteúdo regional, sobre política, economia, sociedade e atualidade, na forma de opinião, editorial e criticas. Não usamos de artifícios como sensacionalismo, imagens apelativas, chocantes ou degradantes, tampouco textos, frases, ou palavras chulas para obter acessos.

Não somos o primeiro a divulgar a informação, mas somos quem apresenta o conteúdo checado, aprofundado e diferenciado. Aqui oferecemos aquele algo mais que ainda não foi dito, ou ainda não foi mostrado. Noticias qualquer um pode divulgam, mas com apuração e seriedade só aqui.

Comentários anônimos, ou que contenham, palavrões, pornografia, ataques pessoais, calúnias ou difamações não serão publicados.

Jornalista Abimael Costa

LG Contabilidade Pública

LG Contabilidade Pública

Clinica Santo André

Clinica Santo André