sábado, 21 de junho de 2014

Junior Lourenço anuncia instalação de um CAPS-AD em Miranda do Norte





O numero de dependentes químicos, principalmente do crack vem aumentando de forma descontrolada e assustadora em todo o Maranhão, - Aumenta número de dependentes do crack no Maranhãoo consumo de drogas como álcool e crack se transformou em grave pandemia que atinge também as pequenas cidades e zonas rurais.


Familiares de dependentes enfrentam dificuldades sempre que buscam tratamento para as vitimas, esta realidade sempre preocupou o prefeito de Miranda do Norte, Junior Lourenço (PTB).

Após ser recebido em audiência no Palácio dos Leões pelo Secretário de Estado Extraordinário de Programa Especiais, Clodomir Paz, e a deputada estadual Graça Paz (PSL). O prefeito Junior Lourenço (PDT), anunciou a implantação de um CAPS-AD Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas em Miranda do Norte, esta conquista é fruto dos esforços do gestor  que celebra mais um convenio entre o Governo federal através do Ministério da Saúde e a prefeitura de Miranda do Norte. CONFIRA VÍDEO 

Parabéns prefeito por mais esta conquista para o nosso município. Hoje, como todos sabemos,temos implantado na cidade o CAPS I, onde atende pessoas com transtornos mentais severos e persistentes, porém não fechamos as portas para o usuário de álcool e outras drogas. O CAPS I deste município vem realizando tratamento e acompanhamento para este público, reabilitando-os. Agora será melhor, pois o CAPS AD terá internação no próprio município,possuindo o vinculo familiar,ou seja. os familiares dos doentes não irão mais deslocar-se para outras cidades, enfatizou a enfermeira Dalce Carneiro que atua no CAPS I do município.

CREAS - Centro de Referencia Especializado de Assistência Social 
Rua do Sol - Centro - Miranda do Norte 
(98) 3464-1655

CAPS - Centro de Atenção Psicossocial de Miranda do Norte
Rua do Comercio - centro Miranda do Norte 

O que é  e para que serve um Centro de Atenção Psicossocial – CAPS  Álcool e Drogas 

O Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas é um serviço específico para o cuidado, atenção integral e continuada às pessoas com necessidades em decorrência do uso de álcool, crack e outras drogas.

Seu público específico são os adultos, mas também podem atender crianças e adolescentes, desde que observadas as orientações do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

O CAPS AD  oferece atendimento à população, realiza o acompanhamento clínico e a reinserção social dos usuários pelo acesso ao trabalho, lazer, exercício dos direitos civis e fortalecimento dos laços familiares e comunitários. Os CAPS também atende aos usuários em seus momentos de crise, podendo oferecer acolhimento noturno por um período curto de dias.

O CAPS apoia usuários e famílias na busca de independência e responsabilidade para com seu tratamento.

Os projetos desses serviços, muitas vezes, ultrapassam a própria estrutura física, em busca da rede de suporte social, que possam garantir o sucesso de suas ações, preocupando-se com a pessoa, sua história, sua cultura e sua vida cotidiana.

Dispõe de equipe multiprofissional composta por médico psiquiatra, clínico geral, psicólogos, dentre outros.

LIGUE 132


O Ligue 132 é um serviço de atendimento telefônico gratuito, exclusivo e especializado em fornecer informações sobre qualquer tipo de droga e seus efeitos no organismo, além de orientar na busca de locais para tratamento. Por meio do número 132, qualquer cidadão com dúvidas será atendido 24 horas, durante todos os dias da semana, inclusive feriados.

O serviço pode ajudar informando quais são as características de pessoas que estão em fase de uso ou de dependência de drogas; pode auxiliar no oferecimento de opções de estratégias de prevenção do uso de qualquer substância; além de indicar fontes e locais de atendimento, tratamento e outros locais onde a família, o usuário ou o dependente podem buscar ajuda.

O Ligue 132 atua de modo ativo e reativo, sempre mantendo o sigilo das informações e a identidade dos usuários do serviço. Pessoas identificadas como ‘casos graves’ podem optar por receber o acompanhamento da sua situação, por meio de ligações periódicas. Elas também podem optar por retornar a ligação ao serviço, para relatarem sua evolução, suas dificuldades, seus sucessos e possíveis recaídas. 

Os consultores do serviço são profissionais de saúde, educação e assistência social. A diversidade das áreas de atuação é importante pelo fato do tema drogas envolver diferentes aspectos da vida dos dependentes e dos seus familiares. Profissionais com nível de mestrado e doutorado em temas relacionados às drogas são responsáveis por supervisionar e monitorar as ligações, e podem auxiliar em qualquer dúvida mais específica que possa surgir.

Cidadãos interessados em denunciar a atuação do tráfico de drogas ou outros crimes devem ligar para a Polícia Militar (190) ou para o Disque Denúncia (181).


MAIS DE 10 MIL JÁ LIGARAM PARA O SERVIÇO DE APOIO À PREVENÇÃO DE DROGAS EM 2014


Maior volume registrado foi de usuários de drogas (32% dos atendimentos) e familiares que buscaram informações sobre como ajudar seu parente

Até o início de maio, o serviço Ligue 132, que oferece orientações e informações sobre os riscos do uso de drogas, atendeu mais de 10 mil pessoas. Apenas em abril foram 2.538 atendimentos de ligações oriundas de todo o Brasil.

Inaugurado em 2005, Ligue 132 é um serviço nacional do programa “Crack, é possível vencer”, do governo federal, que tem como objetivo prevenir o uso de drogas no país.

A maior parte registrada foi de usuários de drogas (32% dos atendimentos) e familiares que buscaram informações sobre como ajudar o seu parente (23%, sendo 17% apenas mães).

De acordo com a coordenadora do Ligue 132, Maristela Ferigolo, por utilizar uma metodologia própria, cada atendimento é personalizado e único. “A pessoa recebe atendimento especifico para seu caso conforme o estágio motivacional que se encontra. São utilizadas estratégias que possibilitarão o individuo a pensar e refletir sobre seu comportamento-problema”, ressalta.

A cocaína é a droga mais questionada no ano, totalizando 29% das ligações, ficando na frente de substâncias como álcool (26%), tabaco (23%) e maconha (18%).

São Paulo é o estado com o maior número de ligações, com 23% dos atendimentos realizados em 2014. Em segundo ficou Rio Grande do Sul com 8,3%, seguido do Rio de Janeiro, com 5,5%.

O serviço 132 funciona 24 horas por dia, de forma sigilosa e gratuita. O programa é uma parceria com a Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (Senad/MJ), Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre e AMTEPA. Todos os atendimentos são feitos por profissionais capacitados na área da saúde e voltados para motivar o usuário abandar o uso de drogas.

(51) 8118-9704 

Ministério da Justiça





Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Credibilidade é o nosso maior patrimônio

Nosso objetivo é fazer jornalismo com seriedade, produzindo conteúdo regional, sobre política, economia, sociedade e atualidade, na forma de opinião, editorial e criticas. Não usamos de artifícios como sensacionalismo, imagens apelativas, chocantes ou degradantes, tampouco textos, frases, ou palavras chulas para obter acessos.

Não somos o primeiro a divulgar a informação, mas somos quem apresenta o conteúdo checado, aprofundado e diferenciado. Aqui oferecemos aquele algo mais que ainda não foi dito, ou ainda não foi mostrado. Noticias qualquer um pode divulgam, mas com apuração e seriedade só aqui.

Comentários anônimos, ou que contenham, palavrões, pornografia, ataques pessoais, calúnias ou difamações não serão publicados.

Jornalista Abimael Costa

LG Contabilidade Pública

LG Contabilidade Pública

Clinica Santo André

Clinica Santo André