domingo, 8 de junho de 2014

Lobão Filho adverte que vai jogar duro contra factoides












Em resposta aos inúmeros factoides contendo ataques, calunias e difamações contra o senador Lobão Filho (PMDB), publicados e divulgados a todo instante por jornalistas e blogueiros a serviço da oposição, o senador bateu as portas da justiça em busca de reparação, e mandou um duro recado aos que insistem na pratica do mau jornalismo e continuam fazendo o jogo baixo e sujo dos factoides.

O senador vai responder a todos os ataques no melhor estilo do "BATEU LEVOU", ou seja nada ficara sem resposta, além disso, sempre que necessário acionará a justiça para coibir e reparar os excessos. A coluna Estado Maior do jornal O Estado deste domingo (08), traz interessante texto com a fala do senador sobre o assunto, vale a pena ler:
*Jogo duro, mas limpo

O senador Lobão Filho (PMDB) tem feito uma afirmação muito clara e incisiva. Não atacará seus adversários com inverdades nem deixará sem resposta ataques e agressões. Ele tem sido alvo de factoides e informações sem sentido e está convencido de que a única maneira correta e civilizada de rebatê-las é repondo a verdade e, em caso de excesso, buscar reparação judicial. 

O pré-candidato do PMDB ao Governo do Estado tem manifestado a consciência de que um político não pode ter falhas, manchas ou dúvidas na sua trajetória. Afinal, a política torna o seu militante figura pública, sujeito a questionamentos, críticas e até provocações destinadas a desestabilizá-lo emocionalmente. E o político que não estiver preparado para isso não tem futuro.

Nas conversas abertas ou reservadas, o peemedebista deixa bem claro que entrou para a corrida eleitoral como candidato a governador porque sabe do potencial e da integridade que tem marcado sua trajetória como empresário e, mais recentemente, como político. “Tudo que realizei como empresário foi trabalhando, trabalhando duro”, diz.

Lobão Filho prega a necessidade de uma campanha elevada, na qual se discuta ideias, propostas e propósitos. Mas acha também que os candidatos a governador devem ser avaliados como pessoas cidadãs, para serem avaliados moral e eticamente. Acha que desvios de conduta como pessoa, como cidadão, como político e como chefe de família têm de ser trazidos à tona.

 - Não acredito que um mau cidadão, um mau empresário, um mau político e um mau chefe de família possa ser um bom governador - diz, acrescentando que só não aceita inverdades. Pelo visto, o senador está determinado a jogar duro, mas limpo.


*Texto transcrito da coluna Estado Maior do jornal O Estado deste domingo (08/06/14)

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Credibilidade é o nosso maior patrimônio

Nosso objetivo é fazer jornalismo com seriedade, produzindo conteúdo regional, sobre política, economia, sociedade e atualidade, na forma de opinião, editorial e criticas. Não usamos de artifícios como sensacionalismo, imagens apelativas, chocantes ou degradantes, tampouco textos, frases, ou palavras chulas para obter acessos.

Não somos o primeiro a divulgar a informação, mas somos quem apresenta o conteúdo checado, aprofundado e diferenciado. Aqui oferecemos aquele algo mais que ainda não foi dito, ou ainda não foi mostrado. Noticias qualquer um pode divulgam, mas com apuração e seriedade só aqui.

Comentários anônimos, ou que contenham, palavrões, pornografia, ataques pessoais, calúnias ou difamações não serão publicados.

Jornalista Abimael Costa

LG Contabilidade Pública

LG Contabilidade Pública

Clinica Santo André

Clinica Santo André