segunda-feira, 30 de junho de 2014

Maranhão receberá Lancha Oceânica para atendimento na área de Assistência Social


 Secretária Luiza Oliveira e demais autoridades conhecem protótipo da Lancha Social Oceânia






A secretária de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Cidadania, Luiza Oliveira participou do lançamento da Lancha Social Oceânica, modelo de serviço que atende comunidades instaladas em calhas de rios, regiões ribeirinhas e pantaneiras, áreas cujo acesso se dá por meio da malha hidroviária. A cerimônia de lançamento do protótipo da Lancha Oceânica foi realizada em Belém/PA e contou com a participação de representantes do Ministério de Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), Marinha do Brasil e secretários de estado.
Secretária Luiza Oliveira é recebida pela Marinha do Brasil em Belém

Durante o evento a secretária Luiza Oliveira lembrou que, no início do ano, os municípios maranhenses de Coroatá, Turiaçu, Alto Alegre do Pindaré, Santa Helena, Cantanhede, São Luís Gonzaga do Maranhão, Itaipava do Grajaú, Centro Novo do Maranhão, Conceição do Lago-Açu, Araguanã e Matões do Norte receberam lanchas sociais. “Nosso estado já conta com lanchas que prestam serviço de assistência social às comunidades ribeirinhas. As lanchas foram construídas pela Marinha do Brasil e são destinadas para navegação Tipo 1, ou seja, lagos, baías, rios e canais”, ressaltou a secretária.

Ainda este ano os municípios de Icatu e Carutapera serão contemplados com a Lancha Social Oceânica. “Identificamos municípios elegíveis para receber a lancha, mas que possuem águas de navegação Tipo 2, que consistem em águas parcialmente abrigadas, onde eventualmente são observadas ondas com alturas significativas e agentes ambientais como vento, correnteza ou maré. Então, solicitamos à Marinha do Brasil que desenvolvesse uma lancha que atendesse às essas características”, afirmou a diretora do Departamento de Proteção Social do MDS, Léa Braga.

Secretária Luiza Oliveira se reúne com o secretário de Justiça e Direitos Humanos do Pará, José Brasil Junior

Luiza Oliveira falou sobre a importância de levar os profissionais de forma segura até as famílias em situação de vulnerabilidade e garantir o atendimento de uma equipe multidisciplinar. “Assim como nos outros 11 municípios maranhenses, com esse novo modelo de lancha vamos assegurar a oferta prioritária dos serviços e ações da Proteção Social Básica e ações socioassistenciais no âmbito do Sistema Único de Assistência Social (SUAS) para essas famílias em situação de vulnerabilidade e risco social de Icatu e Carutapera”, completou Luiza Oliveira.

A secretária-adjunta de Assistência Social da Sedihc, Agenilma Gomes também participou do evento que foi marcado, ainda, por uma visita técnica ao Centro POP de Belém e por uma reunião com o secretário de Estado de Justiça e Direitos Humanos do Pará, José Brasil Júnior para tratar do convênio do Programa de Proteção a Vítimas e Testemunhas Ameaçadas (Provita).

“Aproveitamos a oportunidade para trocarmos experiências tanto na área da Assistência Social quanto na área de Direitos Humanos, conversamos com o secretário do Pará e pontuamos as ações desenvolvidas pelos dois estados para avançarmos na garantia de direitos da população”, finalizou a secretária Luiza Oliveira.


Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Credibilidade é o nosso maior patrimônio

Nosso objetivo é fazer jornalismo com seriedade, produzindo conteúdo regional, sobre política, economia, sociedade e atualidade, na forma de opinião, editorial e criticas. Não usamos de artifícios como sensacionalismo, imagens apelativas, chocantes ou degradantes, tampouco textos, frases, ou palavras chulas para obter acessos.

Não somos o primeiro a divulgar a informação, mas somos quem apresenta o conteúdo checado, aprofundado e diferenciado. Aqui oferecemos aquele algo mais que ainda não foi dito, ou ainda não foi mostrado. Noticias qualquer um pode divulgam, mas com apuração e seriedade só aqui.

Comentários anônimos, ou que contenham, palavrões, pornografia, ataques pessoais, calúnias ou difamações não serão publicados.

Jornalista Abimael Costa

LG Contabilidade Pública

LG Contabilidade Pública

Clinica Santo André

Clinica Santo André