quinta-feira, 26 de junho de 2014

Secretário de Saúde de Santa Inês divulga Carta aberta à população santainesense


 Secretário de Saúde de Santa Inês, Thiago Zacariotto Lima Alves

Mais um capitulo da novela envolvendo acusações insinuações e muito disse me disse entre  oposição e prefeitura de Santa Inês, os duros ataques estão centrados contra a Secretaria municipal de Saúde e seu titular, o medico  Thiago Zacariotto Lima Alves, que é filho do atual prefeito Ribamar Alves (PSB).

Por trás de toda este bate boca, está a disputa eleitoral de 2014, existe um embate no sentido de medir forças e demarcar território, nomes que disputarão vagas na Assembleia Legislativa e Câmara Federal estão no centro das discussões, enquanto um lado acusa o outro defende, infelizmente a imprensa não é neutra, e toma posição, alguns a favor do secretário e outros contra, no meio do fogo cruzado fica a população.

Vale ressaltar que é muito fácil e comodo criticar, atirar pedras e atacar, difícil mesmo e administrar, fazer pose para o povo, se passar por especialista é moleza, quero ver é sentar na cadeira e fazer bem feito, fica dica para aqueles que de forma feroz e insana criticam a atual administração.  

Este blog já se manifestou em duas oportunidades sobre o tema, e cumprindo a missão de forma e informar, publica na integra a nota divulgada pelo Secretario de Saúde do município. 
ENTENDA O CASO AQUI:


Nesta quinta-feira (26), Thiago Alves se manifestou através de nota distribuída a imprensa. 

Com o titulo: Carta aberta à população santainesense, o secretário responde aos questionamentos e criticas que vem recebendo, que segundo ele são calúnias e inverdades.

O Secretário de Saúde de Santa Inês, Thiago Zacariotto Lima Alves, se manifestou em carta aberta, destacando os esforços da atual administração do município para melhorar a saúde pública, os avanços conquistados e os principais obstáculos que ainda imperam.

O que motivou a atitude do Secretário foi o que ele considera de “calúnias e inverdades”, abordadas recentemente em alguns meios de comunicação sobre a situação da saúde em Santa Inês.

As duras críticas foram intensificadas após o Vereador Batista de Biné ter sido acometido por um problema de saúde ainda não diagnosticado, tendo recebido os primeiros atendimentos no Hospital Tomaz Martins antes de ser transferido para a capital.

Veja a carta na íntegra:

Carta aberta à população santainesense

A respeito das calúnias e inverdades que vem sido alvo a saúde de Santa Inês gostaríamos de aclarar os seguintes pontos:

1. A secretaria de saúde municipal de Santa Inês tem total confiança no seu quadro de funcionários, que vem ao longo desse 1 ano e meio demonstrando sua capacidade técnica e humano no atendimento a nossa população, mas ciente de que todos os seres-humanos são passíveis de erros, toda e qualquer denúncia que venha ocorrer contra qualquer funcionário da secretaria municipal de saúde de Santa Inês é transformada em processo administrativo levando a punição em caso de culpabilidade comprovada.

2. Não sendo motivo de orgulho, pois um óbito é sempre uma perda inestimável, mas os dados atuais apontam para uma redução significativa na mortalidade intra-hospitalar no período de junho de 2013 até maio de 2014 em comparação com o mesmo período nos anos de 2011 e 2012, para isso basta consultar o banco de dados do Ministério da Saúde. Assim, como na redução de casos provenientes da atenção básica e controle de endemias, como a redução drástica nos casos de dengue e calazar.

3. A falta de melhores equipamentos na saúde pública brasileira é real e conhecida, tanto que até o momento o Hospital Tomaz Martins e o Hospital Menino Jesus (SPA) funcionam com os mesmos equipamentos, que nos foram deixados pela administração municipal anterior, com o pequeno acréscimo da recuperação de alguns respiradores, raio-x e aparelhos de nebulização que encontravam-se danificados pela atual gestão, a compra de colchões novos, além de um aparelho de ultrassom novo, fruto de doação.

4. Visando melhor equipar os nossos hospitais a atual administração conseguiu através do sistema de Redes do Ministério da Saúde o montante de 3 milhões de reais e através de emenda parlamentar individual do Deputado Federal Domingos Dutra (SDD/MA) no valor de 1,2 milhão de reais recursos para a compra de equipamentos hospitalares novos, mas que infelizmente seguem aguardando a liberação pelo ministério, que até o momento não tem se mostrado sensível a urgência da melhoria do sistema de saúde público de Santa Inês.

5. A saúde pública vem sofrendo com subfinanciamento crônico, causado por mais de 10 anos sem reajuste real nos recursos repassados pelo Ministério da Saúde para os municípios brasileiros, que associado a inflação anual vem tornando cada dia mais difícil manter o Sistema Único de Saúde (SUS)

6. Santa Inês até o momento não recebeu um centavo da Secretaria Estadual de Saúde (SES) para a melhoria da atenção médico-hospitalar nesse 1 ano e meio de governo Ribamar Alves, mesmo Santa Inês tendo importância regional, pois atende todos os nossos 13 municípios da regional de saúde e mais pacientes oriundos de outros municípios e até mesmo outros estados, em contrapartida somente no ano de 2012 foram repassados 20 milhões de reais pelas SES para a SEMUS-Santa Inês, fato que ainda não conseguimos detectar onde foi investido tamanho recurso, que é mais do que os 17 milhões que o governo federal repassa anualmente para o nosso município.

7. A sala de cuidados intensivos segue funcionando adequadamente, pois a mesma jamais poderia ser classificada como UCI ou UTI, afinal nunca atendeu as prerrogativas da Sociedade Brasileira de Medicina Intensiva, nem as prerrogativas ministeriais, agora com a diferença de termos ao longo desse 1 ano e meio médicos atuando nela durante as 24 horas do dia, fato que antes não existia, já que os médicos plantonistas da mesma ficavam à distância, ou seja, no conforto dos seus lares, sem estarem em vigília permanente por nossos pacientes.

8. No caso do vereador Batista de Biné soa com estranheza que um leigo ou um médico que jamais esteve dentro do referido hospital venham assinar uma nota dando qualquer parecer sobre a atenção de um paciente, que mesmo perante a falta de recursos já citadas, teve seu atendimento realizado com brilhantismo pela equipe médica municipal, sendo transferido estável e sem até o momento apresentar qualquer sequela, visto que ainda não foi concluído o diagnóstico do mesmo pela equipe do Hospital Universitário Presidente Dutra.

9. A transferência de todo e qualquer paciente, que notamos maior gravidade, fazemos a solicitação de transporte especializado, seja aéreo ou terrestre, para a Secretaria Estadual de Saúde, mas nem sempre somos atendidos, demonstrando o descaso da SES para com a saúde do cidadão comum.

10. Nossas ambulâncias devido à grande quantidade de viagens diárias que realizam, pois acabamos por cuidar da transferência de toda nossa região e não somente da população santainesense, acabam por ter rápida deterioração, o que leva a constante manutenção destes veículos, que funcionam quase em sistema de rodízio, enquanto umas estão aptas, outras estão em manutenção. E fizemos a solicitação de uma ambulância de simples remoção junto ao Governo do Estado, pedido esse que foi negado, na tentativa de aumentar ainda mais o suporte ao nosso povo.

Em resumo, repudiamos a tentativa politiqueira de atacar a administração municipal por um serviço essencial à população de Santa Inês, principalmente por não colocarem os reais culpados do processo de deterioração do sistema de saúde público no Brasil e no Maranhão, que são o governo Federal e o governo Estadual, que por prezarem pela manutenção do poder político, não investem nos municípios levando ao sofrimento daqueles que mais necessitam de auxílio.

Repudiamos a tentativa de politização do caso do vereador Batista de Biné, onde em todas as notas publicadas a família do mesmo sequer foi consultada, e não tiveram a assinatura ou o consentimento da família, então, qualquer nota que não venha da sua esposa e filhas soa falsa e de pessoas sem ética que querem usar o caso para terem seus minutos de fama.

Repudiamos todas as calúnias e inverdades publicadas ao longo desses dias, que até mesmo em declarações de anônimos, que somente pessoas que não tem compromisso nenhum com a verdade são capazes de reproduzir.

Repudiamos o abandono que os governos federal e estadual vem tratando a saúde no Brasil e no Maranhão, causando as cenas lastimáveis de pessoas morrendo na porta de hospitais em todas as regiões do Brasil, que temos visto diariamente na mídia nacional e os transtornos que a população de Santa Inês e de todo o Vale do Pindaré vem sofrendo pela falta crônica de recursos para maiores investimentos e manutenção da saúde municipal.

Grato,

Dr. Thiago Zacariotto Lima Alves
Secretário Municipal de Saúde



Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Credibilidade é o nosso maior patrimônio

Nosso objetivo é fazer jornalismo com seriedade, produzindo conteúdo regional, sobre política, economia, sociedade e atualidade, na forma de opinião, editorial e criticas. Não usamos de artifícios como sensacionalismo, imagens apelativas, chocantes ou degradantes, tampouco textos, frases, ou palavras chulas para obter acessos.

Não somos o primeiro a divulgar a informação, mas somos quem apresenta o conteúdo checado, aprofundado e diferenciado. Aqui oferecemos aquele algo mais que ainda não foi dito, ou ainda não foi mostrado. Noticias qualquer um pode divulgam, mas com apuração e seriedade só aqui.

Comentários anônimos, ou que contenham, palavrões, pornografia, ataques pessoais, calúnias ou difamações não serão publicados.

Jornalista Abimael Costa

LG Contabilidade Pública

LG Contabilidade Pública

Clinica Santo André

Clinica Santo André