terça-feira, 11 de novembro de 2014

A importância da comunidade na construção da cidadania de adolescentes e jovens é discutida em Audiência Pública






“Esse evento é um resgate para sensibilizar a sociedade”, diz juiz sobre audiência pública

Com o tema “A importância da comunidade na construção da cidadania de adolescentes e jovens” acontece nessa terça-feira (11), a partir das 14h, na Associação das Obras Sociais Frei Antonio Sinibaldi (Rua 10, nº 150, São Francisco), audiência pública presidida pelo juiz José dos Santos Costa, titular da 2ª Vara da Infância e da Juventude de São Luís, reunindo defensor público, integrantes da Vara; representantes da 37ª Promotoria da Infância e da Juventude – PIJ) e de Centros de Referência e Assistência Social – CRAS (bairros Centro, São Francisco e Liberdade).

Presidida pelo magistrado, a audiência pública tem como tema “A importância da comunidade na construção da cidadania de adolescentes e jovens” é promovida pela 2ª Vara da Infância e da Juventude da capital em parceria com a Secretaria Municipal da Criança e Assistência Social – SEMCAS. Defensoria Pública, Ministério Público e CRAS apoiam a iniciativa.

Voltado para um público formado por famílias, adolescentes e lideranças comunitárias, a audiência visa alertar para a importância da comunidade na reinserção de jovens, principalmente daqueles que cumprem ou cumpriram medidas socioeducativas. O fortalecimento da convivência familiar e comunitária e a sensibilização da Rede Socioassistencial e das lideranças dos territórios e comunidades estão entre os objetivos do evento.

É uma discussão mais abrangente sobre a importância da comunidade se envolver com o problema, diz José Costa sobre o evento. Segundo o magistrado, a ideia é dar continuidade ao trabalho, começando já no próximo ano, “se possível bimestralmente, de forma preventiva.

Na programação da audiência, painel coordenado pela 2ª Vara da Infância sobre o tema central do evento e sobre o qual discorrem o titular da Vara, juiz José Costa, a promotora da 37ª PIJ, Fernanda Helena Ferreira, o defensor público da 2ªVara da Infância e da Juventude, Murilo Carvalho Guazelli e a titular da SEMCAS, Andréia Carla Santana.

Ainda na programação, apresentação dos grupos Tráfico e Segurança nas comunidades; Drogas e Violência Urbana e Discutindo sobre Limites. Os temas foram objetos das oficinas temáticas articuladas pelos CRAS e realizadas nos dias 04 e 05 com vistas à preparação da audiência.







Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Credibilidade é o nosso maior patrimônio

Nosso objetivo é fazer jornalismo com seriedade, produzindo conteúdo regional, sobre política, economia, sociedade e atualidade, na forma de opinião, editorial e criticas. Não usamos de artifícios como sensacionalismo, imagens apelativas, chocantes ou degradantes, tampouco textos, frases, ou palavras chulas para obter acessos.

Não somos o primeiro a divulgar a informação, mas somos quem apresenta o conteúdo checado, aprofundado e diferenciado. Aqui oferecemos aquele algo mais que ainda não foi dito, ou ainda não foi mostrado. Noticias qualquer um pode divulgam, mas com apuração e seriedade só aqui.

Comentários anônimos, ou que contenham, palavrões, pornografia, ataques pessoais, calúnias ou difamações não serão publicados.

Jornalista Abimael Costa

LG Contabilidade Pública

LG Contabilidade Pública

Clinica Santo André

Clinica Santo André