terça-feira, 10 de fevereiro de 2015

Sociedade Maranhense de Direitos Humanos (SMDH) festeja 36 anos de luta “em defesa da vida”






Já tradicional nos calendários carnavalesco e cultural da cidade de São Luís, o Baile do Parangolé chega a sua sexta edição em 2015. A festa será realizada nesta quinta-feira (12), às 19h, na sede da Sociedade Maranhense de Direitos Humanos (SMDH – Rua das Mangueiras, quadra 36, casa 7, Jardim Renascença I). Na ocasião, a entidade completa 36 anos de luta “em defesa da vida”, não por acaso seu slogan.

A ideia do Baile surgiu no final de 2009 e sua primeira edição foi realizada em 2010. “Quase sempre a data [de aniversário da SMDH] coincide com a folia. Daí juntamos o útil ao agradável. Muita gente pode achar que carnaval e direitos humanos não combinam, e o Baile também tem essa proposta de, na prática, mostrar que cultura é um direito humano”, afirma o jornalista Zema Ribeiro, presidente da entidade.

Desde sua primeira edição o Baile do Parangolé – título emprestado de um coco do compositor Cesar Teixeira, sócio da entidade – já circulou por vários palcos da cidade. “É também uma forma de dialogarmos com diversos espaços, segmentos e movimentos culturais”, afirma o presidente, lembrando que a festa já passou pelo Sindicato dos Arrumadores (Desterro), Circo da Cidade (hoje extinto, Aterro do Bacanga), Laborarte (Centro), Porto da Gabi (Aterro do Bacanga) e Bar do Porto (Praia Grande).

A Comissão Organizadora da festa este ano optou por fazê-la em casa. É que na ocasião a SMDH filiará novos sócios e o Baile do Parangolé será também uma forma de dar-lhes boas vindas e comemorar sua adesão. Os nomes dos novos sócios serão conhecidos durante a folia. O 6º. Baile do Parangolé terá animação da banda Os Patifos. A entrada é gratuita, mas quem quiser poderá doar objetos para a realização de brechós, com vistas a angariar fundos para a próxima edição da revista Catirina.

Serviço

O quê: 6º. Baile do Parangolé – aniversário de 36 anos da SMDH.
Quem: Banda Os Patifos.

Quando: 12 de fevereiro (quinta-feira), às 19h.

Onde: Sede da SMDH (Rua das Mangueiras, quadra 36, casa 7, Jardim Renascença I).

Quanto: entrada franca. A SMDH aceitará doações de objetos para brechós futuros, cujo objetivo será angariar recursos para a próxima edição da revista Catirina.

Informações: (98) 3231-1601, 3231-1897, smdh@terra.com.br
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Credibilidade é o nosso maior patrimônio

Nosso objetivo é fazer jornalismo com seriedade, produzindo conteúdo regional, sobre política, economia, sociedade e atualidade, na forma de opinião, editorial e criticas. Não usamos de artifícios como sensacionalismo, imagens apelativas, chocantes ou degradantes, tampouco textos, frases, ou palavras chulas para obter acessos.

Não somos o primeiro a divulgar a informação, mas somos quem apresenta o conteúdo checado, aprofundado e diferenciado. Aqui oferecemos aquele algo mais que ainda não foi dito, ou ainda não foi mostrado. Noticias qualquer um pode divulgam, mas com apuração e seriedade só aqui.

Comentários anônimos, ou que contenham, palavrões, pornografia, ataques pessoais, calúnias ou difamações não serão publicados.

Jornalista Abimael Costa

LG Contabilidade Pública

LG Contabilidade Pública

Clinica Santo André

Clinica Santo André