domingo, 23 de agosto de 2015

Acordo Brasil/Ucrânia: R$ 500 milhões desperdiçados


Foto: Divulgação / AEB

Por: Hildo Rocha

- *Hildo Rocha -
O Diário Oficial da União publicou no mês passado o cancelamento do Acordo de cooperação Brasil/Ucrânia. O contrato previa o aproveitamento da base de Alcântara para o lançamento comercial de satélites. Em 2006 foi criada a Alcântara Cyclone Space, empresa binacional que assumiu a missão de converter o projeto em realidade.

Pelos termos do contrato um cais seria construído para receber os navios que transportariam os foguetes construídos na Ucrânia. Porém, o cais nunca saiu do papel, o foguete jamais chegou e o primeiro lançamento, previsto para novembro de 2013, que deveria levar paro o espaço o satélite de coleta de dados ambientais Cyclone 4 não aconteceu.

O sonho brasileiro de pôr em órbita um satélite foi novamente adiado. Pior que a frustração, pelo fracasso, é o prejuízo financeiro de R$ 1 bilhão, dividido entre os dois países e a estagnação tecnológica provocada pelo fim da parceria. O motivo alegado pelo governo brasileiro, “desequilíbrio na equação tecnológico-comercial”, não convence.

Em abril deste ano, enviei requerimento ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação solicitando as seguintes informações:


1) o inteiro teor do relatório interministerial, que subsidiou o rompimento do Acordo Brasil Ucrânia para o Centro de Lançamentos de Alcântara;

2) o montante efetivamente gasto pelo Brasil com o projeto; 

3) as metas estabelecidas inicialmente no Acordo com a Ucrânia, detalhando quais foram atingidas e as que deixaram de ser; 

4) a destinação que será dada para o Centro de Lançamentos de Alcântara, uma vez rompido o Acordo com a Ucrânia e quais projetos ou iniciativas que farão uso das instalações após o rompimento; 

5) relação dos países que manifestaram interesse em estabelecer novo acordo com o Brasil para o lançamento de foguetes na Base de Alcântara; 

6) possíveis implicações diplomáticas, jurídicas e financeiras decorrentes do rompimento unilateral por parte do Brasil; 

7) os impactos do rompimento do Acordo Brasil Ucrânia no projeto de lançamento de satélites do IAE - Instituto de Aeronáutica e Espaço.

Em correspondência datada de 18 de junho, o ministério solicitou a dilatação do prazo para apresentar as explicações solicitadas. O órgão informou que está empenhado em dar respostas aos questionamentos e argumentou que a demora deve-se à elevada demanda das áreas técnicas envolvidas na tarefa.

Caso as justificativas não sejam apresentadas, dentro do prazo solicitado, voltarei a cobrá-las. Não posso me omitir diante de fato tão grave. Enquanto não obtiver respostas convincentes continuarei buscando-as. É um direito que possuo como cidadão e, acima de tudo, um dever, um compromisso, uma obrigação imposta pelo cargo que ocupo.

Com tantas obras paradas; programas sociais afetados por contingenciamento de despesas; hospitais sucateados; universidades em crise; ensino público precário; inflação galopante; e economia em frangalhos; permitir que o governo desperdice R$ 500 milhões sem exigir explicação configura conivência, insensatez, omissão.

Fui eleito para defender os interesses do meu país, fiscalizar os atos do poder executivo e trabalhar pelo desenvolvimento do Maranhão. Asseguro aos maranhenses e ao povo brasileiro que continuarei me empenhando para cumprir com honradez e eficiência os meus deveres de deputado federal.

Hildo Rocha - Deputado federal - PMDB/MA

Artigo publicado no jornal O ESTADO - em 23/08/15
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Credibilidade é o nosso maior patrimônio

Nosso objetivo é fazer jornalismo com seriedade, produzindo conteúdo regional, sobre política, economia, sociedade e atualidade, na forma de opinião, editorial e criticas. Não usamos de artifícios como sensacionalismo, imagens apelativas, chocantes ou degradantes, tampouco textos, frases, ou palavras chulas para obter acessos.

Não somos o primeiro a divulgar a informação, mas somos quem apresenta o conteúdo checado, aprofundado e diferenciado. Aqui oferecemos aquele algo mais que ainda não foi dito, ou ainda não foi mostrado. Noticias qualquer um pode divulgam, mas com apuração e seriedade só aqui.

Comentários anônimos, ou que contenham, palavrões, pornografia, ataques pessoais, calúnias ou difamações não serão publicados.

Jornalista Abimael Costa

LG Contabilidade Pública

LG Contabilidade Pública

Clinica Santo André

Clinica Santo André