sexta-feira, 8 de janeiro de 2016

Maranhão começa 2016 com uma excelente notícia na economia









Hildo Rocha destacou a importância dos investimentos públicos na infraestrutura portuária, iniciados no governo de José Sarney e intensificados na gestão da ex-governadora Roseana  -  

Contrato com a empresa WPR São Luís Gestão de Portos e Terminais foi assinado nesta quarta em solenidade prestigiada pelo deputado federal Hildo Rocha.

O deputado federal Hildo Rocha (PMDB/MA) participou, nesta quarta (06) da assinatura do contrato que permitirá a instalação da quarta unidade portuária de uso particular do Maranhão. A estimativa é de que o empreendimento irá gerar aproximadamente cinco mil empregos diretos. “O Estado do Maranhão começa o ano de 2016 com uma boa notícia no campo da economia”, destacou Rocha.

O parlamentar enfatizou que graças aos investimentos públicos na infraestrutura portuária, iniciados na década de 60, o Estado conseguiu atrair investimentos privados que contribuíram para a consolidação do complexo portuário maranhense. “Devemos reconhecer que sem o empenho do então governador José Sarney, que na década de 60 realizou os primeiros investimentos na infraestrutura do Porto do Itaqui, e sem a contribuição grandes empresas que se instalaram no Maranhão dificilmente teríamos alcançado o status atual”, afirmou Rocha. 

“Também é inegável que os grandes investimentos públicos, realizados durante os quatro mandatos da governadora Roseana, ajudaram a dar maior competitividade aos nossos portos. O resultado está aí. O setor portuário do Maranhão continua crescendo, mesmo num momento de crise. Isso merece aplausos”, finalizou Rocha.

O novo empreendimento

A nova unidade portuária será instalada em área de 2,190 milhões de metros quadrados e terá capacidade de movimentação de granel líquido, sólido e carga geral de até 24,8 milhões de toneladas por ano.

O ministro da Secretaria de Portos, Helder Barbalho, ressaltou que os investimentos que vão gerar emprego, renda e o fortalecimento econômico do Maranhão. “Os investimentos vêm ao encontro da estratégia do Governo Federal de garantir maior competitividade e ampliação de oferta aos demandantes da movimentação de carga para escoar a produção”, destacou Barbalho.

O terminal terá prazo de implantação de três anos, prorrogável por igual período, a critério da SEP. O contrato tem vigência de 25 (vinte e cinco) anos, contados da data da assinatura, e é prorrogável por períodos sucessivos, como previsto na Lei dos Portos (Lei n.º 12.815), de 2013.

De acordo com o presidente da WTorre, Walter Torre, o empreendimento está gerando grande expectativa. “Vamos exportar por um preço 40% abaixo do que o grão está saindo hoje”, afirmou o empresário.



Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Credibilidade é o nosso maior patrimônio

Nosso objetivo é fazer jornalismo com seriedade, produzindo conteúdo regional, sobre política, economia, sociedade e atualidade, na forma de opinião, editorial e criticas. Não usamos de artifícios como sensacionalismo, imagens apelativas, chocantes ou degradantes, tampouco textos, frases, ou palavras chulas para obter acessos.

Não somos o primeiro a divulgar a informação, mas somos quem apresenta o conteúdo checado, aprofundado e diferenciado. Aqui oferecemos aquele algo mais que ainda não foi dito, ou ainda não foi mostrado. Noticias qualquer um pode divulgam, mas com apuração e seriedade só aqui.

Comentários anônimos, ou que contenham, palavrões, pornografia, ataques pessoais, calúnias ou difamações não serão publicados.

Jornalista Abimael Costa

LG Contabilidade Pública

LG Contabilidade Pública

Clinica Santo André

Clinica Santo André