terça-feira, 6 de setembro de 2016

Prefeitos reagem duramente a ataques de Flávio Dino



Os duros ataques desferidos pelo governador Flávio Dino contra prefeitos que não rezam na cartilha comunista, vem rendendo resultados contrários ao esperado pela cúpula comunista. Em discurso nos programas eleitorais, caminhadas e comícios pelo interior do estado onde vem atuando fortemente como cabo eleitoral do PCdoB, o governador Flávio Dino não tem poupado os prefeitos que não se aliaram a república comunista. 

Em resposta ao abandono, descaso e perseguição politica sofrida nos últimos dois anos, os prefeitos agredidos na fala do rancoroso e vingativo governador, decidiram reagir e confrontar com números, dados e provas os ataques proferidos por DINO.

Pinheiro 2016: Filuca Mendes mostra na TV como Flávio Dino abandonou a cidade





"Fizemos e vamos continuar fazendo muito mais pelo nosso município"

Mesmo perseguido e vítima de retaliações do governo Flávio Dino, que de forma rancorosa e vingativa virou as costas para o município, o prefeito de Santa Inês, Ribamar Alves, candidato à reeleição mudou a cara do município com importantes obras em todos os segmentos.

video



“Votamos em massa no governador Flávio Dino, com toda a liberdade. Imperatriz se orgulha desta autonomia, desta coragem. Se não fosse essa coragem, nós não teríamos votado nele. Teríamos votado no Edinho Lobão, pois a governadora era Roseana Sarney, e ela pressionou para que se votasse no candidato dela. O povo de Imperatriz é livre, vota sem cabresto” prefeito Sebastião Madeira, condenando a postura coronelista do governador que se dizia representante da nova política.

Trecho da carta do prefeito de Barreirinhas, Léo Costa, sobre o governador “sem palavra”:

Em Barreirinhas, para surpresa de todo o Estado e País, o direito e a decência política estão sendo rasgados pela ganância de uns poucos que estão de olho gordo sobre a cidade turística mais famosa e visitada do Maranhão.

Infelizmente a mão pesada do Governo do Estado, como já devidamente registrado na imprensa da capital, se jogou sobre o fraco e submisso Diretório Estadual do PDT obrigando-o a negar o direito que tenho de disputar a reeleição de prefeito de Barreirinha pelo meu partido, o PDT 12.

As desculpas são as mais fantasiosas possíveis e delas não vale a pena agora nos ocuparmos.

A verdade é que, para apadrinhar o candidato a prefeito do PCdoB de Barreirinhas, os dirigentes estaduais, do PCdoB e do PDT, decretaram, de cima pra baixo, autoritária e arrogantemente, que em Barreirinhas o PDT não poderá lançar candidato a prefeito.

Na prática, o conteúdo dessa iniciativa espantosa equivale a um decreto de cassação de meus direitos políticos. Isso, em pleno vigor do regime democrático no Brasil. No Maranhão, nem o sarneysismo havia chegado a tanto.

Vejamos melhor a situação:

Sou prefeito pelo PDT, em pleno exercício do mandato, com direito, portanto, de disputar a reeleição;

Sou um dos 11 membros fundadores do PDT maranhense, ao lado de Jackson Lago, Neiva

Moreira e outros lutadores idealistas, sempre sonhando com um Maranhão forte, digno, desenvolvido e melhor. Escrivi a 1ª Ata do Primeiro Livro desse Partido;

Tenho 35 anos de efetiva militância pedetista;

Fui 2 vezes eleito prefeito de Barreirinhas pelo PDT, em 1988 e em 2012;

Minha esposa, Sandra Torres, foi vice-prefeita de São Luís, pelo PDT;

Meus filhos e netas cresceram olhando-me na batalha constante pelos ideais do PDT;

Em 2014, como toda a cidade e região são testemunhas, votei com gosto e de coração em Flávio Dino para governador, apoiando sua campanha e a de Amilcar Rocha para deputado estadual, neste último caso, antecipando e pagando, a pedido do próprio Amilcar, o cumprimento de um acordo que havia para 2016;

Esperava e sonhava do novo governo maranhense obras e serviços para Barreirinhas… e nada;

Pedi para ser recebido pelo novo governador em audiência exclusiva para tratar dos problemas, das soluções e do futuro de Barreirinhas… e nada;

A Superintendência Regional do Governo do Estado, que supostamente deveria juntar as forças políticas e sociais regionais pra desenvolver Barreirinhas e a Rota das Emoções, trancou o estado para o município, não deixando passar nada;

Agora estão oprimindo e constrangendo o PDT barreirinhense, tentando, de qualquer maneira, na estrompa, me obrigar a apoiá-los, negando meu legítimo direito de disputar a reeleição;

Na verdade, a divulgação e o sucesso que conquistamos para a cidade de Barreirinhas, a jóia da coroa do Maranhão, têm atraído a cobiça e a inveja desmedida de forças econômicas da nova política estadual e municipal, jogando a máxima carga para subjugar um filho da terra, um lutador histórico das causas da terra, que aos 70 anos de idade só fez e continua fazendo o bem para Barreirinhas.

Essa opressão é uma tentativa dissimulada de ensaiar a dissolução da nossa democracia. O nome disso é DITADURA.

Que o partido comunista tenha seu candidato comunista!

Que o partido trabalhista tenha seu candidato trabalhista!

Cada um exercendo seu direito, entendendo que a soberana decisão deve ser deixada ao soberano e livre povo de Barreirinhas. Está na Constituição Brasileira: todo poder emana do povo e em seu nome será exercido. É assim que acontece onde há democracia, e é isso que os cidadãos justos e honrados respeitam e defendem.

ENTÃO, POR QUE ME PERSEGUEM?

Durante toda minha existência a vida me conduziu à luta pelas causas e coisas importantes para Barreirinhas e para o Maranhão.

No mandato atual, busquei as realizações por via do trabalho. Trabalhei, trabalhei, trabalhei. Busquei parcerias. Estendi o tapete vermelho a todos aqueles que pudessem ajudar Barreirinhas.

Trabalhei noite e dia sem parar. Não viajei a descanso. Não tirei férias. Não curti feriados. Concentrei-me na tarefa de governar, de correr atrás, de pedir, a fim de realizar.

Com a ajuda da equipe e de muitos de dentro e fora da cidade realizamos o maior conjunto de obras e serviços que a cidade já viu. O resultado aí está:

Homologuei o aeroporto novo dos Lençóis, o Aeroporto Governador Jackson Lago, passo fundamental para a consolidação da cidade e da região turística, e protegi a área do aeroporto velho, transformando-a em Parque da Cidade;

Recuperei, do meio do mato, a Agência do INSS, que já atendeu mais de 15.000 trabalhadores de agosto de 2013 até os dias atuais;

Ajudei fortemente na recuperação do Projeto Minha Casa Minha Vida, o conjunto Residencial Mundico Cosme, com 650 casas já construídas e prontas para serem entregues às famílias sorteadas;

Acabaram-se as filas do CEBAPS e do BOLSA FAMÍLIA, tendo a cidade agora mais duas agências bancárias, da Caixa Econômica e do Banco do Nordeste;

Junto com o Prefeito de Paulino Neves, empenhei-me até a medula na parceria com as empresas Bio-Energy e Ômega Energia para ver concretizados a Estrada Barreirinhas/Paulino Neves e o grande parque de energia dos ventos, o Parque Eólico dos Lençois…

Continue lendo a carta de Léo Costa, clicando aqui:

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Credibilidade é o nosso maior patrimônio

Nosso objetivo é fazer jornalismo com seriedade, produzindo conteúdo regional, sobre política, economia, sociedade e atualidade, na forma de opinião, editorial e criticas. Não usamos de artifícios como sensacionalismo, imagens apelativas, chocantes ou degradantes, tampouco textos, frases, ou palavras chulas para obter acessos.

Não somos o primeiro a divulgar a informação, mas somos quem apresenta o conteúdo checado, aprofundado e diferenciado. Aqui oferecemos aquele algo mais que ainda não foi dito, ou ainda não foi mostrado. Noticias qualquer um pode divulgam, mas com apuração e seriedade só aqui.

Comentários anônimos, ou que contenham, palavrões, pornografia, ataques pessoais, calúnias ou difamações não serão publicados.

Jornalista Abimael Costa

LG Contabilidade Pública

LG Contabilidade Pública

Clinica Santo André

Clinica Santo André