quinta-feira, 3 de novembro de 2016

Auditoria da CGU confirma : Flávio Dino deixou de investir na saúde preventiva


“No final do ano passado, e no início de 2016, eu afirmei que Flávio Dino não estava investindo na saúde preventiva. O governador deixou de investir na vigilância sanitária e na vigilância epidemiológica. Agora, de acordo com dados de auditoria da CGU, referente ao ano de 2015, o órgão comprovou as denúncias que fiz”, declarou Rocha.
O deputado federal Hildo Rocha (PMDB/MA) destacou o resultado de auditoria realizada pelo Ministério da Transparência, Fiscalização e Controladoria-Geral da União (CGU) que constatou o corte de recursos na saúde preventiva, na gestão do governador Flávio Dino, no exercício financeiro de 2015.

“No final do ano passado, e no início de 2016, eu afirmei que Flávio Dino não estava investindo na saúde preventiva. O governador deixou de investir na vigilância sanitária e na vigilância epidemiológica. Agora, de acordo com dados de auditoria da CGU, referente ao ano de 2015, o órgão comprovou as denúncias que fiz”, declarou Rocha.

Epidemias

Rocha destacou ainda que o governador recolheu os carros borrifadores; tirou os profissionais que trabalhavam no combate aos mosquitos transmissores de doenças e deixou de repassar dinheiro para os municípios realizarem o controle epidemiológico.

Segundo o parlamentar, o corte nos investimentos contribuiu para o aumento de casos de Dengue, Febre Zica e Chikungunya. “Por irresponsabilidade do governador Flávio Dino, milhares de maranhenses sofrem por causa dessa atitude. Muitos morreram vitima de doenças transmitidas por mosquitos”, declarou Rocha.

Gastança com jatinho

O deputado lembrou que o governador se nega a pagar o reajuste dos professores, alegando falta de dinheiro, mas gasta milhões com jatinho. “Flávio Dino diz que não tem dinheiro pra pagar o reajuste dos professores, mas dobrou as despesas com jatinho, está gastando milhões para viajar no jatinho alugado para ele”, afirmou.

Professores massacrados

Rocha enfatizou que o ano já está terminando e Flávio Dino continua massacrando os professores da rede estadual de ensino do Maranhão. “Embora o governo federal tenha repassado, no mês de maio, R$ 58 milhões para o governador pagar o Piso Nacional de Salários, Flávio Dino continua se recusando a cumprir o que determina a lei, continua maltratando os professores da rede pública estadual de ensino”, lamentou Hildo Rocha. 

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Credibilidade é o nosso maior patrimônio

Nosso objetivo é fazer jornalismo com seriedade, produzindo conteúdo regional, sobre política, economia, sociedade e atualidade, na forma de opinião, editorial e criticas. Não usamos de artifícios como sensacionalismo, imagens apelativas, chocantes ou degradantes, tampouco textos, frases, ou palavras chulas para obter acessos.

Não somos o primeiro a divulgar a informação, mas somos quem apresenta o conteúdo checado, aprofundado e diferenciado. Aqui oferecemos aquele algo mais que ainda não foi dito, ou ainda não foi mostrado. Noticias qualquer um pode divulgam, mas com apuração e seriedade só aqui.

Comentários anônimos, ou que contenham, palavrões, pornografia, ataques pessoais, calúnias ou difamações não serão publicados.

Jornalista Abimael Costa

LG Contabilidade Pública

LG Contabilidade Pública

Clinica Santo André

Clinica Santo André