quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Justiça Federal suspende atividades de faculdade de Teologia em Vitória do Mearim



A Justiça Federal determinou a suspensão das atividades de ensino da Faculdade de Teologia Hokemãh (Fateh), localizada no município de Vitória do Mearim (MA), devendo a IES interromper imediatamente as matrículas em todos os seus cursos e não dar início às aulas destes. A decisão responde a denúncia do Ministério Público Federal no Maranhão (MPF/MA), proposta pela Procuradoria Regional dos Direitos do Cidadão (PRDC) contra a Instituição de Ensino Superior (IES).

Segundo denúncia, a Fateh, Instituição de Ensino Superior (IES) credenciada ao Ministério da Educação (MEC), estaria emitindo certificados a alunos de instituições que oferecem cursos de nível superior sem autorização do MEC.

De acordo o MPF/MA, a Academia de Ensino Superior de Ciências Humanas (Aesch), com sede em Macapá (AP), e o Instituto Bíblico de Campinas (Ibcamp), com endereços em Goiânia (GO) e Campinas (SP), ofertavam os cursos livres de Teologia, informando que a validação dos diplomas para formação no curso de Bacharelado em Teologia se daria pela Fateh, com quem supostamente teriam convênio. "O que ocorre na prática não é o aproveitamento de estudos, nos termos do disposto pelo MEC, e sim a vedada prática de 'chancela de certificados', denominada terceirização do ensino superior", conforme esclarece, na ação, a procuradora da República Talita de Oliveira. O MPF considerou a prática abusiva em relação aos consumidores.

Segundo a decisão, a parceria entre IES credenciadas com entidades que não são consideradas IES só pode ocorrer na modalidade de educação à distância, de modo que "somente as atividades de natureza operacional e logística, como a utilização de infraestrutura, podem ser objeto de convênios, permanecendo as atividades de natureza acadêmica de responsabilidade estrita da instituição regularmente credenciadas".

Assim, a Justiça Federal decidiu pela suspensão das atividades de ensino da Fateh, devendo interromper imediatamente as matrículas em todos os seus cursos e não dar início às aulas destes sem que esteja amparada por ato de credenciamento, autorização e reconhecimento do MEC, e interrupção dos contratos, acordos ou convênios celebrados entre a Fateh, Aesch e Ibcamp que tenham por objetivo a validação de cursos livres e/ou curso de extensão, não podendo firmar novos acordos com o mesmo propósito.

A Fateh foi condenada, ainda, a informar em seu site, em local de destaque, sobre a ação movida contra ela pelo MPF, colocando em local visível e de maneira clara um resumo da decisão judicial, sem emitir qualquer juízo de valor ou comentários sobre a ação e decisão. Todos as instituições foram obrigadas a divulgar em dois jornais de grande circulação no Maranhão informações sobre a ação.

Foi fixada multa diária de R$ 20 mil para cada nova matrícula de aluno e para cada novo acordo celebrado em descumprimento à decisão.

O número para consulta processual na Justiça Federal é 0009338-29.2016.4.01.3700

Reincidente

Em 2015, a pedido do MPF, a Justiça concedeu liminar contra a Fateh, Faculdade de Educação Teológica do Maranhão (Fetma), que fica no município de Paço do Lumiar (MA), e a Faculdade Kurios (FAK), do Ceará, em situação semelhante (o número do processo na JF é 0084625-32.2015.4.01.3700).

Saiba mais sobre essa ação aqui.

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Um comentário:

Credibilidade é o nosso maior patrimônio

Nosso objetivo é fazer jornalismo com seriedade, produzindo conteúdo regional, sobre política, economia, sociedade e atualidade, na forma de opinião, editorial e criticas. Não usamos de artifícios como sensacionalismo, imagens apelativas, chocantes ou degradantes, tampouco textos, frases, ou palavras chulas para obter acessos.

Não somos o primeiro a divulgar a informação, mas somos quem apresenta o conteúdo checado, aprofundado e diferenciado. Aqui oferecemos aquele algo mais que ainda não foi dito, ou ainda não foi mostrado. Noticias qualquer um pode divulgam, mas com apuração e seriedade só aqui.

Comentários anônimos, ou que contenham, palavrões, pornografia, ataques pessoais, calúnias ou difamações não serão publicados.

Jornalista Abimael Costa

LG Contabilidade Pública

LG Contabilidade Pública

Clinica Santo André

Clinica Santo André