sexta-feira, 24 de março de 2017

VIANA: dona de ótica e suposto "oftalmologista" são presos em flagrante



É comum no interior do estado e até na capital, óticas fornecerem consultas de vista gratuita aos clientes com o compromisso de que estes adquiram os óculos no estabelecimento. A dificuldade de ter acesso a um oftalmologista leva milhares de pessoas a procurar essa alternativa mais rápida e bem mais em conta, as óticas aproveitam para aumentar o faturamento. 

Mas neste cenário nem tudo são facilidades, existem percalços e perigos nem sempre vistos a tempo. Por exemplo, os oftalmologistas que fazem esse tipo de trabalho quase sempre são de fora da cidade ou até da região, e portanto desconhecidos dos pacientes o que dificulta e impede saber se o profissional tem registro no CRM - Conselho Regional de Medicina, ou seja se a pessoa está habilitada para exercer a função de oftalmologista. 

Não são raros os casos de pessoas inabilitadas presas em flagrante exercendo ilegalmente a profissão, foi o que aconteceu na manhã da última quinta-feira (23), no centro da cidade de Viana, município da baixada maranhense distante 218 quilômetros de São Luis.

Após denúncia de uma vítima, uma equipe da policia civil de Viana, sob o comando da Delegada Sara Bonfim, deslocou-se até o endereço informado (praça da Bíblia - Viana), onde flagrou o homem identificado como Paulo Roberto Barboza Bezerra exercendo a profissão de médico oftalmologista, sem o devido registro no Conselho Regional de Medicina. No local foram encontrados vários equipamentos para a realização de consultas oftalmológicas, bem como receituários em branco. Paulo Roberto foi preso pelos delito de exercício ilegal da medicina.

A proprietária da Ótica Luótica, Maria Lucineide Trindade Viana, também foi presa e autuada pelo crime de estelionato, já que segundo a polícia, por ser a proprietária da LUÓTICA, ela era a responsável por captar pacientes e agendar as consultas do falso médico. Ainda segundo as investigações, Maria Lucineide arcaria com as despesas de aluguel de salas de atendimento e em troca o falso médico indicaria a ótica para a confecção dos óculos prescritos às vítimas. Os envolvidos foram encaminhados à Delegacia Regional de Viana para os procedimentos cabíveis, juntamente com o material apreendido. 


Participaram da prisão a DPC SARA BONFIM e os IPC's ADÃO RONILDO E PAULO ROBERTO.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Credibilidade é o nosso maior patrimônio

Nosso objetivo é fazer jornalismo com seriedade, produzindo conteúdo regional, sobre política, economia, sociedade e atualidade, na forma de opinião, editorial e criticas. Não usamos de artifícios como sensacionalismo, imagens apelativas, chocantes ou degradantes, tampouco textos, frases, ou palavras chulas para obter acessos.

Não somos o primeiro a divulgar a informação, mas somos quem apresenta o conteúdo checado, aprofundado e diferenciado. Aqui oferecemos aquele algo mais que ainda não foi dito, ou ainda não foi mostrado. Noticias qualquer um pode divulgam, mas com apuração e seriedade só aqui.

Comentários anônimos, ou que contenham, palavrões, pornografia, ataques pessoais, calúnias ou difamações não serão publicados.

Jornalista Abimael Costa

LG Contabilidade Pública

LG Contabilidade Pública

Clinica Santo André

Clinica Santo André