domingo, 9 de abril de 2017

Madrugada de terror em Vitória do Mearim: vândalos invadem e depredam hospital público


"Peço a Deus que nos abençoe e nos proteja de tanta violência" 
 Leoneide Ribeiro - secretária de saúde do município -

Uma ação criminosa praticada por cerca de 12 pessoas no inicio da madrugada deste domingo (9), no Hospital Kalil Moisés da Silva, na cidade de Vitória do Mearim, provocou pânico, desespero e muita confusão,  e resultou na morte de uma pessoa, além de prejuízos e danos materiais ao patrimônio público.

Médicos, funcionários e pacientes foram surpreendidos por um grupo de pessoas alcoolizadas e de arma em punho, que invadiram a casa de saúde, encurralaram a todos e em seguida passaram a destruir tudo que encontravam pela frente. O ato de vandalismo  destruiu parte da recepção e o setor de emergência, alguns equipamentos, armários e medicamentos ficaram totalmente destruídos.  

O ato criminoso teria sido praticado por um grupo de amigos  de um homem identificado como Francisco das Chagas, que teria sido vitima de tentativa de assassinato durante uma  festa no bar do Adão, no povoado Mato Grosso, e teria sido trazido para aquela casa de saúde, ao saber que o homem já teria chegado sem vida ao hospital, os amigos da vítima passaram a depredar a casa de saúde.


OS dois médicos que estavam de plantão Dr. Filipe Silva e a Dra. Maria José, assim como os demais profissionais, pacientes e acompanhantes, ficaram encurralados na parte interna do hospital enquanto um dos indivíduos de posse de uma arma branca tentava derrubar o portão de acesso, gritando a todo instante que mataria todos. 

No desespero, pacientes e funcionários tentaram escapar saindo pelos fundos do hospital. Uma idosa, na enfermaria ao lado, acabou falecendo minutos depois dos atos de vandalismo. Uma mulher em estado de choque com o filho de apenas um ano ficou por horas desaparecida. 

A secretária de saúde do município, Leoneide Ribeiro, chegou ao local minutos depois da tragédia e encontrou um cenário de guerra, pacientes e funcionários estavam muito nervosos. "A senhora tinha acabado de falecer e choramos todos juntos, mais logo veio outro estresse quando demos por falta a mãe e da criança. Passamos a noite nas ruas em busca deles, só foram encontrados ao amanhecer na casa de parentes bem longe do hospital" enfatiza a secretária.    
                       
Leoneide Ribeiro diz que o hospital está  funcionando e atendendo de forma improvisada porem sem prejuízo aos serviços. Foi providenciado a reposição dos medicamento e materiais destruídos pelos vândalos. emocionada, a secretária conclui com um pedido "No mais peço a Deus que nos abençoe e proteja de tanta violência".


Quando a Polícia Militar chegou ao local, conseguiu prender Deidson Mendes, 21 anos, ainda de posse da faca, e Moacir Gomes de Sousa, 38 anos, ambos residentes na Vila Falcão – Vitoria do Mearim. Outros participantes do ato criminoso apesar de perseguidos pela PM, conseguiram escapar do cerco policial. Os dois presos em flagrante foram encaminhados para Delegacia Regional de Viana e confirmaram que Francisco das Chagas já estava morto ao chegar no Hospital.

A Prefeitura Municipal de Vitoria do Merim, através da Secretaria Municipal de Saúde, divulgou nota esclarecendo o lamentável episódio.     

NOTA DE ESCLARECIMENTO

A Secretaria Municipal de Saúde de Vitória do Mearim, vem a público esclarecer os fatos ocorridos por volta das 02:00 horas deste domingo dia 09 de abril, quando um grupo de pessoas visivelmente alcoolizadas começou a depredar as instalações do hospital Kalil Moisés da Silva. 

Os atos de vandalismo segundo a Polícia Militar, foram praticados por pelo menos 12 indivíduos amigos do meliante morto em uma festa no bar do Adão povoado Mato Grosso, sendo que este chegou morto ao hospital. 

Foram cerca de 10 minutos de quebra-quebra, fincando danificada parte da recepção e o setor de emergência, tendo equipamentos, armários e medicamentos totalmente destruídos. 

A violência empregada pelos vândalos colocou em pânico todos os funcionários e pacientes. No desespero muitos tentaram sair pelos fundos do hospital. Uma mulher em estado de choque com o filho de apenas um ano ficou por horas desaparecida. Uma idosa, na enfermaria ao lado, acabou falecendo minutos depois dos atos de vandalismo. 

Dois médicos estavam de plantão Dr. Filipe Silva e a Dra. Maria José, mas assim como os demais profissionais, pacientes e acompanhantes, ficaram encurralados na parte interna do hospital em quanto um dos elementos armado de faca tentava derrubar o portão de acesso, gritando que mataria todos. 

Quando a Polícia Militar chegou ao local, conseguiu prender Deidson Mendes, 21 anos, ainda de posse da faca, e Moacir Gomes de Sousa, 38 anos, ambos residentes na Vila Falcão – Vitoria do Mearim. Outros elementos foram perseguidos pela PM, mas conseguiram escapar do cerco policial. 

Os dois presos em flagrante serão encaminhados para Delegacia Regional de Viana e confirmaram que Francisco das Chagas já estava morto ao chegar no Hospital.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Credibilidade é o nosso maior patrimônio

Nosso objetivo é fazer jornalismo com seriedade, produzindo conteúdo regional, sobre política, economia, sociedade e atualidade, na forma de opinião, editorial e criticas. Não usamos de artifícios como sensacionalismo, imagens apelativas, chocantes ou degradantes, tampouco textos, frases, ou palavras chulas para obter acessos.

Não somos o primeiro a divulgar a informação, mas somos quem apresenta o conteúdo checado, aprofundado e diferenciado. Aqui oferecemos aquele algo mais que ainda não foi dito, ou ainda não foi mostrado. Noticias qualquer um pode divulgam, mas com apuração e seriedade só aqui.

Comentários anônimos, ou que contenham, palavrões, pornografia, ataques pessoais, calúnias ou difamações não serão publicados.

Jornalista Abimael Costa

LG Contabilidade Pública

LG Contabilidade Pública

Clinica Santo André

Clinica Santo André