terça-feira, 9 de maio de 2017

"No Maranhão mais de sete mil servidores terceirizados estão tendo os seus direitos negados" - Hildo Rocha




Governado por um comunista, um governador de esquerda. No Maranhão mais de sete mil servidores terceirizados, do setor da saúde, estão tendo os seus direitos negados: não tem sequer carteiras de trabalho assinadas; não tem direito ao décimo terceiro salário; não tem direito ao FGTS nem garantia de aposentadoria, pois não estão recolhendo o INSS. O governador Flávio Dino não respeita os trabalhadores”, destacou o parlamentar.

Durante Sessão Solene realizada na Câmara Federal em homenagem ao Dia Internacional do Trabalho, o deputado federal Hildo Rocha (PMDB/MA) enumerou pontos positivos da reforma trabalhista e disse que alguns partidos de esquerda, que são contra as reformas, quando estão no poder não fazem nada do que pregam nos palanques e na tribuna da Câmara.



Rocha enfatizou que a reforma trabalhista, aprovada pela Câmara dos Deputados, busca impedir que situações como essa, imposta pelo governo comunista, continuem acontecendo. “A reforma é para garantir trabalho formal, com carteira assinada e todos os direitos assegurados por lei, algo que partidos de esquerda não fazem quando ocupam o poder”, frisou o deputado.

Direitos assegurados

Hildo Rocha afirmou que todos os direitos constitucionais e históricos dos trabalhadores estão mantidos no texto da reforma. “Diferente do que dizem aqueles que são contra as reformas, não foram suprimidos direitos dos trabalhadores como FGTS; décimo terceiro salário; férias proporcionais, entre outros direitos que são garantidos na nossa legislação. Inclusive muitos desses direitos, quando foram aprovados, como o FGTS, por exemplo, os partidos de esquerda foram contra”, explicou.

Novo modelo trabalhista

O deputado argumentou ainda que a CLT precisa ser modernizada para se adequar à nova realidade do mercado de trabalho. “Ninguém ignora a importância da CLT. Mas, essa legislação, que já completou 74 anos, resulta na baixa produtividade e restringe novas contratações. Tenho certeza que a reforma irá contribuir para a abertura de milhões de postos de trabalho; irá devolver a confiança dos trabalhadores e trabalhadoras; irá dinamizar o mercado interno e dar início a um novo ciclo virtuoso, de prosperidade no Brasil”, argumentou Hildo Rocha.

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Credibilidade é o nosso maior patrimônio

Nosso objetivo é fazer jornalismo com seriedade, produzindo conteúdo regional, sobre política, economia, sociedade e atualidade, na forma de opinião, editorial e criticas. Não usamos de artifícios como sensacionalismo, imagens apelativas, chocantes ou degradantes, tampouco textos, frases, ou palavras chulas para obter acessos.

Não somos o primeiro a divulgar a informação, mas somos quem apresenta o conteúdo checado, aprofundado e diferenciado. Aqui oferecemos aquele algo mais que ainda não foi dito, ou ainda não foi mostrado. Noticias qualquer um pode divulgam, mas com apuração e seriedade só aqui.

Comentários anônimos, ou que contenham, palavrões, pornografia, ataques pessoais, calúnias ou difamações não serão publicados.

Jornalista Abimael Costa

LG Contabilidade Pública

LG Contabilidade Pública

Clinica Santo André

Clinica Santo André