terça-feira, 27 de junho de 2017

Funcionários de terceirizada da Cemar são presos depois de cortarem energia de delegacia em São Luís




- Imagem ilustrativa -

Dois funcionários de uma empresa terceirizada que presta serviço para a CEMAR, foram presos na manhã desta terça-feira (27), em São Luís, depois que cortaram a energia elétrica do 5º Distrito Policial, localizado no bairro Anjo da Guarda. 


O Delegado Walter Vanderlei,que comanda o 5º DP, foi quem determinou a prisão dos funcionários da terceirizada, segundo ele, os dois devem responder pelo crime de danos ao patrimônio público. Já a CEMAR informou que os funcionários agiram corretamente e dentro dos procedimentos legais, já que a unidade consumidora em questão possuía pendências.

Em outras palavras, a delegacia estava com as contas de luz atrasadas, e ao invés de pagar os débitos, preferiu colocar na cadeia os dois trabalhadores que estavam apenas cumprindo a lei. 

A ação no minimo equivocada e atabalhoada, é um tapa na cara do cidadão trabalhador, e um recado para a sociedade, não precisa pagar a conta de energia, basta ameaçar e constranger os funcionários responsáveis pelo corte. 

A Secretaria de Estado da Segurança Pública não se manifestou sobre o caso       
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Credibilidade é o nosso maior patrimônio

Nosso objetivo é fazer jornalismo com seriedade, produzindo conteúdo regional, sobre política, economia, sociedade e atualidade, na forma de opinião, editorial e criticas. Não usamos de artifícios como sensacionalismo, imagens apelativas, chocantes ou degradantes, tampouco textos, frases, ou palavras chulas para obter acessos.

Não somos o primeiro a divulgar a informação, mas somos quem apresenta o conteúdo checado, aprofundado e diferenciado. Aqui oferecemos aquele algo mais que ainda não foi dito, ou ainda não foi mostrado. Noticias qualquer um pode divulgam, mas com apuração e seriedade só aqui.

Comentários anônimos, ou que contenham, palavrões, pornografia, ataques pessoais, calúnias ou difamações não serão publicados.

Jornalista Abimael Costa

Clinica Santo André

Clinica Santo André