segunda-feira, 30 de outubro de 2017

Homem assassinado em Matões do Norte neste domingo, foi sepultado sem atestado de óbito



Sem perícia no local do crime,  e sem exame cadavérico, o corpo foi retirado e entregue a familiares 

No final da tarde deste domingo (29), um homem de 24 anos, foi assassinado a golpes de facão em Matões do Norte. Conforme informações da polícia, a vítima identificada como Robson André dos Santos, foi assassinado depois de ameaçar de morte, e perseguir o suspeito, identificado apenas pelo prenome de Denilson. 

O crime aconteceu por volta das 17h,de domingo (29), no povoado Agro Alegre II, município de Matões do Norte. Uma guarnição da Polícia Militar de Matões do Norte esteve no local onde efetuou buscas no sentido de localizar o suspeito, porém não logrou  êxito.  A PM entrou em contato com a Delegacia de Polícia civil de Miranda, para registrar a ocorrência e proceder a pericia, mas não obteve resposta.

Sobre o caso, o Delegado de Polícia Civil de Miranda do Norte, Dr. Rui Dourado, explicou a nossa reportagem que a a partir do meio dia - 12h - de sexta feira até o meio dia,  12h - de segunda feira, todas as ocorrências devem ser atendidas pelo plantão, em Itapecuru Mirim. "Esta é uma determinação da Delegacia Geral, ou seja, todas as delegacias da 8ª Regional ficam fechadas no final de semana, funcionando apenas o Plantão Central na Delegacia Regional de Itapecuru Mirim, para onde devem ser encaminhadas todas as ocorrências" Conclui o delegado. 

Na hora de remover o corpo para exames cadavéricos,  o hospital de Matões do Norte se recusou a ir buscar e receber o corpo, determinando que fosse levado para o hospital de Miranda do Norte, que também não concordou em remover e receber o corpo, alegando que a vítima é de Matões do Norte, e o crime tinha ocorrido no município vizinho, onde o corpo deveria ser periciado.

Procurada por nossa reportagem, a diretora do Hospital Municipal Pedro Vera Cruz Bezerra, - Miranda do Norte - Suellen Larissa, ressaltou que a instituição não tem poder legal para remover corpos vítimas de violência, do local do crime, ou receber estes corpos, sem autorização da Polícia judiciaria, no caso o delegado de polícia civil. "Orientamos a guarnição a procurar a 8ª Delegacia de Policia Civil em Itapecuru Mirim para as providências legais, que seria encaminhar o corpo para o Instituto Médico Legal em São Luis" enfatiza a diretora da casa de saúde.    

Já o diretor administrativo do Hospital Geral de Matões do Norte - HGMN -, Dr. Raimundo Fonseca, disse a nossa reportagem que  as Unidades de Saúde do Estado não costumam receber corpos, sobretudo referentes à crimes violentos. "A orientação da Subsecretaria de Assuntos Jurídicos da Secretaria de Estado da Saúde, é que os corpos sejam removidos pelo Icrim para o IML local, e nos locais onde não existir IML devem ser transladados para o IML de São Luís" Esclareceu o diretor 

Diante do impasse a família da vítima foi obrigada a fretar um carro para fazer o translado do corpo até a localidade Palmeiral onde residem os parentes de Robson André.  

O corpo da vítima deve ser sepultado sem passar por exame cadavérico, e o local do crime não passou por pericia, já que a Policia judiciária não compareceu ao local do crime. 

É notório o descontentamento e frustração da Polícia Militar diante de situações como essas, que são mais comuns do muitos imaginam. "Na verdade, mesmo não tendo como tomar para si responsabilidades e atribuições de outros entes, quem está no front, não pode fugir da guerra"  desabafa um policial que prefere não se identificar.  

ENTENDA O CRIME 

Conforme a polícia apurou, a vítima estava ingerindo bebida alcoólica no povoado, e o suspeito também estava nas proximidades. Já havia um rixa entre os dois, e Robson teria feito ameças de morte a Denilson, inclusive teria dito a algumas pessoas que hoje - domingo - mataria o suspeito.

Ao avistar Denílson, Robson André o teria ameaçado, e após sacar de um facão passou a perseguir Denilson que para não morrer empreendeu fuga, entrando em uma residência, mas teria sido seguido pela vítima que invadiu a casa e terminou por ser assassinado pelo suspeito. Robson teria um histórico de promover de confusões na região.






Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Credibilidade é o nosso maior patrimônio

Nosso objetivo é fazer jornalismo com seriedade, produzindo conteúdo regional, sobre política, economia, sociedade e atualidade, na forma de opinião, editorial e criticas. Não usamos de artifícios como sensacionalismo, imagens apelativas, chocantes ou degradantes, tampouco textos, frases, ou palavras chulas para obter acessos.

Não somos o primeiro a divulgar a informação, mas somos quem apresenta o conteúdo checado, aprofundado e diferenciado. Aqui oferecemos aquele algo mais que ainda não foi dito, ou ainda não foi mostrado. Noticias qualquer um pode divulgam, mas com apuração e seriedade só aqui.

Comentários anônimos, ou que contenham, palavrões, pornografia, ataques pessoais, calúnias ou difamações não serão publicados.

Jornalista Abimael Costa

LG Contabilidade Pública

LG Contabilidade Pública

Clinica Santo André

Clinica Santo André