segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

Sedihc realiza programação especial no Dia Nacional de Combate ao Trabalho Escravo







A Comissão Estadual para a Erradicação do Trabalho Escravo – COETRAE/MA, em parceria com o Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Cidadania (Sedihc), realiza nesta terça-feira (28), Dia Nacional de Combate ao Trabalho Escravo, às 9h no Auditório da Escola Judicial do Tribunal Regional do Trabalho - TRT (Areinha) vasta programação voltada para discutir a temática.

O dia 28 de janeiro é lembrado como o Dia Nacional de Combate ao Trabalho Escravo. A data foi escolhida para lembrar os três Auditores Fiscais e o motorista do Ministério do Trabalho e Emprego, que foram assassinados no dia 27 de janeiro de 2004, durante fiscalização na Zona Rural da cidade de Unaí/MG. Em alusão à data, Comissão Estadual para a Erradicação do Trabalho Escravo – COETRAE/MA, em parceria com o Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Cidadania (Sedihc), realiza uma programação voltada para discutir a temática.

Na programação, serão apresentados os dados de Fiscalização do Trabalho Escravo - SRTE / MA, além de uma palestra com o tema “Perspectivas para o enfrentamento do trabalho escravo no Maranhão”, ministrada pelo Procurador do Trabalho e professor universitário, Maurício Lima, e uma Oficina de Prevenção ao Trabalho Escravo, com a Procuradora do Trabalho e Coordenadora de Combate ao Trabalho Escravo no MPT-MA, Virgínia de Azevedo Neves.

De acordo com a Organização Internacional do Trabalho (OIT), o trabalho escravo apresenta características bem delimitadas. Além das condições precárias, como falta de alojamento, água potável e sanitários, por exemplo, também existe cerceamento do direito de ir e vir pela coação de homens armados e o tráfico humano. Os trabalhadores são forçados a assumir dívidas crescentes e intermináveis, com alimentação e despesas com ferramentas usadas no serviço.

No Maranhão, a COETRAE existe desde 2007, mas foi reativada pela Sedihc em 2011 e, desde então, lançou o II Plano Estadual do Trabalho Escravo, realizou o Encontro Nacional das COETRAE´s em 2013 e o projeto “Caravana da Liberdade em 2012”.

A COETRAE/MA, o Governo do Estado e a Sedihc, buscam o fomento de ações plurais e integradas de prevenção, repressão e reinserção social das vítimas dessa prática nociva e degradante, visando promover a garantia dos direitos humanos e a manutenção do exercício da cidadania.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Credibilidade é o nosso maior patrimônio

Nosso objetivo é fazer jornalismo com seriedade, produzindo conteúdo regional, sobre política, economia, sociedade e atualidade, na forma de opinião, editorial e criticas. Não usamos de artifícios como sensacionalismo, imagens apelativas, chocantes ou degradantes, tampouco textos, frases, ou palavras chulas para obter acessos.

Não somos o primeiro a divulgar a informação, mas somos quem apresenta o conteúdo checado, aprofundado e diferenciado. Aqui oferecemos aquele algo mais que ainda não foi dito, ou ainda não foi mostrado. Noticias qualquer um pode divulgam, mas com apuração e seriedade só aqui.

Comentários anônimos, ou que contenham, palavrões, pornografia, ataques pessoais, calúnias ou difamações não serão publicados.

Jornalista Abimael Costa

LG Contabilidade Pública

LG Contabilidade Pública

Clinica Santo André

Clinica Santo André