segunda-feira, 28 de julho de 2014

Avô atropela e mata neta ao dar marcha a ré no veiculo


Comovente mensagem da mãe da pequena Victória

Dar marcha a ré em carros, caminhões e veículos utilitários esporte pode ser uma tarefa perigosa. Pontos cegos diretamente atrás do veículo podem acarretar acidentes com danos patrimoniais e até mesmo ferimento ou morte de crianças pequenas. Quando se trata de dar marcha a ré com segurança, não há nada melhor que andar ao redor do carro antes de manobrar.

Uma criança de aproximadamente dois anos de idade morreu depois de ser atropelada por um automóvel no interior da garagem dos avós.

Segundo familiares da pequena Victória, o avô da menina, identificado como Raimundo Sampaio dava ré no veículo e não percebeu que a criança correu para parte de trás do carro, ao dar partida e sair com veículo, ouviu os gritos de um vizinho alertando que ele havia atropelado a menina. 

Ao sair do carro, o avô deparou se com a trágica cena, o corpo da neta estava desfalecido embaixo do veiculo. Socorrida e encaminhada para a UPA - Unidade de Pronto Atendimento de Codó, Victoria não resistiu e faleceu minutos depois.

A tragedia aconteceu no município Maranhense de Codó, no inicio da noite do último sábado (26), mais precisamente no Conjunto Novo Milênio. 

Amigos familiares em estado de choque com a tragedia, publicaram centenas de mensagens de pêsames em um PERFIL que a mãe da pequena Victoria mantem em uma rede social.


No domingo (20/07), Uma família de Manaus viveu uma história muito parecida com esta, com a diferença que no caso de Manaus a criança sobreviveu milagrosamente. 

O brasil inteiro tomou conhecimento do caso através  de um vídeo que mostrava imagens da garagem de uma casa no exato momento que o bebê engatinha para a parte traseira do carro na hora que o pai dava marcha ré. Felizmente o bebê sofreu apenas queimaduras leves na orelha, nas costas e na mão.

As imagens mostram a família entrando no carro. Sem ninguém perceber, o bebê sai de casa vai engatinhando para a porta. O pai começa a dar a ré sem notar que o bebê está embaixo do carro. A situação é percebida por duas pessoas que passavam na rua. 

Um deles fez um sinal para que o carro parasse. A mãe é alertada para algo errado e desce do carro desesperada. Toda a família sai para tentar o resgate. Três pessoas levantam o carro enquanto um dos rapazes que passava na rua puxa o bebê, que estava perto de um dos pneus dianteiros. 

Ao assistir o vídeo, o pai da criança comenta que se a mãe não tivesse percebido, teria esmagado a cabeça do bebê. "Eu ia esmagar a cabeça dele". A família tinha acabado de chegar de um passeio de fim de semana e estava saindo para levar uma sobrinha ao médico. "Tive uma coisa assim de mãe e mandei meu marido parar e desci correndo.

Olhei para embaixo do carro e meu deu desespero. Criança cega a gente. Quando a gente pensa que ela está num lugar, está em outro. Tem que ficar bem atento agora para não acontecer nem coisa parecida", fala a mãe da criança, Thalyta Medeiros. 


REVEJA O VÍDEO
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Credibilidade é o nosso maior patrimônio

Nosso objetivo é fazer jornalismo com seriedade, produzindo conteúdo regional, sobre política, economia, sociedade e atualidade, na forma de opinião, editorial e criticas. Não usamos de artifícios como sensacionalismo, imagens apelativas, chocantes ou degradantes, tampouco textos, frases, ou palavras chulas para obter acessos.

Não somos o primeiro a divulgar a informação, mas somos quem apresenta o conteúdo checado, aprofundado e diferenciado. Aqui oferecemos aquele algo mais que ainda não foi dito, ou ainda não foi mostrado. Noticias qualquer um pode divulgam, mas com apuração e seriedade só aqui.

Comentários anônimos, ou que contenham, palavrões, pornografia, ataques pessoais, calúnias ou difamações não serão publicados.

Jornalista Abimael Costa

LG Contabilidade Pública

LG Contabilidade Pública

Clinica Santo André

Clinica Santo André