domingo, 30 de novembro de 2014

Santa Inês-Ma: Homem é preso dentro de motel com criança de 11 anos



“Todos os dias milhares de crianças e adolescentes sofrem algum tipo de abuso. A denúncia é um importante meio de dar visibilidade e, ao mesmo tempo, oportunizar a criação de mecanismos de prevenção e proteção. Além disso, os serviços de escuta, como o disque-denúncia, delegacias, serviços de saúde e de assistência social, escolas, conselhos tutelares e a própria comunidade, devem estar preparados para acolher e atender a criança e o adolescente”, afirma a diretora de análise de situação em saúde do Ministério da Saúde, Deborah Malta. “Este assunto deve ser debatido incansavelmente nas escolas, comunidades, família, serviços de saúde, entre outros setores da sociedade”, ressalta.

Policiais militares prenderam no final da tarde da ultima quinta-feira, 27 de novembro, em Santa Inês, Raimundo Nonato Pereira, 60 anos, suspeito de abusar sexualmente de uma criança de apenas 11 anos de idade, a menina é sobrinha da esposa do acusado.

Após receber denúncias de que um homem de sessenta anos de idade, estaria em um motel da cidade com uma criança de 11, o Conselho Tutelar do município acionou a Policia Militar.

Raimundo Nonato foi preso em flagrante dentro de um dos quartos de um motel, localizado na Rua do Sol, centro de Santa Inês. No momento da ação policial a criança foi encontrada sem roupas. Questionado sobre a situação, o acusado argumentou que a criança tinha sujado o pé e ele teria entrado no local para lava-lo, mas, inquirido o porquê da criança está despida, ele não soube responder.

Preso em flagrante o suspeito foi encaminhado para Delegacia Regional de Santa Inês.

Para a  a psicóloga Margareth de Jesus Costa, o fato de vivermos em uma cultura de violência, que banaliza e naturaliza atos violentos, torna os indivíduos cada vez mais insensíveis frente aos graves atentados contra a garantia de direitos de crianças e adolescentes. É necessário compreender o fenômeno da violência sexual contra crianças e adolescentes e reagir. “Não ser tolerante a atos de violência é essencial para combatê-los. O complô do silêncio apenas fortalece o agressor e faz multiplicar as agressões”, destaca Margareth de Jesus.

Como denunciar casos de violência sexual

É preciso romper com o pacto de silêncio que encobre as situações de abuso e exploração contra crianças e adolescentes. Não se pode ter medo de denunciar. Essa é a única forma de ajudar esses meninos e meninas.

Saiba a quem recorrer em caso de suspeita de violência sexual infanto-juvenil:

Conselhos Tutelares – Os Conselhos Tutelares foram criados para zelar pelo cumprimento dos direitos das crianças e adolescentes. A eles cabe receber a notificação e analisar a procedência de cada caso, visitando as famílias. Se for confirmado o fato, o Conselho deve levar a situação ao conhecimento do Ministério Público.

Varas da Infância e da Juventude – Em município onde não há Conselhos Tutelares, as Varas da Infância e da Juventude podem receber as denúncias. 
Outros órgãos que também estão preparados para ajudar são as Delegacias de Proteção à Criança e ao Adolescente e as Delegacias da Mulher.

 DISQUE 100

O serviço do Disque Denúncia Nacional de Abuso e Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes é coordenado e executado pela Secretaria Especial dos Direitos Humanos da Presidência da República.

Por meio do 100, o usuário pode denunciar violências contra crianças e adolescentes, colher informações acerca do paradeiro de crianças e adolescentes desaparecidos, tráfico de pessoas – independentemente da idade da vítima – e obter informações sobre os Conselhos Tutelares.

O serviço funciona diariamente de 8h às 22h, inclusive nos finais de semana e feriados. As denúncias recebidas são analisadas e encaminhadas aos órgãos de defesa e responsabilização, conforme a competência, num prazo de 24h. A identidade do denunciante é mantida em absoluto sigilo.

Saiba mais sobre o tema

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Credibilidade é o nosso maior patrimônio

Nosso objetivo é fazer jornalismo com seriedade, produzindo conteúdo regional, sobre política, economia, sociedade e atualidade, na forma de opinião, editorial e criticas. Não usamos de artifícios como sensacionalismo, imagens apelativas, chocantes ou degradantes, tampouco textos, frases, ou palavras chulas para obter acessos.

Não somos o primeiro a divulgar a informação, mas somos quem apresenta o conteúdo checado, aprofundado e diferenciado. Aqui oferecemos aquele algo mais que ainda não foi dito, ou ainda não foi mostrado. Noticias qualquer um pode divulgam, mas com apuração e seriedade só aqui.

Comentários anônimos, ou que contenham, palavrões, pornografia, ataques pessoais, calúnias ou difamações não serão publicados.

Jornalista Abimael Costa

LG Contabilidade Pública

LG Contabilidade Pública

Clinica Santo André

Clinica Santo André