sábado, 14 de março de 2015

Antônio Pereira vai à Caema e cobra a solução para falta d’água em Imperatriz





O deputado Antônio Pereira (DEM) ocupou a tribuna da Assembleia Legislativa, para pedir que o governador Flávio Dino (PC do B) determine, com a máxima urgência, a solução do problema da falta d’água que prejudica milhares de pessoas em Imperatriz, a segunda maior e mais importante cidade do Maranhão.

Na legislatura passada, Antônio Pereira lutou junto ao governo do estado - a pedido dos vereadores, lideranças políticas e da população - e conseguiu de 10 poços artesianos para a cidade de Imperatriz, mas apenas dois deles foram perfurados, com recursos do empréstimo do BNDES, aprovado pela Assembleia em 2014.

Ao participar de reunião com o diretor-presidente da Caema, Davi Telles, Antônio Pereira demonstrou preocupação, ao saber que os oito poços artesianos licitados e contratados não serão mais perfurados, pois o governo do estado vai mudar a sistemática de captação e distribuição de água potável em Imperatriz.

O democrata soube que os poços artesianos perfurados no Parque Anhanguera e no Parque Santa Lúcia, serão equipados com bombas e vão funcionar. Os outros oito poços não serão perfurados, porque a Caema vai aumentar a capacidade de captação do Rio Tocantins, para atender também outros municípios.

SISTEMA MISTO

No pronunciamento, Antônio Pereira disse que aposta no sucesso do novo sistema de captação, mas a população de Imperatriz cobra uma solução imediata para o problema da falta d’água, especialmente depois do início da operação da Hidrelétrica do Estreito, que provoca oscilação no volume do Rio Tocantins.

Durante a reunião, Antônio Pereira sugeriu que diante da grave crise a Caema adote um sistema misto, permitindo a captação e a distribuição de água de Imperatriz por meio do bombeamento do Rio Tocantins, com backups dos 10 poços artesianos licitados e contratados, quando ocorrer falta d’água no sistema principal.

Na oportunidade, Antônio Pereira agradeceu ao diretor-presidente da Caema, Davi Teles, pela celeridade no atendimento aos pleitos da cidade de Imperatriz. Recentemente, a Caema consertou uma bomba de captação em uma semana. No governo anterior o conserto demorava até dois meses.

Finalizando, Antônio Pereira pediu ao governador e ao diretor-presidente da Caema, Davi Telles, uma análise mais apurada do problema da falta d’água na cidade de Imperatriz, pois a população cobra uma breve solução para acabar com a crise hídrica, por meio dos vereadores e lideranças políticas e comunitárias.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Credibilidade é o nosso maior patrimônio

Nosso objetivo é fazer jornalismo com seriedade, produzindo conteúdo regional, sobre política, economia, sociedade e atualidade, na forma de opinião, editorial e criticas. Não usamos de artifícios como sensacionalismo, imagens apelativas, chocantes ou degradantes, tampouco textos, frases, ou palavras chulas para obter acessos.

Não somos o primeiro a divulgar a informação, mas somos quem apresenta o conteúdo checado, aprofundado e diferenciado. Aqui oferecemos aquele algo mais que ainda não foi dito, ou ainda não foi mostrado. Noticias qualquer um pode divulgam, mas com apuração e seriedade só aqui.

Comentários anônimos, ou que contenham, palavrões, pornografia, ataques pessoais, calúnias ou difamações não serão publicados.

Jornalista Abimael Costa

LG Contabilidade Pública

LG Contabilidade Pública

Clinica Santo André

Clinica Santo André