quarta-feira, 1 de abril de 2015

Agressão e prisão de militante dos Direitos Humanos gera criticas e insatisfação




A ação policial que resultou na prisão e agressão do militante e ativista dos Direitos Humanos, Jhonatan Soares na noite desta terça-feira (31), dentro do Terminal de Integração da Praia Grande repercutiu de forma negativa e vem sendo muito criticada por movimentos sociais e representantes da sociedade civil organizada. 



Jhonatan Soares é funcionário público, militante dos direitos humanos, secretário da Pastoral da Juventude da Arquidiocese de São Luís e ex-conselheiro tutelar. Muito conhecido nos movimentos sociais por sua ação em defesa dos direitos humanos, Jhonatan reside na área da Cidade Olímpica onde participa de vários movimentos de combate a violência, criminalidade e exclusão social na região.

Apesar de toda a repercussão que a agressão e prisão do militante de direitos humanos alcançou, o governo mantem se calado e mudo. Com exceção do Secretário de Estado dos Esportes, Márcio Jardim, nenhuma voz oficial se pronunciou até o momento. Márcio Jardim  aprovou a ação policial e disse em uma rede social que Milícia PM tem q reprimir!

O professor e pesquisador do Departamento de História da Universidade Federal do Estado do Maranhão-UFMA-, Wagner Cabral, que também é autor de vários estudos e artigos sobre violência e um dos articuladores da criação do Observatório da Violência se manisfestou sobre a ação que resultou na prisão de Jhonatan Soares


Wagner CabralMinha solidariedade a Jhonatan Soares!!!
Deus do céu... a polícia militar prendeu um membro do próprio governo Flávio Dino como "perigoso subversivo" por participar da manifestação dos estudantes...
Além disso, são inúmeras as narrativas da violenta REPRESSÃO policial.
Agora, a imprensa alinhada aos palácios dos Leões e La Ravardiere começou a CRIMINALIZAR a manifestação dos estudantes...
Muito me admira que um governo chefiado por militantes históricos do movimento estudantil da UFMA patrocine a repressão e criminalização dos estudantes!
Mas o poder... ah, o poder!

Quem também prestou solidariedade foi a militante e ativista de Direitos Humanos  

Ivana Braga:

Acho que eu queria dizer pra mim e pra vocês, Jhonatan Soares e Enilson Ribeiro "Diante do ódio que avança tenho abundância de amor... Enquanto eles clamam por grades, sonhamos com asas... Eles legislando, lucrando, regendo, doutrinando, matando... Nós de arte, de rolê e de tesão... E haja samba e rua pra nos caber... Nós que não costumamos conjugar a primeira pessoa do singular porque simplesmente existimos só se juntos, a coletividade é nosso vício, por isso as rodas são nossas escolas... Tentem nos prender, nos matar, nos calar: não conseguirão! Nossa expertise (e pra essa não há escola) é sobreviver! Nossos santos se escondem por trás dos seus símbolos brancos e de repente, aí estamos de novo, fortes como enxurradas que tomam as ruas depois de uma seca tremenda. Por isso nem choro pela perda de hoje, porque sei que capoeira esquiva mas não cai! Porque sei que do cansaço, do ódio, do medo que tentam nos infligir temos que produzir coragem, afeto e resistência, por nós, por nossos filhos por nossos antepassados!" - Lídia Rodrigues



O movimento que se auto intitula: Frente de Luta Contra o Aumento da Passagem em São Luís - 3° Ato, publicou manifesto em rede social criticando a ação da policia 




Vamos ao terceiro dia de protestos contra o aumento da passagem em São Luís. Os dois anteriores foram vitoriosos em si mesmo o qual todas as pessoas envolvidas, todas mesmos, estão super de parabéns!!!! Hoje, no segundo ato, sofremos repressão brutal da PM e da guarda municipal. Agrediram mulheres, jogaram spray de pimenta em jovens manifestantes e demonstraram todo o despreparo do modelo de segurança pública baseada na militarização da polícia.

Diante disso acrescentamos agora a pauta da desmilitarização da Polícia Militar do Maranhão e a profissionalização baseada em princípios dos direitos humanos dos agentes responsáveis pela segurança pública. Queremos ser tratados com respeito, tanto no que toca a mobilidade urbana da cidade quanto ao comportamento dos agentes de segurança do Estado.

Ao mesmo tempo repudiamos veementemente as tentativas de desestabilização da assembleia do movimento quando do lançamento de bombas de murrão que provocaram toda a reação desproporcional por parte da PM e da guarda municipal. Essas pessoas não representam o movimento que reivindica a revogação do aumento da passagem e temos desconfiança de que se trata inclusive de agentes poĺiticos infiltrados ou de próprios agentes de segurança pública infiltrados ao movimento na tentativa de implodir a nossa mobilização.

Nossa resposta vai ser dada em mais um dia de manifestações neste 01 de Abril. E não se enganem, não é mentira. 

A ILHA ACORDOU E NÃO VAI MAIS DORMIR ENQUANTO A REVOGAÇÃO DO AUMENTO DA PASSAGEM NÃO FOR ANUNCIADO. 
3º DIA DE MANIFESTAÇÕES PELA REVOGAÇÃO DO AUMENTO DA PASSAGEM
09:00h IFMA, Campus Maracanã
16:00h Praça Deodoro



Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Credibilidade é o nosso maior patrimônio

Nosso objetivo é fazer jornalismo com seriedade, produzindo conteúdo regional, sobre política, economia, sociedade e atualidade, na forma de opinião, editorial e criticas. Não usamos de artifícios como sensacionalismo, imagens apelativas, chocantes ou degradantes, tampouco textos, frases, ou palavras chulas para obter acessos.

Não somos o primeiro a divulgar a informação, mas somos quem apresenta o conteúdo checado, aprofundado e diferenciado. Aqui oferecemos aquele algo mais que ainda não foi dito, ou ainda não foi mostrado. Noticias qualquer um pode divulgam, mas com apuração e seriedade só aqui.

Comentários anônimos, ou que contenham, palavrões, pornografia, ataques pessoais, calúnias ou difamações não serão publicados.

Jornalista Abimael Costa

LG Contabilidade Pública

LG Contabilidade Pública

Clinica Santo André

Clinica Santo André