segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

Mãe de quatro filhos e grávida, mulher morta atropelada por carreta na BR 316 teria se jogado



A cada 45 minutos um brasileiro morre vítima de suicídio, todo dia 32 pessoas tiram a própria vida no Brasil. 17% dos brasileiros, em algum momento, pensaram seriamente em dar cabo a própria vida, desses, 4,8% chegaram a elaborar um plano para isso.

No final da manhã deste domingo de Natal (25), uma mulher de 35 anos. gravida e mãe de quatro filhos, morreu atropelada por uma carreta. O trágico acidente registrado na BR 316 teria sido provocado pela vitima. Segundo o companheiro vitima, testemunhas e vizinhos,  ela tinha transtornos depressivos, e já havia tentado suicídio uma vez.



No acidente registrado no KM 424 da BR 316, - perímetro urbano de Peritoró - por volta do meio dia de domingo (25), a mulher identificada como Elisângela Arruda Silva de 35 anos, morreu atropelada pela carreta VOLVO/FH4406X2T, de placa do estado de Sergipe que transitava no sentido decrescente da via Caxias/Peritoró. 

O motorista foi conduzido para o posto PRF daquele município e posteriormente para a delegacia de Polícia Civil, onde foi ouvido pelo delegado de plantão. Natural de Codó, Elisângela mãe de quatro filhos e gravida do quinto, morava atualmente em Peritoró, e teria se jogado na frente da carreta, ela sofreria de depressão e já teria tentado o o suicídio

A cada 45 minutos um brasileiro morre vítima de suicídio, todo dia 32 pessoas tiram a própria vida no Brasil. 17% dos brasileiros, em algum momento, pensaram seriamente em dar cabo a própria vida, desses, 4,8% chegaram a elaborar um plano para isso. Os dados são de uma pesquisa da Unicamp e estão disponíveis para consulta aqui: FALANDO ABERTAMENTE SOBRE SUICÍDIO. Os números são assustadores, o tema suicídio ainda é um tabu, mas felizmente segundo especialistas no assunto, na maioria das vezes é possível evitar que pensamentos e tentativas suicidas virem realidade. Para tanto é necessário saber quais as principais causas de suicídio e as formas de ajudar, para começo de conversa é essencial deixar os preconceitos de lado e conferir alguns dados básicos sobre o assunto.

Conforme o famoso neuropsiquiatra Ruy Palhano, a depressão é o mal do século e a causa principal de 90% dos casos de suicídios no mundo atualmente, para o especialista a depressão passou a fazer parte do dia a dia da população, se tornando muito comum nos tempos modernos. Diversos fatores podem contribuir para que a depressão se desenvolva e estão ligados a aspectos genéticos ou hereditários, ambientais ou psicológicos e atinge crianças, adultos, homens e mulheres. 

É possível prevenir os casos de suicídio, basta conhecer o assunto e ajudar as pessoas que passam pro problemas, para isso estão disponíveis serviços de ajuda profissional como O CVV - Centro de Valorização da Vida, que realiza apoio emocional e prevenção do suicídio, atendendo voluntária e gratuitamente todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo por telefone 144, email, chat e Skype 24 horas todos os dias. 

Em entrevista ao jornalista Alexson Sampaio, do jornal O Imparcial, publicada em 17/10/2016, o Neuropsiquiatra e professor de psiquiatria do curso de Medicina da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), Ruy Palhano apontou a depressão como MAL DO SÉCULO. 

O que é depressão? Depressão ou transtorno depressivo é um distúrbio, um desequilíbrio fisiológico funcional que afeta o sistema nervoso central, alterando o humor e a maneira da pessoa lidar com sentimentos diversos relativos à afetividade.

Quais fatores contribuem para desencadear a depressão?  
Separações, traumas de infância, traumas provocados por doenças graves, uso de drogas (dependência química). Esses são fatores, porém não os que mais causam. Por conta disso, a depressão é uma condição de base genética. As pessoas com depressão têm na vida herança para esse transtorno. Não são todos os eventos que podem causar depressão, depende da sua vulnerabilidade, isso é um atributo genético, a pessoas que têm predisposição, uma tendência para aquele problema. É importante se atentar para isso que, ao contrário do que normalmente se pensa, os fatores psicológicos e sociais, muitas vezes, são consequência e não causa da depressão. Vale ressaltar que o estresse pode precipitar a depressão em pessoas com predisposição, que provavelmente é genética. A prevalência (número de casos numa população) da depressão é estimada em 19%, o que significa que aproximadamente uma em cada cinco pessoas no mundo apresenta o problema em algum momento da vida.

Qual é a base para manifestação da doença? A manifestação da depressão, embora seja uma experiência psicológica, um sentimento disfuncional, tem uma base biológica, e a manifestação clínica desse sentimento anormal se dá por uma desarmonia do cérebro da gente. O sistema nervoso central, quando se disfunciona, começa a provocar esse tipo de sintoma não só para depressão mais também para outras doenças.

Quais os principais sintomas da doença? Os principais sintomas de uma pessoa depressiva são quando ela vive triste com constantes ideias de suicídio, se sente insegura, com constantes angústias e medos infundados, irritabilidade, cansaço, sono irregular com grande sonolência durante, o dia e, insônias à noite. Em casos extremos, algumas pessoas perdem o emprego, abandonam os estudos e se excluem de seu círculo social, vivendo à margem de tudo e de todos, costumam ter manias de perseguição, achando que tudo a sua volta oferece grande perigo e que sempre é o alvo, com desinteresse total pela vida. Ao perceber que a pessoa está com estas características, é bom buscar auxílio o mais breve possível para que o profissional habilitado, através de exames específicos, possa dar o diagnóstico preciso e iniciar o tratamento imediatamente.

Como é feito o tratamento? O tratamento da depressão é feito com a combinação de antidepressivos e estimulação magnética. A farmacologia do tratamento desses transtornos hoje tem uma plêiade de medicamentos altamente eficazes para tratar a depressão, são mais de 50 produtos chamados de antidepressores. E que revertem à doença, mudando todo esse cenário. Outra forma de tratar a depressão é o que chamados de tratamento de estimulação magnética transcraniana é onde fazemos incidir uma onda que reverte o problema, e o tal desejo de morte em algumas semana acaba. Há sete anos desenvolvo trabalho pioneiro no Maranhão, então, se uma pessoa chega com as características de um depressivo, é atendida com medicações e tratamento.

SAIBA MAIS SOBRE O ASSUNTO:

SUICÍDIO, INFORMANDO PARA PREVENIR

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Credibilidade é o nosso maior patrimônio

Nosso objetivo é fazer jornalismo com seriedade, produzindo conteúdo regional, sobre política, economia, sociedade e atualidade, na forma de opinião, editorial e criticas. Não usamos de artifícios como sensacionalismo, imagens apelativas, chocantes ou degradantes, tampouco textos, frases, ou palavras chulas para obter acessos.

Não somos o primeiro a divulgar a informação, mas somos quem apresenta o conteúdo checado, aprofundado e diferenciado. Aqui oferecemos aquele algo mais que ainda não foi dito, ou ainda não foi mostrado. Noticias qualquer um pode divulgam, mas com apuração e seriedade só aqui.

Comentários anônimos, ou que contenham, palavrões, pornografia, ataques pessoais, calúnias ou difamações não serão publicados.

Jornalista Abimael Costa

Clinica Santo André

Clinica Santo André