sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Agência Matraca lança Projeto Rede Jovem de Controle Social


 Dados da Plataforma Centros Urbanos (PCU) - uma iniciativa do Unicef, poder público e sociedade civil - dão conta que morrem muito mais crianças e adolescentes na Cidade Olímpica do que em qualquer outro bairro da grande São Luís. A taxa de homicídio para cada 100 mil habitantes com idade entre 10 e 19 anos é de 189,3. A média da capital maranhense, já considerada elevada, é de 40,8. Com o objetivo de ampliar o controle social sobre as políticas públicas voltadas para os direitos da criança e do adolescente naquele território, a Agência de Notícias da Infância Matraca lançou nesta quinta-feira (26/02), o Projeto Rede Jovem de Controle Social.

O projeto, que tem o apoio do Unicef e do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de São Luís-MA (CMDCA), foi motivado pela vulnerabilidade em que se encontra a população da Cidade Olímpica, especialmente crianças, adolescentes e jovens. Informações do Atlas do Desenvolvimento Humano nas Regiões Metropolitanas (PNUD 2014, ano base 2010), reforçam isso. Na Cidade Olímpica, a renda per capita é de apenas R$ 352,04 e somente 28,34% dos jovens com idade entre 18 e 20 anos concluíram o ensino médio.


Para o defensor público Gabriel Furtado, o Projeto Rede Jovem de Controle Social demonstra uma ação e um planejamento inovador da Agência de Noticias da Infância Matraca já que desfaz a velha perspectiva hierárquica onde ainda era necessário a vinda de uma autoridade externa para resolver um problema da comunidade.

O defensor enfatiza ainda que o projeto é inovador por trazer autonomia para a comunidade e especialmente para a população juvenil o que resulta no desenvolvimento de novas lideranças, na reafirmação da autonomia da comunidade e o fortalecimento da cidadania tornando os sujeitos de direitos. 


O projeto visa ainda estabelecer um canal permanente de diálogo com a Prefeitura de São Luís para a definição de estratégias de transparência para as políticas implementadas na área da infância e adolescência; qualificar adolescentes para realizar o controle social das políticas públicas e criar um canal de comunicação para disseminar as ações de monitoramento junto à população em geral.



A Rede Jovem de Controle Social é formada por jovens e adolescentes com idade entre 15 e 21 anos interessados no controle social, já participantes de projetos sociais ou de movimentos estudantis. O envolvimento dos jovens neste monitoramento é um direito legítimo de participar do acompanhamento de políticas que lhes afetam diretamente. Longe de ser uma situação conflituosa, o projeto pretende estabelecer uma relação dialogada e construtiva. Por fim, o projeto prevê a socialização das discussões e resultados através de eventos e de um aplicativo.

O lançamento do projeto aconteceu no Salão Paroquial Santíssima Trindade, localizado na Cidade Olímpica e contou com a presença de autoridades como: a titular da Secretaria Municipal da Criança e Assistência Social, Andreia Lauande; a secretária adjunta de Ensino, Leônia Queiroga; defensor público Gabriel Furtado; superintendente de Educação e Direitos Humanos, Thiago G. Viana; presidente do Conselho Municipal da Criança e do Adolescente, Neuza Ribeiro; Wellinton Resende, da CGU; representante da Secretaria de Juventude, Jhonatan Soares e da Secretaria de Estado de Planejamento; consultoras do Unicef, Andreia Barbosa e Lissandra Leite, além de representantes da Rede de Justiça Juvenil e do Conselho Tutelar, entre outros.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Credibilidade é o nosso maior patrimônio

Nosso objetivo é fazer jornalismo com seriedade, produzindo conteúdo regional, sobre política, economia, sociedade e atualidade, na forma de opinião, editorial e criticas. Não usamos de artifícios como sensacionalismo, imagens apelativas, chocantes ou degradantes, tampouco textos, frases, ou palavras chulas para obter acessos.

Não somos o primeiro a divulgar a informação, mas somos quem apresenta o conteúdo checado, aprofundado e diferenciado. Aqui oferecemos aquele algo mais que ainda não foi dito, ou ainda não foi mostrado. Noticias qualquer um pode divulgam, mas com apuração e seriedade só aqui.

Comentários anônimos, ou que contenham, palavrões, pornografia, ataques pessoais, calúnias ou difamações não serão publicados.

Jornalista Abimael Costa

LG Contabilidade Pública

LG Contabilidade Pública

Clinica Santo André

Clinica Santo André