quinta-feira, 13 de abril de 2017

Líder quilombola é assassinado em emboscada na comunidade do Charco



Moradores da comunidade quilombola Charco, localizada no município de São Vicente Ferrer, encontraram nesta quarta-feira (13), o corpo de um dos lideres da comunidade caído próximo a um rio, com quatro perfurações produzidas por arma de  fogo. 
  
Raimundo Silva, também conhecido como “Umbico”, havia recebido um dinheiro das mãos de uma pessoa da comunidade momentos antes de ser assassinado. No entanto, nada foi roubado e o dinheiro foi encontrado no bolso. As características apontam para crime de encomenda feito através de uma tocaia.

O quilombola era uma das figuras de destaque do Charco e cunhado de Zilmar Mendes, líder da comunidade. Na região há grandes conflitos de terras que já resultaram na morte do líder quilombola Flaviano Pinto Neto, em 2010.

Foi Flaviano quem impulsionou a criação do Moquibom (Movimento Quilombola do Maranhão) e a formação da associação da comunidade, cuja primeira luta foi garantir o acesso livre à terra. Apesar da comunidade existir há mais de 150 anos, nas últimas décadas fazendeiros se apropriaram de seus territórios e cobravam o “foro”, uma taxa de ocupação. Quem não pagasse tinha suas plantações e roçados destruídos, além de sofrer ameaças de jagunços. Flaviano e os moradores do Charco sabiam que eram os legítimos donos da terra e se recusaram a pagar a taxa.

No dia 30 outubro de 2010, Flaviano foi assassinado por pistoleiros após sair de uma reunião. “Só deu tempo de eu chegar em casa e ouvir os tiros, quando a gente foi pra lá já achou ele morto com 7 tiros na cabeça. Ele tava com o documento da associação tudo debaixo do braço“, explica Zilmar, que também era sobrinha de Flaviano. Desde o assassinato, a comunidade luta por justiça. Mas em 2015, os fazendeiros acusados de serem os mandantes do crime, foram absolvidos pela justiça.

A CSP-Conlutas está tomando todas as providências no sentido de apoiar material e politicamente a comunidade quilombola do Charco e exigir a mais ampla apuração de mais um crime bárbaro no campo brasileiro. Além disso, neste difícil momento de dor para a comunidade do Charco, os ativistas de central e do PSTU prestam a mais sincera solidariedade a todos os quilombolas e a família de Raimundo.
Com informações da Folha de SJB



Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Credibilidade é o nosso maior patrimônio

Nosso objetivo é fazer jornalismo com seriedade, produzindo conteúdo regional, sobre política, economia, sociedade e atualidade, na forma de opinião, editorial e criticas. Não usamos de artifícios como sensacionalismo, imagens apelativas, chocantes ou degradantes, tampouco textos, frases, ou palavras chulas para obter acessos.

Não somos o primeiro a divulgar a informação, mas somos quem apresenta o conteúdo checado, aprofundado e diferenciado. Aqui oferecemos aquele algo mais que ainda não foi dito, ou ainda não foi mostrado. Noticias qualquer um pode divulgam, mas com apuração e seriedade só aqui.

Comentários anônimos, ou que contenham, palavrões, pornografia, ataques pessoais, calúnias ou difamações não serão publicados.

Jornalista Abimael Costa

LG Contabilidade Pública

LG Contabilidade Pública

Clinica Santo André

Clinica Santo André