Ele é a nossa voz

ANTONIO PEREIRA

INSCREVA-SE JÁ

domingo, 31 de agosto de 2014

Pais de menina internada para tratar tumor no cérebro precisam de sua ajuda




Há cerca de 60 dias, os pais da garota Ludmila Cristina Barros Lima, de três anos de idade, perceberam que a criança apresentava dificuldades para caminhar, sentar e levantar. Preocupados, eles trouxeram a filha para uma consulta com especialista em São Luis.

Após exames detalhados, veio o diagnóstico, Ludmila tem um tumor no cérebro que não pode ser operado no momento, é preciso passar antes por sessões de radio e quimioterapia e só depois os médicos avaliarão se é possível fazer a cirurgia para retirada do tumor. 

Ludmila mora com os pais no Bairro do Céu em Santa Inês, município maranhense distante 225 quilômetros da capital, Depois do diagnostico ela foi internada no Hospital Materno Infantil em São Luis, e inicia a radioterapia nesta segunda-feira (01).

O pai de Ludmila é comerciário e a mãe técnica em enfermagem, ambos tiveram que abandonar o serviço em Santa Inês para se dedicarem integramente a acompanhar o tratamento da filha em São Luis. 

Sem ter condições financeiras de se manter na capital, os pais de Ludmila passam por dificuldades. Amigos, familiares e conhecidos do casal, apelam aos que puderem de alguma forma contribuir, que ajudem esta família.  

INFORMAÇÕES 

 (98) 8203 - 3704 - Pai de Ludmila 
 (98) 8144 - 4559 - Mãe 
 (98) 8153 - 8754 - Professora
 (98) 3653 - 2215 - Escola Rumo do Saber 

Participe desta corrente de solidariedade:
Deposite qualquer quantia, ajude de qualquer forma: 

CAIXA ECONÔMICA FEDERAL 
CONTA CORRENTE:  00023663-7
AGENCIA - 0768 
OPERAÇÃO -001






Só mais um projeto de poder


Por: Joaquim Haickel 

Vale ler o que Joaquim Haickel diz sobre o discurso e o projeto de governo dos Dinistas. Em artigo publicado neste domingo, (31), o articulista faz uma interessante analise sobre o que dizem os Dinistas, destaquei três pontos que considero centrais, reproduzo abaixo o texto na íntegra para apreciação dos nobres leitores. 
"Para discordar deles, que vociferam palavras de “mudança”, basta analisar um pouco suas propostas, todas frágeis, alicerçadas em sofismas e discursos midiáticos bonitos, mas vazios".

"Tirem deles a bandeira anti-Sarney que eles ficarão sem o que vestir. Ficarão nus, vestidos apenas com o velho e “fadigoso” discurso da mudança, uma mudança apenas de nomes, não de métodos. Ficarão vestidos apenas em seus projetos pessoais de poder".
"...Os Dinistas dizem que, no governo, realizarão mudanças para viabilizar o desenvolvimento e o progresso, mas se dependesse deles, nenhum dos projetos desenvolvimentistas do Maranhão teriam sido implantados, eles se opuseram a todos. Cito: Alumar, Vale, Suzano, Hidroelétrica de Estreito, Termoelétricas, o gás do sertão, a Refinaria da Petrobras, o cultivo de cana e soja, o plantio de eucalipto, e não nos esqueçamos da siderúrgica que viria se implantar no Maranhão e foi rechaçada por eles".

Analisemos hoje a bandeira e o discurso da campanha Dinista.

1 A bandeira anti-Sarney. Para eles, Sarney representa tudo o que não presta. Dizem que desde 1966, quando assumiu o governo do Maranhão, Sarney e seu grupo político só prejudicou o nosso Estado e nosso povo. Demonizaram Sarney.

Essa ladainha vem sendo rezada de forma sistemática faz muito tempo, enquanto o nosso grupo político nunca conseguiu desmistificar tais versões. O governo, ligado a nós, sempre se preocupou em fazer propaganda e não em fazer comunicação. Nunca mantivemos um diálogo direto, aberto e franco com a população. Esse setor sempre esteve voltado para mostrar as ações do GOVERNO, não para fortalecer a imagem do ESTADO. Espertamente nossos adversários resolveram destruir a imagem de nosso Estado para com isso nos atingir. Assim provaram que a propaganda é muito menos eficaz que a comunicação.

2O discurso da mudança. Os Dinistas se dizem os únicos capazes de realizar a mudança de rumos que o Maranhão precisa. São os únicos honestos, competentes e confiáveis. Dizem ser sempre injustiçados e perseguidos. São as vítimas, isso quando eles não se endeusam…

Repetiram esse discurso por tempo suficiente para solidificá-lo e fazê-lo forte, enquanto o governo ao qual somos ligados realizou grandes ações, mas só se preocupou em fazer propaganda delas, em listá-las, relacioná-las. Não se preocupou em bem se comunicar com o nosso povo, em fazer com que ele se sentisse copartícipe. Isso tudo somado ao fato de que, nossos adversários, de maneira perversa, minaram e destruíram parte da autoestima da nossa população.

A bandeira de “abaixo a oligarquia” associada ao discurso de “mudança” são os mantras que compõem o missal Dinista. Ao juntarem a bandeira gasta do anti-sarneismo ao discurso gago da falsa mudança, o que eles fazem, na verdade, é tentar resgatar o discurso vibrante e a bandeira nobre do sarneismo original, aquele de 1966, instrumentos que levaram ao fim do período vitorinista. Querem repetir a historia e nós os temos ajudado.

Faz alguns anos escrevi um artigo onde dizia que se não reformulássemos a nossa forma de fazer política, FD acabaria por ficar em relação a JS na mesma posição em que este um dia esteve em relação a VF. Boa parte do que acontece hoje é culpa nossa, mas acredito que ainda haja chance de mudar esse roteiro.

Explico: quando Sarney assumiu o governo em 1966, o nosso Estado encontrava-se em termos de desenvolvimento e progresso, ainda em meados do século XIX, com uns 80 anos de defasagem. Acredito que se formos fazer essa mesma conta hoje, descobriremos que ainda estamos defasados, mas essa diferença agora deve ser de uns oito anos.

Sarney construiu em seus quatro anos de governo, 48 anos atrás, algumas das mais importantes obras estruturantes do Maranhão. Não comentarei outra, só citarei o Porto do Itaqui. Equipamento que torna o Maranhão o mais convidativo e viável Estado do Norte e Nordeste do Brasil. Nosso porto nos coloca não apenas no próximo século, ele nos garante a eternidade.

Nossos adversários debitam a Sarney todas as coisas erradas e ruins feitas nos governos do Maranhão nos últimos 48 anos. Façam isso, mas creditem também a ele as coisas certas e boas feitas nesse período, caso contrário, estaremos usando dois pesos e duas medidas, forma reconhecidamente incorreta e injusta de julgar.

Se fizermos uma simples contabilidade descobriremos que na verdade o grupo Sarney é responsável por apenas 26 anos desse tempo, enquanto aos apoiadores de Dino cabe a responsabilidade dos outros 22 anos.

Por outro lado, o Maranhão de 2014 tem pouca semelhança com o de 1966. O Dino de hoje pouco se assemelha ao Sarney de 1966. Sarney hoje pouco lembra o Victorino daquela época. Os papéis parecem ser os mesmos, o cenário, em que pese ser o mesmo, tem outra ambientação e circunstâncias totalmente diferentes. Os personagens estão nas mesmas marcações, suas falas são parecidas, mas os atores que os interpretam não são capazes de imprimir no palco o mesmo espetáculo.

Há ainda o elenco coadjuvante de antes e o de agora. Nesse quesito essa nova montagem teatral prenuncia um fracasso total. Quem é ligado a Flávio pode ser comparado a Tribuzi? Haroldo Tavares tem um similar no grupo Dinista? Quem se igualaria a Cesar Cals ou Vicente Fialho, que foram depois ministros de Estado? Nem mesmo o Zé Reinaldo e o Castelo de hoje podem ser comparados aos de antes.

Muita coisa ainda pode ser dita, mas encerrarei lembrando que os Dinistas dizem que, no governo, realizarão mudanças para viabilizar o desenvolvimento e o progresso, mas se dependesse deles, nenhum dos projetos desenvolvimentistas do Maranhão teriam sido implantados, eles se opuseram a todos. Cito: Alumar, Vale, Suzano, Hidroelétrica de Estreito, Termoelétricas, o gás do sertão, a Refinaria da Petrobras, o cultivo de cana e soja, o plantio de eucalipto, e não nos esqueçamos da siderúrgica que viria se implantar no Maranhão e foi rechaçada por eles.

Para discordar deles, que vociferam palavras de “mudança”, basta analisar um pouco suas propostas, todas frágeis, alicerçadas em sofismas e discursos midiáticos bonitos, mas vazios.

Tirem deles a bandeira anti-Sarney que eles ficarão sem o que vestir. Ficarão nus, vestidos apenas com o velho e “fadigoso” discurso da mudança, uma mudança apenas de nomes, não de métodos. Ficarão vestidos apenas em seus projetos pessoais de poder.

Acredito que sem estas ferramentas eles não teriam nenhuma campanha, pois não possuem nenhum projeto de administração para o nosso Estado. Sem essa indumentária, tecida com esmero e persistência, em uma trama de fios longos, seu rei estaria nu.

Acredito que aquilo que eu chamo de bandeira e de discurso, para eles sejam meras espertezas midiáticas, ou simplesmente o motivo de existirem. Seu projeto de poder.

Joaquim Nagib Haickel é:
Secretário de Esportes e Lazer e membro das Academias Maranhense e Imperatrizense de Letras e do IHGM

sábado, 30 de agosto de 2014

Durante almoço com a imprensa, Antonio Pereira agradece apoio e reafirma luta


Durante almoço com profissionais da Imprensa - jornalistas, radialistas, blogueiros, apresentadores de TV - nesta sexta-feira (29), na cidade de Açailândia, o deputado Antônio Pereira expôs uma síntese do seu trabalho em benefício do povo do Estado do Maranhão, e prometeu continuar a luta na Assembléia Legislativa, durante o quarto mandato.
O almoço - promovido pelo ex-deputado estadual e ex-prefeito de Açailândia, Deusdete Sampaio - marcou momentos de aproximação, amizade e descontração entre a imprensa e o deputado. 

Antônio Pereira agradeceu o apoio e o empenho de todos os profissionais de imprensa de Açailândia e da Região Tocantina que, por meio de seus conceituados veículos de comunicação, divulgam a forte atuação do parlamentar. 

Também estavam no almoço o deputado federal e candidato a reeleição, Chiquinho Escórcio, e expressivas lideranças da região. 













Hildo Rocha intensifica campanha na região Tocantina


Hildo Rocha, em Campestre, com o prefeito Valmir Moraes, Leo Cunha lideranças locais e atrações da IX Cavalgada.

De volta à região Tocantina no último final de semana, o candidato a deputado federal Hildo Rocha (PMDB) participou de atividades de campanha em Imperatriz e Davinópolis, além de prestigiar evento cultural em Campestre.

O ex-secretário de Estado das Cidades iniciou a agenda em sua mais recente estada na região Tocantina pelo município de Campestre, onde se juntou ao prefeito Valmir Moraes, ao candidato a deputado estadual Léo Cunha, presidente da Câmara Municipal, Cláudio Rezende e demais vereadores para prestigiar a IX Cavalgada de São Raimundo Nonato. O evento, de caráter religioso, reuniu mais de 10 mil participantes, envolvendo cavaleiros e amazona de cidades da região sul do Maranhão e Norte do Tocantins.

“É uma grande alegria para o nosso município receber estes dois grandes amigos, que estiveram sempre ao nosso lado viabilizando obras, como a construção de poços artesianos, praças e asfaltamento de vias públicas”, afirmou Valmir Moraes ratificando apoio as candidaturas de Hildo Rocha e Leo Cunha.

Vila Cafeteira

Em Imperatriz, onde é sempre muito bem recebido, Hildo Rocha seguiu para a inauguração do comitê de campanha na Vila Cafeteira. Antes, ele participou de caminhada ao lado do líder da comunidade João Bezerra, o Pipoca, onde mais uma vez recebeu o carinho da comunidade.


Antiga ocupação, o bairro teve a sua situação fundiária regularizada há pouco tempo com a entrega do título definitivo de posse da terra pelo Governo do Estado. À época secretário de Estado, Rocha entregou o documentos aos moradores após lutar com eles pela conquista.
Hildo Rocha com o líder do bairro Vila Cafeteira, em Imperatriz, Pipoca.

Hoje, nós temos a felicidade de receber o Hildo Rocha em nossa comunidade, da mesma forma que foi uma grande alegria quando ele esteve aqui para nos entregar nossos títulos de posse da terra”, exultou Pipoca.

A inauguração do comitê de Hildo Rocha na Vila Cafeteira foi prestigiado ainda pelo candidato a deputado estadual Adriano Sarney, também apoiado pela comunidade.

Davinópolis

De Imperatriz, Hildo Rocha seguiu para Davinópolis onde, juntamente com o candidato a deputado estadual Leo Cunha, reuniu-se com líderes do grupo do prefeito Ivanildo Paiva. 

 Em Davinópolis, Hildo Rocha recebeu o apoio do prefeito Ivanildo Paiva, da primeira-dama, Marinalva Paiva, do deputado estadual Leo Cunha e dezenas de lideranças.

“É importante para o prefeito ter pessoas dispostas a ajudar o município em âmbito estadual e federal. O Hildo Rocha e o Leo Cunha sempre estiveram conosco, e nós vamos precisar do apoio deles nesses para continuar trabalhando por todos vocês. Por isso, precisamos elegê-los”, afirmou o prefeito.

O asfaltamento de ruas e tantas outras obras importantes que vocês veem hoje na cidade são frutos de esforços do prefeito, que teve o apoio do Hildo Rocha e do Leo Cunha. Davinópolis hoje é uma nova cidade. Por isso, vamos lutar para eleger essas duas pessoas, para que o nosso município se desenvolva ainda mais”, pediu a primeira dama Marinalva Paiva.

Hildo Rocha agradeceu destacando a determinação do prefeito e a parceria do Governo do Estado, por meio de várias obras que o peemedebista viabilizou quando esteve à frente da Secretaria de Estado das Cidades.

“Quero ser deputado para continuar ajudando o prefeito Ivanildo a desenvolver Davinópolis, um município pequeno, mas que está crescendo porque tem à frente da sua administração um homem trabalhador e determinado, e tem também a parceria do governo do Estado”, finalizou o candidato.

quarta-feira, 27 de agosto de 2014

Miranda do Norte: Operação Policial prende 22 acusados de furtar combustível em trens da CFN

Em nota Secretaria de Segurança Pública divulga novas informações sobre operação que desbaratou quadrilha especializada em furto de combustível

ATUALIZADO EM 27/08/2014 AS 15h20




Em nota Secretaria de Segurança Pública divulga novas informações sobre operação que desbaratou quadrilha especializada em furto de combustível 

A operação foi deflagrada pela Superintendência de Polícia Civil do Interior (SPCI e contou com o apoio da Superintendência de Policia Civil da Capital (SPCC), Departamento de Narcóticos (Denarc), Grupo Tático Aéreo (GTA) e ainda das Regionais de Itapecuru, Chapadinha, Caxias, Viana, Bacabal, Rosário e Timon.

O superintendente de Polícia Civil do Interior (SPCI), Jair Paiva informou que durante a operação forma presas dezoito pessoas, acusadas de integrarem uma quadrilha especializada em furto de combustível.

Foram presos, Samuel Felipe dos Santos Cueiro; Marloni Campelo Silva; Gerson Campelo da Silva, Carlos Alberto Teixeira; Jessica Bruna Barbosa Teixeira; Joaquim Caldas Ferreira da Silva; Ivaldo Mendes da Silva; Oseas Araújo Dias; José Domingos Campelo; Flávio de Jesus; Lameckison Jorge Lima; Nilo Francisco da Conceição; José Frazão Alves; Pedro Diniz da Silva; José Lima; Antônio Candido Alves; Raimundo Nonato Veras; e José de Ribamar da Silva.

A ação resultou na apreensão de dois mil litros de combustível; três revólveres calibre 38; cinco espingardas, sendo uma de calibre 12, uma calibre 20 e três bate bucha; seis motocicletas; um veículo Kombi e um Fiat Uno.

As investigações sobre a quadrilha que duraram cerca de dois meses e foram coordenadas pelo delegado Carlos Damasceno, titular da Delegacia de Miranda do Norte. 

“O resultado positivo da operação reflete o trabalho competente da polícia de combate à criminalidade no interior do estado”, frisou o superintendente de Polícia Civil do Interior (SPCI), Jair Paiva. 

Os presos foram autuados por associação para o crime, furto e receptação, eles foram encaminhados para a Delegacia Regional de Itapecuru onde encontram-se a disposição da Justiça.

Na operação, foi preso ainda, Ivaldo Mendes da Silva. O homem portava um revólver calibre 38 e vários litros de combustível em seu automóvel. Ele foi encaminhado para Regional de Itapecuru, onde foi autuado pelo crime de ordem econômica e posse ilegal de arma. 


Presos na operação

Samuel Felipe dos Santos Cueiro

Marloni Campelo Silva

Gerson Campelo da Silva

Carlos Alberto Teixeira

Jessica Bruna Barbosa Teixeira

Joaquim Caldas Ferreira da Silva

Ivaldo Mendes da Silva

Oseas Araújo Dias

José Domingos Campelo

Flávio de Jesus

Lameckison Jorge Lima

Nilo Francisco da Conceição

José Frazão Alves

Pedro Diniz da Silva José Lima

Antônio Candido Alves

Raimundo Nonato Veras

José de Ribamar da Silva

Ivaldo Mendes da Silva



Miranda do Norte: Operação Policial prende 22 acusados de furtar combustível em trens da CFN




Operação policial desmantela quadrilha que vinha furtando combustível em trens da Companhia Ferroviária do Nordeste (CFN), a quadrilha tinha ramificações nos municípios de Cantanhede, Pirapemas, Miranda do Norte e Arari e vinha sendo investigada pela policia. 

A ação policial foi  desencadeada na manhã desta terça-feira (26), por agentes da Superintendência de Polícia Civil do Interior (SPCI), Superintendência de Polícia Civil da Capital (SPCC) Grupo Tático Aéreo do Maranhão (GTA/MA) e policias das delegacias de  Cantanhede, Pirapemas e Miranda do Norte, mais de 100 homens participaram do cerco a  quadrilha.

Durante a operação foram cumpridos 25 mandados de prisão e busca e apreensão, resultando na prisão de 22 pessoas, todas suspeitas de envolvimento com o desvio de combustível, entre os presos está o dono do posto de combustível "Zé Bom Bom". Um ônibus da Policia Civil transportou os presos até a Delegacia de Miranda do Norte. 


Foram apreendidos veículos, armas e combustível. 03 revólveres calibre 38 e espingardas calibre 12, uma calibre 20 e duas espingarda caseira, 06 motos, uma Kombi, um Fiat Uno e dois mil litros de combustível. As prisões foram em Cantanhede e Pirapemas.

Segundo a policia, a quadrilha furtava o combustível quando o trem trafegava em baixa velocidade por dentro do município de Cantanhede. Após o roubo, o combustível era distribuído nos municípios de Cantanhede, Miranda, Pirapemas e Arari.











domingo, 24 de agosto de 2014

Antônio Pereira recebe apoio de prefeito, vereadores e ex-prefeitos em Carolina



O deputado Antônio Pereira continua recebendo apoios importantes rumo a reeleição


Durante visita ao município de Carolina, acompanhado da esposa Caroline Pereira e do candidato Lobão Filho, declararam apoio à reeleição de Antônio Pereira o prefeito Ubiratan Jucá, o vice-prefeito, Arnei Noleto e expressivas lideranças políticas de Carolina e da Região Sul do Maranhão, como os ex-prefeitos, João Odolfo, Itibere Jucá e Antônia Jucá.

Também declararam apoio à reeleição de Antônio Pereira o presidente da Câmara Municipal, vereador Rogério e os vereadores Marquinhos Cirilo, Edvan, Tião Limeira, Fernando Filho e expressivas lideranças políticas e comunitárias da região . 

TRABALHO VAI CONTINUAR 

Durante carreata pelas ruas da cidade, Antônio Pereira foi cortejado pelo povo, que posou nas fotos ao lado do deputado. Pelo excelente trabalho desenvolvido no Município de Carolina, Antônio Pereira conquistou a confiança e a simpatia da população. 

O prefeito Ubiratan disse que a parceria Antônio Pereira em benefício do bem estar do povo de Carolina tem que continuar. Com a ajuda do Governo do Estado, o deputado pleiteou asfaltamento, recuperação de estradas vicinais e outras obras para Carolina.

Na oportunidade, Antônio Pereira agradeceu o apoio de todos, elogiou a excelente gestão do prefeito Ubiratan Jucá e o trabalho dos vereadores e lideranças. O deputado prometeu continuar trabalhando para levar benefícios para o povo de Carolina.




sábado, 23 de agosto de 2014

Jornalistas violam direitos das mulheres no Maranhão




Mais um triste exemplo de como a mídia pode exercer o papel de violadora de diretos, fortalecendo estigmas e preconceitos machistas contra a mulher.
Jornalistas maranhenses estão divulgando um vídeo onde uma mulher aparece nua em cima de uma cama, sendo inquirida pelo suposto marido, segundo o texto a mulher seria casada e foi pega em flagrante quando estava em um quarto de motel com um suposto amante, durante o vídeo é possível ver e ouvir a postura agressiva do  suposto marido contra a esposa, - varias vezes ele a chama de vagabunda e desgraçada. - além da situação vexatória a que ela é exposta. 

Ao expor esta mulher de forma degradante e vexatória estes jornalistas incentivam a violência contra pessoas do sexo feminino, reforçam o machismo, preconceito e a imagem da mulher como propriedade e objeto alem de incentivar e justificar atos de violência contra mulheres.

É preciso condenar, criticar e repudiar ações como estas praticadas por comunicadores sociais que em tese deveriam defender os direitos das mulheres e lutar para garantir a aplicação de leis que fortaleçam a igualdade de gêneros e o respeito a opção de ser dona do próprio corpo.

Cinquenta anos depois dos protestos pela liberação sexual, e mais de um século depois da campanha pelo direito ao voto a mulher continua sendo discriminada e apontada como culpada por uma geração machista e patriarcal que sempre ver a mulher como mercadoria e como propriedade.

O direito das mulheres de ser dona do seu próprio corpo ainda está longe de ser alcançado, 

No Brasil a violência contra a mulher é uma epidemia, segundo dados do IPEA, a cada 90 minutos uma mulher é morta pelo marido ou companheiro, conforme estes dados divulgados em 25 de setembro de 2012, aproximadamente 5.664 mulheres morrem por ano de causas violentas , 472 por mês, o qie significa aproximadamente 15,52 mulheres mortas a cada dia ou um óbito a cada noventa minutos.

Estudos indicam que metade dos feminicídios foi cometida com o uso de armas de fogo e 34%, de instrumento perfurante, cortante ou contundente. Os enforcamentos ou sufocações responderam por 6% do total. Os maus-tratos – incluindo agressão por meio de força corporal, força física, violência sexual, negligência, abandono e outras síndromes de maus-tratos (abuso sexual, crueldade mental e tortura) – foram registrados em 3% dos óbitos.

A região Nordeste lidera o ranking com a maior taxa de feminicídios do País entre 2009 e 2011, com 6,9 mortes violentas a cada 100 mil mulheres.

Os parceiros íntimos são os principais assassinos de mulheres. Aproximadamente 40% de todos os homicídios de mulheres no mundo são cometidos por um parceiro íntimo.

- Cinco mulheres são espancadas a cada 2 minutos no país; 91% dos homens dizem considerar que “bater em mulher é errado em qualquer situação”.

- Uma em cada cinco mulheres consideram já ter sofrido alguma vez “algum tipo de violência de parte de algum homem, conhecido ou desconhecido”.
- O parceiro (marido ou namorado) é o responsável por mais 80% dos casos reportados.

- Cerca de seis em cada sete mulheres (84%) e homens (85%) já ouviram falar da Lei Maria da Penha e cerca de quatro em cada cinco (78% e 80% respectivamente) têm uma percepção positiva da mesma.

Hildo inaugura comitê em Barra do corda com a presença de Paulinha Lobão

Paulinha Lobão prestigia inauguração do comitê de Hildo Rocha e Aristides Milhomem em barra do Corda

O peemedebista e o candidato a deputado estadual pelo município, Aristides Milhomem, receberam o apoio da esposa de Lobão Filho e demais autoridades políticas da região Central

Uma grande festa reuniu autoridades e lideranças da região Central do Estado no lançamento do comitê dos candidatos a deputado federal, Hildo Rocha (PMDB), e deputado estadual, Aristides Millhomem (PSDC), em Barra do Corda. O evento foi prestigiado por Paulinha Lobão, esposa de Lobão Filho (PMDB), candidato ao governo estadual pela coligação Pra Frente Maranhão.
Hildo Rocha é aplaudido por Paulinha Lobão, Eric Costa e demais lideranças presentes na inauguração do comitê

Mais uma vez, o prefeito da cidade, Eric Costa (PSC), e o prefeito de Jenipapo dos Vieiras, Gustavo Albuquerque (PV), além de vereadores da cidade declararam apoio a Hildo Rocha. O peemedebista, que tem uma longa trajetória na vida pública, como vereador, prefeito, e duas vezes secretário de Estado da gestão da Governadora Roseana Sarney, disputa pela primeira vez o mandato de deputado federal.

“Este é o momento da nossa largada rumo à vitória. Vitória do Aristides, do Hildo Rocha, do Gastão Vieira e do nosso futuro governador Lobão Filho. Vamos trabalhar em todo o município para eleger essas pessoas, pra que eles continuem nos ajudando a cuidar do povo de Barra do Corda”, declarou Eric Costa, sendo aplaudido pela multidão.

“A Barra do Corda tem de escolher representantes que tenham seriedade, amor e respeito por seu povo. Para nós, o Aristides Milhomem, o Hildo Rocha e o Lobão Filho, têm esses sentimento por esta terra, e nós precisamos elegê-los para que eles continuem a trabalhar por nosso povo, complementou o vereador Eteldo.

Multidão

Paulinha Lobão e Hildo Rocha chegaram à cidade por volta das 10h de terça-feira (19) e foram recepcionados por multidão, na entrada da cidade, de onde seguiram em carreata pelas ruas até o bairro Trizidela, onde fica a sede do comitê. A primeira dama, Bruna Costa; os vereadores Alcenor Nunes (PDT) e Eteldo (PTB), além de demais presença de secretários municipais, lideranças políticas e comunitárias acompanhavam o grupo.
Multidão recebeu prestigiou inauguração do comitê de Rocha e Milhomem.
 

Sob o sol forte, uma multidão se aglomerou em frente ao comitê para ouvir o pronunciamento dos candidatos e autoridades. Com problema na voz, a esposa de Lobão Filho fez questão de agradecer a receptividade da população e o apoio dos barra-cordenses à candidatura do marido. 

Emocionado com a recepção e o carinho da população, Hildo Rocha agradeceu.

“Agradeço a cada um de vocês, que demonstram o seu apoio a mim, ao Aristides e ao meu grupo político. Agradeço também ao prefeito de Jenipapo dos Vieiras, Gustavo Albuquerque, à Paulinha Lobão, que vieram nos prestigiar e apoiar, e demais candidatos e lideranças presentes. Reafirmo o que já disse a vocês, lancei meu nome para deputado federal porque quero continuar ajudando o prefeito Eric e os prefeitos maranhenses a viabilizar mais recursos para serem investidos para melhorar cada vez mais a vida das pessoas”, afirmou Rocha.
Parceria

Forte liderança na região, o ex-prefeito de Barra do Corda, Aristides Milhomem, destacou a união entre ele e o peemedebista para fortalecer a certeza de vitória do grupo que tem Lobão Filho como candidato ao governo em Barra do Corda e no Maranhão.

“Quem faz a campanha deste grupo é o povo, a quem devemos agradecer pela presença neste grande ato político. Tenho certeza de que nós, Hildo, junto com Lobão Filho, iremos ganhar esta eleição como os mais bem votados, e isto nós devemos a este povo querido”, afirmou Milhomem.

Antônio Pereira recebe apoio político e elogios pelo trabalho feito em Tuntum



O deputado Antônio Pereira (DEM) recebeu o apoio à reeleição de centenas de lideranças e eleitores, durante visita aos povoados Ipuiru e Belém, em Tuntum. Acompanhavam o democrata sua esposa Caroline Pereira e o candidato Hildo Rocha (federal). 

Antônio Pereira agradeceu a calorosa recepção, destacou o trabalho de Ana Isabel Azevedo (PP), dos vereadores e prometeu continuar lutando pelo povo de Tuntum, que reclama de carência de benefícios na saúde, infraestrutura, educação e outros. 

A recepção foi comandada pela líder política de oposição, Ana Isabel Azevedo, acompanhada do esposo, o pecuarista Cláudio Azevedo, dos vereadores Idaspe Silva (PSL) e Josivan Bilio (PT), de centenas de lideranças políticas, comunitárias e eleitores de Tuntum. 

Na oportunidade, Ana Isabel, o pecuarista Cláudio Azevedo, vereadores e lideranças declararam que apóiam a reeleição de Antônio Pereira, em reconhecimento ao trabalho que o democrata realizou em benefício do povo do Município de Tuntum. 

TRABALHO PELO POVO

Com a ajuda do Governo do Estado, Antônio Pereira conseguiu dois poços artesianos para beneficiar milhares de pessoas dos povoados São Bentinho e Piçarra, com sistemas de abastecimento, captação, recalque, adubação, armazenamento e distribuição. 

No setor de infraestrutra, Antônio Pereira beneficiou o Município de Tuntum com asfaltamento de boa qualidade em várias avenidas e ruas, e no entroncamento de acesso à cidade. Os benefícios melhoraram a qualidade de vida de milhares de pessoas. 

O democrata conseguiu ainda uma patrulha mecanizada (trator, grade aradora e carreta agrícola) para Tuntum. As máquinas tornam o plantio mais eficiente, reduzem o árduo trabalho braçal e possibilitam o plantio no mesmo local, adubando e corrigindo o solo. 



quarta-feira, 20 de agosto de 2014

BRICS: Uma Aliança que se Consolida, por Luiz Inácio Lula da Silva

*Luiz Inácio Lula da Silva

Depois de sediar com eficiência e hospitalidade aquele que já é considerado um dos melhores mundiais de futebol de todos os tempos, o Brasil foi anfitrião de outro importante encontro internacional, a VI Cúpula de Chefes de Estado dos BRICS, realizada em Fortaleza e Brasília de 14 a 16 de julho.

O termo BRICS foi cunhado para designar um grupo de países emergentes — Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul — que tiveram acelerado desenvolvimento a partir da virada do século e se tornaram um dos motores do próprio crescimento global, sobretudo depois de 2008, com a eclosão da crise financeira norte-americana e europeia.

Ao lançar o acrônimo BRICS, o economista Jim O’Neill queria chamar a atenção para as oportunidades de negócios abertas aos investidores globais nessas cinco grandes nações. Afinal, elas contam com quase 40% da população mundial, conseguiram criar fortes mercados internos e plataformas exportadoras e em menos de vinte anos, segundo o FMI, saltaram de 5,6% para 21,3% do PIB mundial.

Essas oportunidades continuam a existir e se tornaram ainda maiores devido aos inúmeros projetos de modernização e expansão da infraestrutura e do aparato produtivo que os BRICS já estão executando ou vão executar nos próximos anos. (Só no Brasil serão investidos até 2018 mais de 400 bilhões de dólares em usinas hidrelétricas, portos, aeroportos, refinarias de petróleo, ferrovias, rodovias, gasodutos etc.). Sem falar no potencial de expansão de seus mercados internos, graças à incorporação ao mundo do trabalho e do consumo de milhões de pobres e excluídos. Tudo isso leva os analistas — apesar da recuperação muito lenta dos países desenvolvidos, que tem impacto conjuntural negativo em todas as economias — a ressaltarem a solidez e as perspectivas favoráveis a médio e longo prazo de todos os países que compõem os BRICS.

As nações do grupo, no entanto, foram muito além da atração de investimentos. Lembro- me de que nos reunimos pela primeira vez em junho de 2009, na Rússia — os Presidentes Medvedev, Hu Jintao, Singh e eu próprio — e decidimos transformar o que não passava de uma sigla em uma efetiva articulação econômica, geopolítica e estratégica para favorecer o crescimento de nossos países e de seus parceiros regionais e, ao mesmo tempo, impulsionar uma nova agenda de desenvolvimento multilateral e de reforma da governança global.

Nossos países já estavam empenhados na integração africana, latino-americana e asiática como pressuposto de um mundo multipolar. Além disso, tiveram papel-chave na criação do G-20, o primeiro foro multilateral relevante a dar o devido peso aos países do sul. E propunham a reforma da velha ordem internacional estabelecida em Breton Woods, em 1944, cuja inadequação às realidades do mundo contemporâneo constitui, na prática, um entrave ao progresso compartilhado do planeta. (Basta dizer que, em 1944, a China estava à beira de uma guerra civil, a Índia nem sequer existia como país independente e quase todo o continente africano era constituído de colônias europeias).

Os defensores do status quo internacional, refratários a qualquer iniciativa que busque tornar mais justa a ordem econômica e política mundial, tentaram desqualificar os BRICS alegando que não se tratava de uma aliança crível, dado o seu caráter heterógeno e “artificial “, que seus membros estão geograficamente distantes uns dos outros, além de possuírem interesses nacionais contraditórios, e que, por isso mesmo, nada de concreto e significativo poderia surgir do grupo.

A cúpula de Fortaleza e Brasília — que teve como tema o crescimento com inclusão social e sustentabilidade — acaba de desmentir categoricamente tais prognósticos. Ela demonstrou que os países emergentes superaram as posturas meramente reivindicatórias do passado e assumiram de vez um papel proativo no cenário internacional. Nela foram tomadas decisões não apenas concretas, mas claramente inovadoras, que vão desde as facilidades de comércio até o combate aos crimes cibernéticos. Mas as principais medidas foram a criação de um banco de desenvolvimento com capital inicial de 50 bilhões de dólares para financiar projetos de infraestrutura e plantas industriais sustentáveis e um fundo de reservas de 100 bilhões de dólares para ajudar os países membros em eventuais crises de liquidez. Iniciativas que reforçam a já sólida situação financeira dos integrantes do grupo, e facilitam a sua cooperação em outras áreas, como a energética e a cientifico- tecnológica.

Essa atitude inovadora estende-se também ao modelo democrático de governança que será adotado pelos dois organismos, nos quais os cinco países terão idêntico peso, com presidências rotativas e deliberações obrigatoriamente por consenso.

Assim como a África do Sul havia feito com seus vizinhos na Cúpula de Durban, a Presidente Dilma Rousseff, cuja determinação e capacidade negociadora foram fundamentais para os acordos conseguidos, convidou para o encontro de Fortaleza todos os chefes de Estado Sul-americanos, deixando claro que a atuação do Brasil nos BRICS se dá a partir do compromisso estratégico que o país tem com a integração regional. Além dos dirigentes políticos, o evento contou também com a participação de centenas de lideres empresariais, sociais e intelectuais dos nossos países.

Não tenho dúvidas de que as decisões tomadas pelos BRICS, além de úteis aos países membros e seus parceiros, terão uma incidência benéfica na própria governança global. Não são medidas reativas, mas criativas; não são contra ninguém, mas a favor do crescimento global e de uma comunidade internacional cada vez mais inclusiva e equilibrada.

(Luiz Inácio Lula da Silva é ex-presidente do Brasil, que agora trabalha em iniciativas globais com Instituto Lula e pode ser seguido em: facebook.com/lula)

Antônio Pereira é aclamado pelo povo na inauguração do comitê de São Domingos


O deputado Antônio Pereira (DEM) acaba dar mais uma demonstração de força política com o povo, na sua luta para conquistar o quarto mandato na Assembléia Legislativa, e continuar trabalhando em benefício da população do Estado do Maranhão. 

Desta vez Antônio Pereira recebeu - em São Domingos, na inauguração do seu comitê - o apoio de nove de 21 vereadores com assento na Câmara Municipal, de lideranças políticas e de milhares de pessoas que reconhecem seu trabalho no município. 

A mega recepção teve início quando Antônio Pereira desembarcou na cidade, acompanhado da esposa Caroline Pereira e do candidato a deputado federal Hildo Rocha. A PM calculou que cinco mil pessoas participaram da recepção ao democrata. 





Em seguida, Antônio Pereira acompanhou a multidão em carreata pelas ruas de São Domingos. Em todo o trajeto e durante a visita ao Povoado Bancos, Antônio Pereira foi cortejado pelo povo, que agradeceu seu trabalho pelo próspero município. 


APOIO E TRABALHO PELO POVO 

Na oportunidade, Antônio Pereira agradeceu o apoio de todos, destacou o trabalho dos vereadores e das lideranças, e prometeu continuar trabalhando na Assembléia Legislativa e nas demais esferas de poder, para melhorar a qualidade devida do povo de São Domingos. 

O presidente da Câmara, vereador Neném Leão (PSB) - líder do grupo de nove vereadores aliados de Antônio Pereira – declarou que apóia a reeleição do democrata, porque ele sempre trabalhou para melhorar a qualidade de vida do povo de São Domingos.

A vereadora Rosa Cipó (PMDB) destacou que Antônio Pereira conseguiu a construção de dois poços artesianos para solucionar o abastecimento de água, 4 km de asfalto para as ruas que estavam totalmente esburacadas e uma viatura policial. 

Também apóiam o deputado Antônio Pereira em São Domingos os vereadores Astolfo Seabra (PMDB), Moura (PMDB), Wilsão da Lagoa Nova (PP), Pedão do Baixão (PSD), Leomar do Mariano (PMDB) e as vereadoras Irislane Avelar (PMDB) e Adailta Bandeira (PMDB).

Hildo Rocha e Antônio Pereira inauguram comitê em Presidente Dutra e São Domingos do Maranhão

Inauguração do comitê de Hildo Rocha e Antônio Pereira em Presidente Dutra foi prestigiado por lideranças política de toda a região.


Nos dois municípios, evento foi prestigiado por lideranças da região Central do Estado.

Uma grande festa, com a presença de líderes políticos de toda a região Central, além de lideranças dos movimentos sociais e religiosas, marcou o lançamento do comitê conjunto de Hildo Rocha (PMDB) e Antônio Pereira (DEM) nos municípios de Presidente Dutra e São Domingos do Maranhão.

Hildo e Antônio Pereira com os prefeito Juran Carvalho e Eric Costa e lideranças da cidade e região.

Em presidente Dutra, onde o candidato tem o apoio do prefeito Juran Carvalho (PV), a inauguração do comitê registrou a presença dos ex-prefeitos Jurandir Carvalho e Valeriano; a primeira dama, Fátima Sodré; os vereadores Ronaldo Melo (PV), Ronaldo Freitas (DEM), Piu (PV), Joquibede (PPS), Raimundo Nava (PV), Jurivan (PSC), Antônio Galdino (PV) e Jarbas (PRB); além de lideranças regionais, entre essas, o prefeito de Barra do Corda, Eric Costa (PSC); a ex-vice-prefeita de Tuntum, Ana Isabel; e o secretário de Estado Agricultura, Cláudio Azevedo.

“A eleição de Hildo Rocha é de grande importância para Presidente Dutra, pois ele vai continuar ajudando a nossa administração a conduzir tão bem o município”, afirmou o prefeito Juran Carvalho após o corte da fita que marcou a abertura oficial do comitê dos dois candidatos em Presidente Dutra.

O candidato peemedebista agradeceu enaltecendo a administração municipal, de quem Hildo lembrou ter sido sempre um parceiro quando esteve à frente da Secretaria de Estado da Cidade.

“Presidente Dutra experimenta hoje uma onda de desenvolvimento jamais vistas antes, e é graças a vocês, que souberam escolher um representante público que se preocupa com o desenvolvimento do seu povo. É graças também ao nosso empenho e da governadora Roseana Sarney, que tem trazido grandes obras para Presidente Dutra”, afirmou Hildo.

O comitê funciona na Avenida José Olavo Sampaio (Centro), próximo ao Socorrão.

São Domingos

Em São Domingos do Maranhão, onde Hildo Rocha e Antônio Pereira reúnem o apoio de nove vereadores, todos oposicionistas, a festa de lançamento do comitê dos candidatos foi marcada por palavras de gratidão das lideranças presentes pelo apoio para reverter o descaso por qual passa o município nos últimos anos.

Em São Domingos do Maranhão, Hildo e Antônio Pereira reúnem o apoio de nove vereadores.

“Escolhemos o Hildo Rocha e o Antônio Pereira como nossos candidatos pelo compromisso comprovado que eles têm com esta terra. Foi graças a eles que conseguimos minimizar o problema da falta d`água nas torneiras das casas de milhares de famílias, com a construção de dois poços artesianos. Além disso, viabilizaram asfaltamento para ruas da cidade. Confiamos no seu apoio para muito mais obras”, concluiu o vereador Astolfo Seabra. (PMDB).

Além do vereador Astolfo Seabra, apoiam Hildo e Antonio Rocha no município os vereadores Irislene Avelar (PMDB), Rosa Cipó (PMDB), Moura (PMDB), Leomar do Mariano (PMDB), Adailto Bandeira (PMDB), Nênê do Leão (PSB), Pedão do Baixão (PSD).

Somaram-se às lideranças locais, os vereadores de Imperatriz, Zé Carlos (PTB), presidente da Câmara; e Pimentel (DEM).

Em seu discurso de agradecimento, o peemedebista mostrou-se sensível aos problemas da cidade e reafirmou a sua disposição de manter-se ao lado dos vereadores na luta por uma vida com mais dignidade para a população de São Domingos, e para todos os municípios.