quinta-feira, 27 de agosto de 2015

Quadrilha destrói agência do Bradesco e foge levando cofre




A fragilidade na segurança pública do Maranhão, permite que assistamos  cenas absurdas e inimagináveis, ações cinematográficas que certamente só acontecem em terras maranhenses. 

No inicio da madrugada desta quarta-feira, (27), Dez homens chegaram a cidade de Monção, distante 244 quilômetros de São Luís, utilizaram uma caminhonete para derrubar a porta da agência do Bradesco, foram então até um bar que fica perto da agência, onde fizeram alguns clientes como reféns, em seguida,  os obrigaram a pegar  o cofre do banco e colocar dentro da caminhonete.



De posse do cofre, os marginais fugiram pela MA 343 rumo a Igarapé do Meio, onde abandonam o veiculo utilizado no assalto. Nenhum dos assaltantes foi identificado, localizado ou preso pela policia até o momento. 

Na última sexta-feira (21), mostramos aqui o estado de abandono em que se encontrava  a única viatura policial que atende a população de Igarapé do Meio. Com problemas mecânicos, o veiculo estava parado há mais de quinze dias. Entenda o caso: Caos na segurança: viatura sucateada e carceragem interditada
Além disso, na quinta-feira (13/08), a justiça determinou a interdição da carceragem da Delegacia de Polícia de Igarapé do Meio. No prazo de 15 dias, os presos devem ser removidos para estabelecimentos penais adequados., já que segundo o Ministério Público, as condições de higienização da carceragem são precárias, com paredes úmidas e mofadas, as instalações elétricas irregulares, não há espaço adequado para o banho de sol, além de outros problemas.

É muito grave a situação, na verdade o quadro e caótico, o Estado falha de forma vergonhosa, quando não consegue cumprir seu papel no que diz respeito a segurança pública, e os bandidos percebem esta deficiência, por isso estão cada vez mais audaciosos, a ponto de destruírem uma agência bancária, fazerem vários reféns, levarem o cofre e evadir se sem em nenhum momento serem incomodados.

A Constituição Federal de 1988 diz no Capitulo III, Artigo 144: "A segurança pública, dever do Estado, direito e responsabilidade de todos, é exercida para a preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio." Resta saber quem obrigará o Estado a cumprir a lei.






Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Credibilidade é o nosso maior patrimônio

Nosso objetivo é fazer jornalismo com seriedade, produzindo conteúdo regional, sobre política, economia, sociedade e atualidade, na forma de opinião, editorial e criticas. Não usamos de artifícios como sensacionalismo, imagens apelativas, chocantes ou degradantes, tampouco textos, frases, ou palavras chulas para obter acessos.

Não somos o primeiro a divulgar a informação, mas somos quem apresenta o conteúdo checado, aprofundado e diferenciado. Aqui oferecemos aquele algo mais que ainda não foi dito, ou ainda não foi mostrado. Noticias qualquer um pode divulgam, mas com apuração e seriedade só aqui.

Comentários anônimos, ou que contenham, palavrões, pornografia, ataques pessoais, calúnias ou difamações não serão publicados.

Jornalista Abimael Costa

LG Contabilidade Pública

LG Contabilidade Pública

Clinica Santo André

Clinica Santo André