domingo, 30 de outubro de 2016

Jornalista denuncia ter sido agredida por militante de Edvaldo em frente o Comitê Central do PDT



“Não há democracia sem liberdade. Ninguém é livre sem ter pleno acesso às informações, e são os jornalistas e a imprensa a nossa garantia de que teremos sempre as informações prestadas, o direito garantido. A imprensa é livre e não é livre como poder. É livre até como uma exigência constitucional para se garantir o direito à liberdade de informar, e do cidadão ser informado para exercer livremente a sua cidadania." Presidente do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia. -

Mais um profissional de imprensa denuncia ter sido vitima da truculência, arrogância e autoritarismo de militantes e partidários de Edivaldo Holanda Jr.


Com um rei na barriga e se achando o dono do mundo, o indivíduo, não satisfeito em agredir a jornalista e toda a equipe de reportagem, ainda ameaçou destruir os equipamentos. O lamentável fato aconteceu na manhã deste domingo (30), no Comitê central do PDT. 



Mostrando total desequilíbrio, o representante do candidato além de intimidar a equipe de reportagem, cerceando a liberdade de imprensa, mostrou toda sua ira e desprezo pela imprensa livre e a democracia.

O abuso de autoridade e a audácia criminosa manifestada durante este lamentável precisam ser investigados, a responsabilidade deve ser apurada e o autor deste atentado deve ser punido. 

"Durante a cobertura deste segundo turno das eleições municipais tive uma certeza: voltamos à época do coronelismo. 
Pela manhã, estivemos na Zona Rural e em outros bairros de São Luís. E foi no Coroadinho, que este senhor, que estava no Comitê Central do PDT (do Candidato Edivaldo Holanda Jr.), ao perceber a presença da reportagem, foi ao nosso encontro, e além de agredir a nossa equipe (como mostra a imagem), ameaçou quebrar o nosso equipamento de trabalho (câmera). Fomos obrigados a deixar o local. 
Postura lamentável, de um representante de candidato a prefeito. Eu ainda não fui às urnas, cumprir com a minha obrigação, neste segundo turno, mas estou cada vez mais convicta do que eu desejo para São Luís, e não é isso que espero, em 2017."
Jornalista Elinalva Cardoso
"Estávamos filmando em frente ao comitê do PDT, depois que a população começou a denunciar compra de voto no comitê Central, e algumas pessoas, incluindo esse senhor, saíram e começaram a nos fazer perguntas em tom de ameaça. Esse homem fez menção, por três vezes, de bater no meu rosto (como mostra a imagem) Se não estivéssemos filmando, ele teria feito, com certeza. Tinham outros lá, nos xingando e gritando, pedindo que quebrassem a nossa câmera. Eu ainda comentei: "lamentável a postura hostil de que acompanha o prefeito Edivaldo Holanda." E no mesmo instante, esse moço da foto, começou a gritar para todo mundo, que eu estava dizendo que votava no outro candidato (Eduardo Braide). Além de grosso é mentiroso."Jornalista Elinalva Cardoso
O sindicato dos jornalistas tem o dever de se manifestar diante de mais este  grave ato de agressão gratuita a um profissional de imprensa no exercício da função. Lamentamos o silêncio do candidato e de sua coordenação de campanha. Repudiamos de forma veemente mais este atentado contra a liberdade de imprensa, ao mesmo tempo em que registramos a nossa solidariedade à jornalista e toda a equipe vitima deste lamentavel episódio.

Encerramos este texto com a recente fala da Presidente do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia

 "É fato, cala a boca já morreu”

“Não há democracia sem liberdade. Ninguém é livre sem ter pleno acesso às informações, e são os jornalistas e a imprensa a nossa garantia de que teremos sempre as informações prestadas, o direito garantido”

"A imprensa é livre e não é livre como poder. É livre até como uma exigência constitucional para se garantir o direito à liberdade de informar, e do cidadão ser informado para exercer livremente a sua cidadania.

Fala da Presidente do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, defendendo a liberdade de expressão nesta quinta-feira (21) ao abrir o X Fórum da Associação Nacional dos Editores de Revistas (Aner), na Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM), em São Paulo.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Credibilidade é o nosso maior patrimônio

Nosso objetivo é fazer jornalismo com seriedade, produzindo conteúdo regional, sobre política, economia, sociedade e atualidade, na forma de opinião, editorial e criticas. Não usamos de artifícios como sensacionalismo, imagens apelativas, chocantes ou degradantes, tampouco textos, frases, ou palavras chulas para obter acessos.

Não somos o primeiro a divulgar a informação, mas somos quem apresenta o conteúdo checado, aprofundado e diferenciado. Aqui oferecemos aquele algo mais que ainda não foi dito, ou ainda não foi mostrado. Noticias qualquer um pode divulgam, mas com apuração e seriedade só aqui.

Comentários anônimos, ou que contenham, palavrões, pornografia, ataques pessoais, calúnias ou difamações não serão publicados.

Jornalista Abimael Costa

LG Contabilidade Pública

LG Contabilidade Pública

Clinica Santo André

Clinica Santo André