Idade não é nada. Respeito é tudo!

Idade não é nada. Respeito é tudo!

segunda-feira, 1 de maio de 2017

Ataque ao Povo Gamela: Estado precisa ser responsabilizado. Os agressores punidos." diz o padre Claudio Bombieri



Enquanto o Conselho Indigenista Missionário - CIMI, convoca as organizações e Movimentos Sociais para uma Audiência Pública amanhã, terça-feira, 2 de maio, às 9h, na sede da OAB no bairro Calhau, para tratar sobre o ataque ao Povo Gamela, ocorrido neste sábado (30), em Viana-MA. Autoridades como o secretário de Estado de Direitos Humanos e Participação Popular, Francisco Gonçalves, e a deputada federal Eliziane Gama divulgam nota sobre o terrivel massacre. O padre Claudio Bombieri faz um emocionante relato do que aconteceu.

A medida que as informações sobre o massacre que vitimou o povo Gamela na tarde deste domingo, dia 30 de abril, no Povoado de Bahias, município de Viana (MA), vão se tornando públicas é que vai sendo possível perceber o extensão do problema e a gravidade do fato. Relatos do padre Claudio Bombieri, mostram uma tentativa de extermínio. "O que houve foi uma incitação de ódio convocada na rádio e com políticos envoMAsacreslvidos que levaram ao ataque aos indígenas. A situação é muito grave. O Estado precisa ser responsabilizado. Os agressores punidos." diz o padre Claudio.  





O secretário de Estado de Direitos Humanos e Participação Popular, Francisco Gonçalves, se manifestou através de nota, a deputada federal Eliziane Gama divulgou nota lamentando o episódio e cobrando providencias da Secretaria de Estado da Segurança Pública para elucidação do caso. A parlamentar confirmou presença que será realizada nesta terça-feira (2), às 9h,na sede da OAB para tratar sobre o massacre.

O Conselho Indigenista Missionário - CIMI, também divulgou nota convidando as organizações e Movimentos Sociais para uma Audiência Pública sobre o ataque ao Povo Gamela ocorrido ontem em Viana-MA. A audiência será amanhã, 2 de maio, às 9h,na sede da OAB no bairro Calhau. Vários indígenas foram baleados e tiveram as mãos decepadas.

Mensagem de padre Claudio Bombieri
Bom dia.
Dois indígenas feridos em estado grave, cinco vieram para o Socorrão 2, Cidade Operária.
Um deles, Aldeli, levou dois tiros, uma bala está alojada na coluna e a outra na costela, teve as mãos​ decepadas e joelho cortados. O irmão dele, José levou um tiro no peito. Outro teve as mãos decepadas.
Inaldo levou um tiro na cabeça e outro no rosto e no ombro. Inaldo está aguardando o resultado da tomografia, dois foram operados.
Na duas outras retomadas conseguiram passar uma noite razoável. Agora a nossa necessidade de fazer presente junto a esse povo.
O que houve foi uma incitação de ódio convocada na rádio e com políticos envolvidos que levaram ao ataque aos indígenas.
A situação é muito grave. O Estado precisa ser responsabilizado. Os agressores punidos.


1 h · 

Desde ontem, estamos acompanhando o conflito que envolve gamelas e proprietários de fazendas nos municípios de Viana e Matinha. A Secretaria de Segurança Pública do Estado reforçou o efetivo policial na área para inibir qualquer ação violenta e, ao mesmo tempo, apurar responsabilidades pelo ocorrido. A Secretaria de Direitos Humanos e Participação Popular, através da Ouvidoria, iniciou a escuta dos feridos, que se encontram na rede pública de saúde. E uma equipe da SEDIHPOP se deslocará para a área em conflito. Amanha, reuniremos com todos os órgãos públicos afeitos à questão para analisar a situação e as providencias que estão sendo tomadas em relação a esse caso, que já se encontra na Justiça.

AUDIÊNCIA PÚBLICA- O Conselho Indigenista Missionário e demais entidades, convocam as organizações e Movimentos Sociais para uma Audiência Pública sobre o ataque ao Povo Gamela ocorrido ontem em Viana-MA. A audiência será amanhã, 2 de maio, às 9h,na sede da OAB no bairro Calhau. Vários indígenas foram baleados e tiveram as mãos decepadas.




SAIBA MAIS





Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Credibilidade é o nosso maior patrimônio

Nosso objetivo é fazer jornalismo com seriedade, produzindo conteúdo regional, sobre política, economia, sociedade e atualidade, na forma de opinião, editorial e criticas. Não usamos de artifícios como sensacionalismo, imagens apelativas, chocantes ou degradantes, tampouco textos, frases, ou palavras chulas para obter acessos.

Não somos o primeiro a divulgar a informação, mas somos quem apresenta o conteúdo checado, aprofundado e diferenciado. Aqui oferecemos aquele algo mais que ainda não foi dito, ou ainda não foi mostrado. Noticias qualquer um pode divulgam, mas com apuração e seriedade só aqui.

Comentários anônimos, ou que contenham, palavrões, pornografia, ataques pessoais, calúnias ou difamações não serão publicados.

Jornalista Abimael Costa

Clinica Santo André

Clinica Santo André