sexta-feira, 18 de julho de 2014

Quadrilha ataca equipe de reportagem da Rede Globo no interior do Maranhão





A liberdade de expressão e de imprensa no estado do Maranhão sofreu um duro golpe nesta quinta-feira (17), uma quadrilha composta por 07 homens, atacaram uma equipe de jornalismo da Rede Globo que produzia reportagem para o Fantástico.

Nada justifica este tipo de ação criminosa contra a imprensa, é necessário que as autoridades ajam com rigor, investiguem, identifiquem e apresentem os autores e os mandantes deste grave atentado contra o Estado Democrático de Direito e liberdade de imprensa, se existem políticos, grupos políticos envolvidos, é necessário apontar e responsabilizar criminalmente um por um, é preciso mostrar que no Maranhão as leis são respeitadas e que a Imprensa neste estado pode exercer livremente sua função sem a interferência de grupos que se acham intocáveis, acima da lei e do bem e do mal. 
´
É no minimo estranho que nenhuma nota de apoio ou de solidariedade aos jornalistas, ou de repudio a ação truculenta dos jagunços tenha sido divulgada até o momento. Mesmo já tendo se passado mais de 24 horas do atentado o silêncio reina absoluto, incomodo e comprometedor.

O grave atentado repercutiu imediatamente nas redes sociais, tornando-se destaque nos principais blogs do Maranhão, varias versões para o caso foram divulgadas, este blog publica e se atem a versão oficial divulgada pelas autoridades.

Curiosamente o jornal O Estado do Maranhão não deu destaque para o ataque dos jagunços, usou apenas 1/4 da folha para publicar o fato na pagina 06 - Geral, sem nenhuma referencia ou chamada na capa do matutino, os demais jornais do estado nada disseram sobre o caso, a TV Mirante, afiliado da Rede Globo, ignorou solenemente o fato. 

Os bandidos tomaram de assalto a câmera da equipe, onde supunham estar as imagens feitas nas cidades maranhenses de Mata Roma e Anapurus, onde a equipe liderada pelo jornalista investigativo da Rede Globo Eduardo Faustinni, produzia reportagem sobre desvios de recursos públicos. 

Segundo depoimento dos jornalistas, a equipe de reportagem almoçava por volta das 14h no posto de combustíveis Bom Jesus, em Anapurus, quando foram surpreendidos pela quadrilha de jagunços, eles levaram a câmera, só que segundo informações o disco da reportagem não estava no equipamento tomado de assalto pelos bandidos. Nada mais foi levado dos jornalistas além da câmera. 

O caso está sendo investigado pela Superintendência de Polícia Civil do Interior (SPCI), e segundo informações um cabo da policia militar identificado Raimundo Silva, foi preso logo após o roubo dos equipamentos, ele é suspeito de participação no crime. Ainda segundo a SPCI, o policial militar teria ligação com políticos do município maranhense onde foi preso.

"Existem algumas linhas de averiguação para saber o que motivou este crime. É importante, nesse momento, efetuar a prisão desses homens com o objetivo de conhecer a origem deste grupo e, saber o motivo desse assalto" ressaltou o delegado regional de Chapadinha, Jairon Timbó Sales, ainda conforme o delegado, as investigações sobre o caso serão intensificadas com o apoio de outros delegados da capital. 

Com informações do Jornal O Estado


Vários blogues destacaram o caso:

ATUALIZADO AS 18h - 18/07/2014

Sai a segunda nota sobre o atentado:

Desta vez o Sindicato dos Jornalistas Profissionais de São Luis divulga nota de repudio:

SINDICATO DOS JORNALISTAS PROFISSIONAIS DE SÃO LUIS

NOTA DE REPÚDIO

O Sindicato dos Jornalistas de São Luis, repudia a agressão covarde praticada contra profissionais de imprensa que estavam no desiderato do seu trabalho, na captação de informações para denunciar o suposto desvio de recursos públicos, prática repugnante muito com comum por parte de gestores em cidades interioranas. 


O ato insano aconteceu no município Anapurus,quando um grupo de marionetes, dominou, sob ameaça os jornalistas da Rede Globo e tomaram-lhe equipamentos, com o propósito de evitar que as denúncias se materializassem, O Sinjor-Slz, pela sua Diretoria, repudia esta prática insolente, absurda e criminosa com clara conotação de ser um gesto visando cercear o direito de informar exercido pelos profissionais jornalistas e exige das autoridades que tal fato seja investigado e os envolvidos: mandantes e executores sejam responsabilizados na forma da lei. 

Consideramos que fatos desta natureza se constituem em uma agressão maior ao estado direito e grave ameaça à democracia.


ATUALIZADO AS 17h - 18/07/2014

Sai a primeira nota sobre o caso, a Prefeitura de Anapurus se manifesta sobre o atentado perpetrado contra a equipe de reportagem da Rede Globo e dá a sua versão:

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Considerando o ocorrido nesta quinta-feira (17/07/14) no município de Anapurus/MA, em que uma equipe de jornalistas foi vítima de ato de subtração de seus equipamentos de trabalho, impedindo o livre exercício profissional, e de uma série de matérias publicadas em vários blogs do Baixo Parnaíba, a Prefeita Municipal de Anapurus vem a público: 

1. Lamentar, profundamente, o ocorrido com a equipe de jornalistas e prestar solidariedade aos profissionais e suas famílias, rogando às autoridades que esclareçam o mais rápido possível as circunstancias que envolvem o caso. 

2. Repudiar o uso político dos fatos, feito por vários setores da imprensa do Baixo Parnaíba e republicada em alguns blogs em São Luís/MA, que distorceram os fatos, insinuando que haveria irregularidades no município de Anapurus/MA. 

3. Informar que os fatos investigados pela equipe de reportagem deve ter referência com outro município, pois as informações que insinuam existir irregularidades no município de Anapurus/MA são absoluta e peremptoriamente falsas. Foi mencionado a existência de “constatação da CGU”, no entanto, a referida Controladoria da União nunca teve o município como alvo de quaisquer irregularidades, não existindo o “malfadado e inventado” “Relatório da CGU”. Reiteramos que em Anapurus/MA as normas da administração pública são respeitadas, com licitações, contratos e obras sendo executados dentro da mais absoluta legalidade e transparência. 

4. Por certo que as “insinuações” de parte da imprensa do Baixo Parnaíba partiram de informações inverídicas e difundidas por questões da baixa política, lamentamos que não houve uma investigação da versão verdadeira dos fatos – como pressupõe o exercício da atividade jornalística. Tampouco fomos procurados nas dependências da Prefeitura para constatar a regularidade das politicas públicas municipais. 

5. Nos colocamos a inteira disposição de quem quer que seja para os devidos esclarecimentos e para a plena demonstração de que a exploração do ocorrido em Anapurus/MA não tem ligação com o município e está sendo, indevidamente, explorado por questões políticas. 

Anapurus/MA, 18 de julho de 2014.


Vários blogues destacaram o caso:







Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Credibilidade é o nosso maior patrimônio

Nosso objetivo é fazer jornalismo com seriedade, produzindo conteúdo regional, sobre política, economia, sociedade e atualidade, na forma de opinião, editorial e criticas.

Não usamos de artifícios como sensacionalismo, imagens apelativas, chocantes ou degradantes, tampouco textos, frases, ou palavras chulas para obter acessos.

Não somos o primeiro a divulgar a informação, mas somos quem apresenta o conteúdo checado, aprofundado e diferenciado.

Aqui oferecemos aquele algo mais que ainda não foi dito, ou ainda não foi mostrado.

Noticias qualquer um pode divulgar, mas com apuração e seriedade só aqui.

Comentários anônimos, ou que contenham, palavrões, pornografia, ataques pessoais, calúnias ou difamações não serão publicados.

Jornalista Abimael Costa

Ouça a Rádio Voz de Arari

PLAYER

LG Contabilidade Pública

LG Contabilidade Pública

Clinica Santo André

Clinica Santo André

Ouça a Rádio Voz de Arari

PLAYER

Apoie, assine e compartilhe

Crie seu próprio questionário de feedback de usuário

REGISTRO - 1608/MA

REGISTRO - 1608/MA

O amanhã é hoje

O amanhã é hoje

DISQUE DENÚNCIA - MIRANDA DO NORTE

DISQUE DENÚNCIA - MIRANDA DO NORTE

...

...

GCL - CONSTRUÇÕES

GCL - CONSTRUÇÕES

Fale Comigo

Nome

E-mail *

Mensagem *