sábado, 13 de dezembro de 2014

Campanha "Eu repudio a morte de agentes da lei" realiza caminhada em São Luis










Com o objetivo de chamar a atenção para o aumento do numero de atentados contra policiais que resultou em 17 agentes da lei mortos no estado do Maranhão em 2014, a campanha "Eu repudio a morte de agentes da lei" realiza caminhada no próximo domingo, 14, às 8h, na Avenida Litorânea, em São Luís. A concentração acontecerá na Praça do Pescador, na praia de São Marcos.

A campanha tem o apoio do Ministério Público do Maranhão, por meio do Centro de Apoio Operacional de Direitos Humanos (CAOp-DH). Além de participar da caminhada, o (CAOp-DH realiza  reunião com coordenadores da campanha "Eu repudio a morte de agentes da lei"  O encontro acontece neste sábado, 13, na sede da Associação do Ministério Público do Estado do Maranhão (Ampem), no Calhau.

Conforme dados publicado na edição zero da revista Catirina, em todo o Maranhão, foram mortos seis policiais (civis ou militares) em 2012, número que saltou para 19 mortos em 2013. Ainda segundo a revista, a última edição do Anuário Brasileiro de Segurança Pública apontou nos últimos cinco anos a morte de 1.770 policiais no país. A revista Catirina está disponível para download gratuito AQUI  .

De acordo com dados da Secretaria de Segurança Pública e Sindicato dos Policiais Civis do Maranhão (Sinpol), em 2014 já foram assassinados 17 policiais no Maranhão. O mês de novembro foi o mais violento do ano, com cinco mortes. Entre 2009 e 2013, o Anuário da Segurança Pública aponta que 1.700 agentes da lei foram assassinados no Brasil.

Diante destes dados, a campanha "Eu repudio a morte de agentes da lei" busca mobilizar e envolver a sociedade civil organizada na luta contra a vitimização de policiais.

A Revista Catirinalançada pela Sociedade Maranhense de Direitos Humanos na última quarta-feira (10), têm a intenção de contribuir para a desmistificação e desnaturalização da violência e provocar discussões que apontem para mudanças, de forma que todos e todas exerçam plenamente seu papel de agentes de transformação social.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Credibilidade é o nosso maior patrimônio

Nosso objetivo é fazer jornalismo com seriedade, produzindo conteúdo regional, sobre política, economia, sociedade e atualidade, na forma de opinião, editorial e criticas.

Não somos o primeiro a divulgar a informação, mas somos quem apresenta o conteúdo checado, aprofundado e diferenciado.

Noticias qualquer um pode divulgar, mas com apuração e seriedade só aqui.

Jornalista Abimael Costa