domingo, 24 de maio de 2015

CHACINA - Homens encapuzados invadem festa de aniversário e matam três pessoas em São Luis















A insegurança e a violência tomam conta de São Luís e do Maranhão, infelizmente mais três inocentes foram mortos de forma covarde e cruel enquanto se confraternizavam em uma festa de aniversário. Um policial militar, uma acadêmica de direto e um produtor musical foram executados a tiros, em uma chacina na noite deste sábado (23) em São Luís.   

O Governo do Estado e a Secretaria de Segurança Pública até às 15h deste domingo (24), ainda não haviam se manifestado sobre o caso, nenhuma nota explicativa ou de pesar foi divulgada, é preciso que o governo fale e assuma a sua responsabilidade, chame para si os bônus, mas também os ônus de ser governo, o povo espera por uma resposta, não dá mais mais para suportar tanta violência.  

Amigos que participavam de uma confraternização na noite deste sábado (23), em uma  casa de praia no Residencial Ponta Verde, praia de Panaquatira -São José de Ribamar - Região Metropolitana de São Luís, foram vitimas de uma chacina.

Eles celebravam o aniversário de Shirley Caroline Machado Martins, quando por volta das 21h, foram surpreendidos por seis homens armados e encapuzados que invadiram a casa, - três entraram pela frente enquanto os outros três vieram pelos fundos. - e passaram a disparar contra os participantes da festa.




Informações extra oficiais, dão conta de que ao perceber que tratava-se de uma ação criminosa, o policial militar Max Miller, de 27 anos, lotado no 6º Batalhão, localizado na Cidade Operaria, que estava na confraternização, reagiu a investida dos criminosos, alvejando um dos suspeitos que morreu no local. Os marginais então revidaram e passaram a disparar contra os participantes do aniversário.

Os tiros atingiram oito pessoas, sendo que duas morreram no local e a terceira morreu minutos depois de dar entrada no Socorrão II, outras cinco pessoas continuam internadas, o estado de saúde das vitimas que forma socorridas e levadas para hospitais da cidade não foi divulgado.
Max Miller 
Ananda Brasil
Alexandro Carvalho

Os mortos foram identificados como sendo, Max Miller, de 27 anos, polcial militar lotado no 6º Batalhão, na Cidade Operaria, O produtor musical Alexandro Carvalho de 36 anos e Ananda Brasil, de 20 anos, estudante de direito do Instituto Florence, que morreu  depois de dar entrada no hospital Socorrão II. Max Miller era irmão da jornalista Adria Rodrigues .

O marginal morto durante troca de tiros com o policial foi identificado como Valbenilson Santosa Lobato, de 19 anos. Josinaldo Aires da Costa, (27), “Nal Panaquatira”, suspeito de participar da chacina, foi morto na madrugada de domingo durante confronto com a policia .

Eric Rodrigues de Carvalho, irmão do policial militar assassinado, Allison José Fonseca da Silva, Ana Paula Ferreira de Sousa, Carlos Eduardo Silva e Shirley Caroline Machado Martins, a aniversariante, forma feridos e continuam internados em hospitais da capital. 

O corpo do Policial militar Max Miller está sendo velado na Igreja Batista do Jardim América. Avenida 2, lote 01, nas proximidades do Caic, entrando na padaria Martins. o enterro sera amanha as 9h, no cemitério Jardim da Paz.

Enquanto amigos das vitimas se manifestam nas redes sociais, até o momento 
(15h00 - 24/05/15), nenhuma nota sequer do governo do estado ou da Secretaria de Segurança do Estado do Maranhão sobre o caso.


A VIOLÊNCIA SE ALASTRA.
Perdí mais um amigo com essa violência toda, vítima da Chacina em Panaquatira.
Alex, hoje empresário de bandas, conhecido por "Cachorrão" trabalhou comigo no curso Exclusivo, era digitador, foi percussionista do grupo Q SAMBA.
O corpo segue pra Anapurus, onde mora a sua família.
Sempre alegre e brincalhão, Alex foi vitimado covardemente por um tiro na cabeça quando se encontrava na piscina, numa festa de aniversário de amigos em Panaquatira, onde bandidos invadiram a residência.
Pésames às Famílias de todas as vítimas dessa horrível chacina.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Credibilidade é o nosso maior patrimônio

Nosso objetivo é fazer jornalismo com seriedade, produzindo conteúdo regional, sobre política, economia, sociedade e atualidade, na forma de opinião, editorial e criticas.

Não usamos de artifícios como sensacionalismo, imagens apelativas, chocantes ou degradantes, tampouco textos, frases, ou palavras chulas para obter acessos.

Não somos o primeiro a divulgar a informação, mas somos quem apresenta o conteúdo checado, aprofundado e diferenciado.

Aqui oferecemos aquele algo mais que ainda não foi dito, ou ainda não foi mostrado.

Noticias qualquer um pode divulgar, mas com apuração e seriedade só aqui.

Comentários anônimos, ou que contenham, palavrões, pornografia, ataques pessoais, calúnias ou difamações não serão publicados.

Jornalista Abimael Costa

LG Contabilidade Pública

LG Contabilidade Pública

Clinica Santo André

Clinica Santo André