sexta-feira, 8 de maio de 2015

Conselhos Federais apresentam sugestões para o novo Código Comercial




Atendendo convite do deputado Hildo Rocha (PMDB/MA), representantes dos Conselhos Federais de Administração e de Contabilidade participaram de Audiência Pública com integrantes da Comissão que analisa o projeto do novo Código Comercial (PL – 1572/2011).

A comissão tem a incumbência de apresentar sugestões para a elaboração de regras compatíveis com a realidade do século XXI, pois a lei que regulamenta as relações comerciais no país foi elaborada há 165 anos.

Hildo Rocha disse as duas entidades convidadas para a reunião têm muito a colaborar com a comissão. “É fundamental ouvir sugestões das entidades que vivenciam no dia-a-dia, a realidade, os entraves e os conflitos ocasionados por uma lei tão antiga, que está em descompasso com o mundo moderno”, justificou.

Sugestões

O representante do Conselho Federal de Contabilidade José Nilton Junckes, sugeriu que a proposta reconheça que deixe claro que cabe ao Conselho Federal de Contabilidade editar normas e princípios conforme padrões internacionais conforme estabelece o Decreto-Lei 9.295/46.

Junckes recomendou que o texto da nova lei adote a expressão “demonstrações contábeis”, em vez de financeiras. “A demonstração financeira meramente trata da questão numérica. A contábil é mais abrangente. Ela traz notas explicativas junto com a publicação dos balanços, com toda uma explicação sobre o resultado e a gestão das empresas”, explicou.

Por fim, Junckes sugeriu que o texto se refira a “profissionais da contabilidade”, em vez de apenas a contadores. Segundo ele, a mudança permitirá abarcar não só os contadores, que possuem curso superior, mas também os técnicos em contabilidade, de nível médio. Os dois, no entanto, possuem algumas prerrogativas em comum.

A advogada Jéssica Feitosa, representante do Conselho Federal de Administração, sugeriu aos parlamentares que as empresas também sejam registradas nos conselhos regionais da categoria. A medida, segundo ela, facilitaria a fiscalização por parte das entidades de classe.

O deputado Vicente Candido (PT-SP), autor do projeto, recomendou que haja uma conexão entre os conselhos regionais e as juntas comerciais, a fim de se fazer um único registro e evitar uma nova burocratização do processo.

O projeto do novo Código Comercial (PL – 1572/2011) será relatado pelo deputado Paes Landim (PTB-PI). A relatoria do setor do Agronegócio está sob a responsabilidade do deputado Hildo Rocha.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Credibilidade é o nosso maior patrimônio

Nosso objetivo é fazer jornalismo com seriedade, produzindo conteúdo regional, sobre política, economia, sociedade e atualidade, na forma de opinião, editorial e criticas.

Não usamos de artifícios como sensacionalismo, imagens apelativas, chocantes ou degradantes, tampouco textos, frases, ou palavras chulas para obter acessos.

Não somos o primeiro a divulgar a informação, mas somos quem apresenta o conteúdo checado, aprofundado e diferenciado.

Aqui oferecemos aquele algo mais que ainda não foi dito, ou ainda não foi mostrado.

Noticias qualquer um pode divulgar, mas com apuração e seriedade só aqui.

Comentários anônimos, ou que contenham, palavrões, pornografia, ataques pessoais, calúnias ou difamações não serão publicados.

Jornalista Abimael Costa

LG Contabilidade Pública

LG Contabilidade Pública

Clinica Santo André

Clinica Santo André