sábado, 30 de maio de 2015

Sem respeito aos direitos humanos, ação policial se iguala a ação de bandido, diz secretário




O Secretário de Estado dos Direitos Humanos e Participação Popular, Francisco Gonçalves da Conceição e o Secretário-Adjunto de Direitos Humanos e Cidadania, Igor Almeida se manifestaram neste sábado (30), sobre o caso de execução ocorrido nesta quinta-feira (28), em Vitória do Mearim.

Os dois foram objetivos e contundentes ao se referirem ao vergonhoso episódio. Além de condenarem a ação criminosa, cobraram a investigação do caso e a responsabilização dos culpados.  

A fala da Secretaria de Direitos Humanos é clara, direta e objetiva. Além de mostrar o posicionamento da pasta, sinaliza que os secretários não irão tolerar, compactuar ou  ou ser coniventes com ações que violem os direitos humanos, e que não importa quem sejam os autores da ação, devem ser investigados e punidos. 

A declaração chega em momento oportuno, já que reafirma a determinação de combater abusos e excessos e coloca em xeque a atitude omissa da Secretaria de Estado da Segurança Pública que tentou versões diferentes para os fato, e mesmo depois de divulgar quatro Notas de esclarecimento até agora o caso continua envolto em mistério.  Ou seja as notas se contradizem e não conferem com o que diz os videos e os populares que presenciaram a execução.  

Parabéns aos secretários pela posição clara e firme. Em um momento de incertezas e de barbáries quando a justiça com as próprias mãos parece ser a arma utilizada pelo Estado para resolver conflitos é bom saber que alguém está atento e vigilante na defesa da legalidade e no respeito aos direitos humanos e ás garantias individuais asseguradas na constituição federal.   





Francisco Gonçalves
Sem respeito aos direitos humanos, ação policial se iguala a ação de bandido. Execução sumária em Vitória do Mearim é exemplo do que deve ser punido e do que não pode acontecer.


Os policiais militares identificados no vídeo devem ser investigados e responsabilizados. Execuções sumárias não devem ser admitidas em um Estado Democrático de Direito, contra quem quer que seja.



Entenda o caso:

Na tarde de quinta-feira (28), foi divulgado a primeira nota sobre o caso: 


Hoje por volta das 16:40h, a guarnição de serviço de Vitória do Mearim, recebeu denúncias de que uma dupla em uma motocicleta fan de cor preta, haviam assaltado um supermercado e uma jovem minutos atrás e que haviam se direcionada para Arari, com isto, avisaram a guarnição de Arari, que de imediato montaram uma barreira e estes ao se depararem com a barreira Policial, retornaram e ao observarem a viatura de Vitória, atravessada na BR 222, o cidadão da garupa sacou de um revólver calibre 32, numeração raspada e fez dois disparos contra a guarnição, que reagiu à injusta agressão, alvejando o garupeiro, IRIALDO BATALHA , 35 anos, que foi a óbito, ainda foi alvejado no pé direito, DIEGO GIANNI FERREIRA FERNANDES, 27 anos, que pilotava a motocicleta. 

Maj Ferreira
Cmt da 13 * CI - VIANA



Por volta das 15h de sexta-feira (29), a Secretaria de Estado da Segurança Pública do Estado do Maranhão divulgou Nota de Esclarecimento sobre o caso: 



Nota de esclarecimento


A respeito do assassinato do homem suspeito de praticar assalto, na tarde desta quinta-feira, 28, no município de Vitória do Mearim, o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Segurança Pública, esclarece que:

1. O principal suspeito de cometer o crime é o vigilante identificado por Luiz Carlos, funcionário do município de Vitória do Mearim, que, após perseguição policial a dois suspeitos de realizarem assalto a comércio, se aproximou e executou o homem com dois tiros;

2. Durante a operação policial, houve troca de tiros entre assaltantes e policiais e um dos suspeitos foi baleado, caiu da moto e bateu a cabeça. Neste momento, conforme vídeo e relato de testemunhas, o vigilante se aproximou do local e disparou contra o suspeito de praticar assalto, sem a presença dos policiais militares, que estavam em perseguição ao outro indivíduo efetuando a prisão;

3. A Polícia Militar realiza diligências para prender o vigilante suspeito de execução, que se evadiu do local. A polícia também determinou a imediata apresentação dos policiais militares, que atenderam a ocorrência ao Comando Geral da Polícia Militar para apurar as circunstâncias em que ocorreu toda a operação e adotar as providências legais que o caso requer.


São Luís, 29 de maio de 2015
Secretaria de Estado da Segurança Pública




A nota foi desmentida por populares que divulgaram dois videos mostrando o momento da execução, as imagens derrubaram a versão oficial da Secretaria de Estado da Segurança Pública.

O Jornalista Jorge Aragão publicou texto em seu blog: VEJA AQUI: Caso Vitória do Mearim:Secretaria de Segurança Mente em Nota  relatando com detalhes os erros da nota. 

Depois do caso alcançar repercussão nacional, a SECOM divulga outra nota na tentativa de reparar os erros das notas anteriores. A nota foi publicado por volta das 22h de sexta-feira (29)




GOVERNO DO MARANHÃO
SECRETARIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL
Fonte: SSP
29/05/2015

NOTA

Sobre o assassinato do suspeito de praticar assalto Irinaldo Batalha, 35 anos, no município de Vitória do Mearim, na última quarta-feira (28), o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Segurança Pública, esclarece que:

1- Após ter acesso às imagens que mostram a execução de Irinaldo Batalha e a consequente identificação do vigilante Luiz Carlos, funcionário do município de Vitória do Mearim, como principal suspeito do crime, a polícia intensificou as diligências para efetuar a prisão do autor do delito;

2- A Polícia Militar instaurou processo administrativo para investigar a participação dos policiais militares, que, conforme mostram as imagens, deram cobertura para a prática criminosa e determinou apresentações imediatas ao Comando Geral da corporação;

3- O Governo do Estado repudia veementemente a forma brutal e covarde com que o suspeito de participar o assalto foi executado e adotará todas as medidas legais para punir todos os responsáveis pelo crime.

São Luís, 29 de maio de 2015.
Secretaria de Estado da Segurança Pública


Saiu agora a pouco, por volta das 13h deste sábado (30),
 a 4ª nota sobre o caso:


Policiais envolvidos em homicídio em Vitória do Mearim são presos e autuados em flagrante

Os policiais militares envolvidos no fato que culminou na morte do homem suspeito de praticar assalto, na tarde de quinta-feira (28), no município de Vitória do Mearim, foram presos e autuados em flagrante pela Delegacia de Homicídios em São Luís, e responderão pelo crime de homicídio qualificado. O principal suspeito de cometer o crime, o vigilante identificado por Luiz Carlos, funcionário do município de Vitória do Mearim, que teria executado um dos assaltantes com dois tiros após perseguição policial, encontra-se foragido, mas as diligências realizadas pelas Polícias Civil e Militar continuam, com o objetivo de prendê-lo.    

Segundo o coronel Marco Antônio Alves, comandante Geral da Polícia Militar do Maranhão, os militares presos, o sargento Miguel e o soldado Gomes, que atuavam na Companhia Independente de Viana, afirmaram durante depoimento que após o assalto a polícia teria sido acionada e começou então uma perseguição, onde um dos suspeitos de praticar o assalto, identificado como Irinaldo Batalha, 35 anos, teria revidado, dando início a uma troca de tiros. Ele explicou ainda que os policiais relataram que o vigia Luíz Carlos estava na viatura acompanhando a ação. “Os militares disseram que o vigilante era uma pessoa conhecida na cidade e sempre dava apoio à polícia, sendo funcionário do município. Ele teria sido levado para trazer a motocicleta após a prisão dos suspeitos e quando o garupa foi atingido e veio ao solo ele teria sido designado para permanecer no local e fazer a segurança da área, uma vez que a perseguição continuou”, declarou.

De acordo com o comandante da PM, os policiais relataram ainda que o outro suspeito que seguia na motocicleta em direção ao município de Viana, foi alvejado com um tiro no pé e autuado em flagrante por roubo. O coronel Marco Antônio Alves explicou que após a polícia ter acesso às imagens que mostram a execução de Irinaldo Batalha e a consequente identificação do vigilante Luiz Carlos, as buscas para realizar sua prisão foram intensificadas, uma vez que o mesmo encontra-se foragido. “Os militares receberam ordens para se apresentarem no Comando Geral da PM, e assim o fizeram na noite desta sexta-feira (29), onde foi instaurado um processo administrativo para investigar a participação dos policiais no homicídio, além de terem sido autuados em flagrante pela Delegacia de Homicídios pelo crime de homicídio qualificado”, disse ele.

O Comando Geral da PM informou que as primeiras informações deram conta de que o suspeito de praticar o assalto, morto durante a ação policial, Irinaldo Batalha, era usuário de drogas e natural da cidade de Arari. Seu comparsa o piloto da moto, encontra-se preso na delegacia de Vitória do Mearim.


No festival de notas, a prefeitura Municipal de Vitória do Mearim também se manifestou na tarde deste sábado (30), e acabou por colocar mais lenha na fogueira:


NOTA DE ESCLARECIMENTO

A respeito da operação policial ocorrida na última quinta-feira (28) em Vitória do Mearim, a prefeita do município, Dóris de Fátima Ribeiro Pearce, vem a público registrar que lamenta profundamente o resultado da ação policial que culminou com a morte de um homem.

Esclarece ainda que, com relação a nota divulgada pela Secretaria de Estado da Segurança Pública, confirma que um dos funcionários cedidos pela Prefeitura à Delegacia de Vitória do Mearim tem por nome Luís Carlos Machado de Almeida.

A prefeita Dóris comunica ainda que não poupará esforços a fim de colaborar com as investigações, convicta de que violência não se combate com violência e sim na observância da Lei e dos direitos humanos.

Finalmente enfatiza que confia plenamente na capacidade e competência da Secretaria de Segurança Pública do Maranhão para a condução racional e justa do caso.

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Credibilidade é o nosso maior patrimônio

Nosso objetivo é fazer jornalismo com seriedade, produzindo conteúdo regional, sobre política, economia, sociedade e atualidade, na forma de opinião, editorial e criticas.

Não usamos de artifícios como sensacionalismo, imagens apelativas, chocantes ou degradantes, tampouco textos, frases, ou palavras chulas para obter acessos.

Não somos o primeiro a divulgar a informação, mas somos quem apresenta o conteúdo checado, aprofundado e diferenciado.

Aqui oferecemos aquele algo mais que ainda não foi dito, ou ainda não foi mostrado.

Noticias qualquer um pode divulgar, mas com apuração e seriedade só aqui.

Comentários anônimos, ou que contenham, palavrões, pornografia, ataques pessoais, calúnias ou difamações não serão publicados.

Jornalista Abimael Costa

LG Contabilidade Pública

LG Contabilidade Pública

Clinica Santo André

Clinica Santo André