terça-feira, 2 de junho de 2015

MA 203, abandono e caos - De tudo acontece ali...


DUPLICAÇÃO DA MA-203 ... CORREDOR METROPOLITANO... OBRA ORÇADA EM R$ 29.686.508,43 – A REAL SITUAÇÃO. 

O desabafo e a revolta de uma moradora da região, que trafega varias vezes por dia por esta via e é obrigada a convier com o caos que se instalou ali depois da paralisação das obras. 

As fotos e o texto são de autoria de uma cidadã preocupada com a situação de calamidade pública que se instalou no local, que decidiu tornar público o descaso das autoridades e cobrar providencias urgentes no sentido de solucionar este grave problema que afeta milhares de pessoas que são obrigadas a trafegar diariamente por aquela região.

De tudo acontece ali...

A obra foi iniciada no Governo de Roseana Sarney, mais precisamente em 2013, com previsão de término em 300 dias, e até parecia algo que beneficiaria a população de São Luís, São José de Ribamar, Raposa e Paço do Lumiar, mas ao longo da obra algumas aberrações foram aparecendo:

a) o canteiro do meio é mais largo que uma via para dois carros;

b) uma quantidade de postes que se pergunta qual a real necessidade daquilo;

c) uma camada asfáltica que já está cedendo  ao lado do meio fio em vários lugares antes do término da obra; onde seriam as calçadas só existem  buracos e muita lama; etc.
E o pior: - desde que o governo Flávio Dino assumiu, as obras foram paralisadas (POR QUE?), o que está causando uma série de problemas para os que trafegam diariamente naquela via.

PARTE 2 – DUPLICAÇÃO DA MA-203

Vamos aos problemas oriundos a partir da paralisação das obras:

1 – com as chuvas o asfalto cedeu em vários pontos fazendo com que a via (para dois carros) só consiga passar um;
 
 2 – Todas as ruas transversais à avenida estão quase sem acesso;




3Na via existem bueiros sem as tampas e que não causam mais acidentes porque a população “sinalizou”;


 
4 – no local que está o viaduto, muito mais problemas acumulados (e mais sérios). Na bifurcação -  acesso quando se sai da estrada da Raposa e vai para Paço do Lumiar e São Jose de Ribamar, bem como a “rotatória” provisória que volta para São Luis e vai para Raposa  – existem muitos buracos, o que obriga os motoristas a quase pararem e como não temos segurança virou ponto de assaltos;





 5 neste mesmo lugar (região do viaduto) existe uma placa  de RESPEITE A SINALIZAÇÃO, mas que sinalização?


6 – postes é o que não faltam, no canteiro central, ao longo da via que estava sendo alargada, mas iluminação que seria fundamental para a segurança dos que lá trafegam não existe, a escuridão é total (situação propícia para mais assaltos).

Cansei de escrever sobre as mazelas encontradas em tão poucos quilômetros de uma obra orçada em R$ 29.686.508,43, começada e não terminada, onde o dinheiro do povo está indo literalmente para o ralo, bueiros e crateras (formados pelas chuvas).

Como eu sou uma cidadã brasileira que passa naquela via várias vezes por dia, inclusive todos os dias por volta das onze horas da noite, no meu transcurso do trabalho para a minha casa, me sinto incomodada com tal situação, para não dizer lesada, enganada e roubada. Sinto-me no direito de deixar uma última pergunta a quem interessar possa (autoridades constituídas):


Se eu ou outra pessoa qualquer for assaltada ou até morta ao longo daquela tão defendida obra quem serão os responsáveis?
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Credibilidade é o nosso maior patrimônio

Nosso objetivo é fazer jornalismo com seriedade, produzindo conteúdo regional, sobre política, economia, sociedade e atualidade, na forma de opinião, editorial e criticas.

Não usamos de artifícios como sensacionalismo, imagens apelativas, chocantes ou degradantes, tampouco textos, frases, ou palavras chulas para obter acessos.

Não somos o primeiro a divulgar a informação, mas somos quem apresenta o conteúdo checado, aprofundado e diferenciado.

Aqui oferecemos aquele algo mais que ainda não foi dito, ou ainda não foi mostrado.

Noticias qualquer um pode divulgar, mas com apuração e seriedade só aqui.

Comentários anônimos, ou que contenham, palavrões, pornografia, ataques pessoais, calúnias ou difamações não serão publicados.

Jornalista Abimael Costa

LG Contabilidade Pública

LG Contabilidade Pública

Clinica Santo André

Clinica Santo André