Pular para o conteúdo principal

Escola pública suspende aulas por falta de segurança

EDUCAÇÃO SITIADA PELO CRIME:












O clima é de terror e desespero em algumas escolas públicas da Grande São Luís, bandidos e traficantes estão literalmente dominando algumas destas instituições e implantando um clima de terror e desespero.  Professores, alunos e servidores, temem pela própria vida, já que estão sendo vitimas cada vez mais constantes de assaltos, intimidações e ameças de morte. Em alguns casos os bandidos contam com a participação e conivência de alunos da instituição para praticar os atos criminosos.      

É o caso da Unidade de Ensino Básico Liberalino de Jesus Pereira localizada na comunidade do Vassoural em Paço do Lumiar, lá os bandidos aproveitam que escola não possui muro e o mato toma conta dos fundos da escola para comercializar drogas durante o horário de aula. Os bandidos repassam as drogas para os alunos a luz do dia, através das janelas da escola. 

Violentos e audaciosos, os bandidos agem livremente na escola, inclusive ameaçando e intimidando alunos e professores. Na ultima quarta-feira (12), por volta da 16h, os marginais invadiram a escola e assaltaram dois palestrantes que estavam na instituição a convite para falar sobre o combate ás drogas. Levaram todo o equipamento eletrônico que seria utilizado durante a reunião.

Nesta quarta-feira (19), por volta das 13h, os marginais voltaram a agir, eles abordaram uma professora na porta da escola, colocaram um revolver na cabeça da educadora e levaram sua bolsa com todos os pertences, inclusive um notebook que era utilizado para ministrar aulas.  Por volta das 16h um aluna da instituição adentrou a escola aos gritos,ela foi ameaçada de morte pelos mesmos marginais, que agora ameaçavam invadir a escola caso fossem denunciados á policia. 

Sitiados por marginais, correndo risco de perderem a vida e temendo pelo pior os professores decidiram suspender as aulas, até que a SEMED - Secretaria Municipal de Educação tome providencias no sentido garantir a integridade física de alunos, professores e servidores. 


Vale ressaltar que além de denunciar o fato à SEMED, os professores também registraram vários boletins de ocorrência na delegacia de policia local, porém até o momento nenhuma providencia foi tomada.

Comentários

Clinica Santo André

Clinica Santo André

Ouça a Rádio Voz de Arari

PLAYER