Pular para o conteúdo principal

CASO RIBAMAR ALVES: O patrulhamento da mídia e o caso da Escola de Base

É vergonhoso e ao mesmo tempo asqueroso o patrulhamento de parte da blogosfera sobre aqueles que ousam exercer o direito do contraditório, quer se manifestando contra a prisão do prefeito Ribamar Alves, quer prestando solidariedade ou entendendo que existem outras versões sobre este caso.


Amigos jornalistas, defensores da liberdade de expressão e do direito ao contraditório, estão caindo na cilada de atacar e condenar aqueles que pensam fora da caixinha, querem implantar o pensamento único, a versão única, para estes Ribamar Alves já está julgado e condenado, o veredicto já foi dado pela blogosfera: "CULPADO".

O caso da Escola de Base e dos meninos emasculados são exemplos recentes de como a imprensa julga e condena de forma açodada e inconsequente.

A bola da vez é o presidente do CRM-MA que ousou prestar solidariedade ao colega médico, bastou se manifestar para ser transformado em inimigo número UM das mulheres, da mídia e levar a pecha de defensor de bandido.

Como explicar esta gritante contradição da blogosfera maranhense?

se por um lado defende a ampla liberdade de imprensa e de expressão, o direito ao contraditório e a ampla defesa, por outro tenta impor um discurso único, atropela todos os preceitos constitucionais e de forma precipitada julga, condena e estampa o veredicto: "RIBAMAR ALVES É ESTUPRADOR".

O linchamento moral do acusado por parte da midia traz prejuízos irreparáveis a sua imagem e reputação, além de influenciar a sociedade a formar atencipadamente juízo de valor condenatorio definitivo. 


04/02/2016
Abimael Costa - Jornalista
Registro: 000.1608-MTE/MA

Comentários

Clinica Santo André

Clinica Santo André

Ouça a Rádio Voz de Arari

PLAYER