Pular para o conteúdo principal

Paciente barrado no Hospital Macrorregional de Santa Inês morre a caminho de São Luís


Inaugurado há exatos 24 dias, O Hospital  Macrorregional de Santa Inês continua de portas fechadas. As 12 UTIs e os 116 leitos do  Tomás Martins que teoricamente deveriam estar sendo utilizados para salvar vidas, estão ociosos, vazios e inoperantes. Na noite deste sábado (17), um paciente em estado grave necessitando de atendimento especializado, teve que ser transferido para São Luís. Infelizmente, Carlos Alberto, o Tina Pepper, pessoa muito querida e conhecida de  todos em Santa Inês, morreu antes de chegar à capital. O fato lamentável provocou revolta e muitas criticas ao governo Flávio Dino, fica difícil explicar porque mesmo inaugurado - 25/08 - á quase um mês, o Macrorregional segue de portas fechadas. 

Em uma tentativa desesperada de salvar Carlos Alberto, amigos chegaram a leva-lo até o Hospital  Macrorregional de Santa Inês, onde infelizmente foram barrados. Lamentamos que o descaso e a falta de compromisso do governo comunista resulte na morte de inocentes. Até quando a população vai continuar sendo vitima da república comunista?   

Tristeza e Revolta


Poucas pessoas conheceram Carlos Alberto. Mas, talvez não haja um ser vivente em Santa Inês que não tenha conhecido Tina Pepper. Tina morreu na madrugada deste domingo (18), quando era transferido para hospital da capital maranhense após sofrer um Acidente Vascular Cerebral. Santa Inês amanheceu de luto e com o coração dividido entre a tristeza e revolta.CONTINUE LENDO

Comentários

OUÇA a RÁDIO VOZ DE ARARI

Denuncie, seja os olhos e os ouvidos da polícia!

Clinica Santo André

Clinica Santo André

LG Contabilidade Pública

LG Contabilidade Pública