Pular para o conteúdo principal

Adolescentes cumprem medida socioeducativa trancafiados em cela de delegacia


Por conta da superlotação nas unidades de internação da Funac em São Luís e Imperatriz, OITO (08) adolescentes em conflito com a lei estão cumprindo internação provisória trancafiados na cela de uma delegacia de Polícia Civil no interior do estado. 

Sem direto a visitas, alimentação, ou banho de sol, os adolescentes cumprem internação provisoria em uma cela superlotada da delegacia de Balsas, e devem ficar lá por um bom tempo e talvez até cumprir a "medida sócio educativa" ou pena na cela insalubre em que estão, já que as (09) unidades da Funac estão superlotadas e o numero de adolescentes apreendidos não para de subir.

Segundo dados da PM sete de cada dez conduções feitas pela polícia na região de Balsas são de adolescentes envolvidos em assaltos e tráfico de drogas. O comandante do 4º BPM denuncia que por falta de local apropriado para colocar os infratores, eles terminam sendo liberados e voltando para as ruas, onde voltam a praticar novos atos infracionais.       

Com unidades superlotadas, a Funac parece ignorar as graves violações cometidas contra adolescentes já sob a custodia do Estado. Cabe ao judiciário e ao Ministério Público o dever de obrigar o Governo a cumprir a lei.

  




Comentários

Clinica Santo André

Clinica Santo André

Ouça a Rádio Voz de Arari

PLAYER