Pular para o conteúdo principal

Primeiro a gente faz. depois a gente fala


Por: Roberto Rocha 

Respeito, e até admiro, quem tem um bom gogó. Mas na música. Na política, trabalhamos com gente, com sentimentos, com emoção.

Por isso, um mandato não pode ser encarado como se fosse uma gincana escolar. Daí porque, o detentor de mandato popular não tem o direito de ficar só com conversa fiada, no gogó. 

Tem que ter ação concreta, apresentar resultados, fazer as entregas que a população espera. Sempre fiz de meus mandatos um instrumento de trabalho, gerador de benefícios para a população. Não sou contra ninguém. SOU A FAVOR DO MARANHÃO E DO BRASIL.

Dizia na campanha que Jackson Lago tinha chegado ao governo, mas não ao poder. Porque o verdadeiro poder no Brasil está em Brasília, no Congresso Nacional, mais precisamente no Senado Federal.

Por isso dizia que o Maranhão precisava voar alto. Pensar grande, e agir com grandeza. Dizia que o governador seria uma asa do avião e o senador seria a outra. O povo estaria sempre na cabine, comandando o avião.

Pois bem, vieram os gogozadores e desde a minha posse tentam me desqualificar como "asa de avião". Resultado: O estado tem hoje um governo fraco, pequeno, que pensa e só age no varejo. Ou seja, o governador é um hóspede do palácio, um despachante de luxo. Mudou apenas o gênero e o CPF do governador, porque o estado segue voando baixo. No interior a gente chama 'espantando macaco'.

Essas máquinas representam apenas uma pequena amostra do que estamos fazendo pela revitalização dos nossos Rios e nascentes.

Não estou preocupado com as próximas eleições, mas com as próximas gerações. Não estou vendo em minha frente apenas eleitor, mas gente. Desta forma, sem ódio, com amor no coração, em nome do estado que orgulhosamente represento no Senado Federal, quero convidar o GOVERNADOR FLÁVIO DINO para nos ombrearmos, dar as mãos e fazer NOSSO ESTADO, NOSSA GENTE, voar alto.

Este não é ano de eleição. Vamos deixar esse enfrentamento para 2018. Já que temos uma visão de mundo, de Brasil e de Maranhão muito diferentes, deixemos que o povo faça esse julgamento no momento adequado, que é no ano da eleição.

Lembre-se, governador, você não é mais juiz, não julga, pelo contrário, é julgado.

Está feito o convite.

*Senador eleito pelo estado do Maranhão (PSB/MA).

Comentários

Clinica Santo André

Clinica Santo André

Ouça a Rádio Voz de Arari

PLAYER