Pular para o conteúdo principal

Evangélicos marcham pela PAZ em Santa Inês



O aumento no número de casos de violência registrados no município de Santa Inês nos últimos quinze dias chamam a atenção não apenas pelo grau de perversidade e frieza dos autores dos crimes, mas também pelo aumento no número de crimes envolvendo adolescentes que se dizem membros de facções criminosas. 
Alcançar a PAZ, ter PAZ, viver em PAZ, este é um maiores desafios enfrentado pelo indivíduo do mundo moderno. Nunca se desejou tanto este estado de espírito que sozinho é capaz de oferecer sossego, harmonia, tranquilidade, ausência de conflitos, guerras e dissensões. O curioso é que, enquanto para muitos a PAZ parece ser uma utopia, para outros ela é uma realidade disponível a todos, basta seguir alguns passos, tomar algumas decisões e a tão sonhada PAZ se instala naturalmente. 
  
Parece um contrassenso que a PAZ esteja tão perto e ao mesmo tempo tão longe. O mundo pós moderno enfrenta a maior e mais profunda crise social já vivida pela humanidade. A violência alcança números estratosféricos e avança sobre as famílias, dizimando adolescentes, jovens e adultos sem distinção. Apesar dos esforços dispendidos pelas forças de segurança públicas e privadas, a criminalidade não retrocede.

A discussão sobre as formas de  obter a PAZ passa por inúmeras sugestões e fórmulas que vão desde mais investimentos em segurança pública, saúde, educação e infraestrutura, a ações sociais, redistribuição de renda, e valorização da cidadania. Ideias muito interessantes na teoria, mas que não se tornam realidade por uma simples razão: não existe interesse, ou vontade política por parte do Estado em enfrentar a situação. Então estamos perdidos? Não existe saída? Não há luz no fim do túnel?  

O aumento no número de casos de violência registrados no município de Santa Inês nos últimos quinze dias chama a atenção, não apenas pelo grau de perversidade e frieza dos autores dos crimes, mas também pelo aumento no número de atos infracionais envolvendo adolescentes que se dizem membros de facções criminosas. 

Perdemos a guerra para os traficantes? Como solucionar o impasse?
Lutar para mudar as leis, exigir punição severa para os criminosos? Lutar pelo porte de arma para todos? Fazer justiça com ás próprias mãos?  mudar os hábitos, reforçando a segurança em casa e no local de trabalho, evitar sair de casa, não usar ou carregar objetos de valor? Algumas destas medidas até podem contribuir para amenizar a violência, mas jamais trarão a PAZ.

 A PAZ não se estabelece plenamente e não é encontrada pela maioria dos que a procuram, pelo simples fato de estarem procurando algo que desconhecem e, além de tudo, estão procurando no lugar errado. A PAZ é algo interior, tem que nascer dentro do indivíduo e a partir daí fluir como fonte de água viva! A PAZ está em CRISTO, Ele é o principe da PAZ: "Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu, e o principado está sobre os seus ombros, e se chamará o seu nome: Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz"
(Isaías 9:6).
      
É preciso nascer de novo para encontrar a PAZ perfeita, ela foi dada por CRISTO de forma gratuita para todos: "Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou; não vo-la dou como o mundo a dá. Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize"João 14:27. A partir desta breve introdução, fica fácil perceber o motivo de tantas barbáries e tragédias.  Na busca pela PAZ, o ser humano prefere em vão abraçar os complexos tratados filosóficos e sociológicos desprezando a simplicidade e eficacia da Bíblia, fonte autorizada para falar sobre PAZ.   
     
As igrejas evangélicas têm desempenhado papel relevante na propagação da PAZ. Na verdade por décadas, homens e mulheres destemidos tem feito um trabalho social de grande alcance e disseminado a semente da PAZ e do AMOR em todos os cantos deste país. 


Um exemplo desta ação incansável foi registrado neste sábado (17),  quando milhares de evangélicos saíram às ruas e avenidas de Santa Inês durante a 4ª MARCHA DA PAZ, evento comemora os 106 anos da Assembleia de Deus no Brasil. A mensagem de PAZ divulgada por dezenas de caravanas que se deslocaram de pontos diversos da cidade e se concentraram na praça das Laranjeiras, foi concluída com uma grande Cruzada Evangelística que teve como orador oficial o pastor Rayfran Batista da Silva líder da Assembleia de Deus em Santa Inês. 















Comentários

OUÇA a RÁDIO VOZ DE ARARI

Denuncie, seja os olhos e os ouvidos da polícia!

Clinica Santo André

Clinica Santo André

LG Contabilidade Pública

LG Contabilidade Pública