domingo, 17 de dezembro de 2017

Antonio Noberto é eleito o novo presidente da Academia de Letras de São Luís



Noberto é o terceiro a ocupar a cadeira mais alta da Academia Ludovicense de Letras (ALL), depois de Roque Macatrão e Dilercy Adler. A posse acontecerá no próximo mês de janeiro

A Academia Ludovicense de Letras (ALL) elegeu na manhã de sábado (16), sua nova diretoria que comandará a Instituição literária no biênio 2018 / 2019. A chapa encabeçada pelo pesquisador, turismólogo, historiador e escritor Antonio Noberto e pela Vice-Presidente, a promotora de Justiça e escritora Ana Luiza Almeida Ferro, obteve quase 90% dos votos creditados pelos membros da ALL, conhecida como Casa de Maria Firmina dos Reis. 

Noberto é membro-fundador da Academia Ludovicence de Letras e Sócio-efetivo do Instituto Histórico e Geográfico do Maranhão (IHGM). Entre os seus trabalhos publicados estão "A influência francesa em São Luís", "Só por uma estação: uma viagem ao Brasil" e "França Equinocial uma história de 400 anos". Ele é pesquisador e incentivador da reaproximação e fortalecimento dos laços do Maranhão com a França. Noberto realizou viagens de pesquisa ao país gaulês com objetivo de incrementar a relação histórica entre o Maranhão e a terra de Daniel de La Touche, senhor de La Ravardière. Em 2015, a pedido da Prefeitura Municipal de São Luís e do trade turístico local, ministrou palestra em Paris sobre a fundação de São Luís e as potencialidades turísticas do estado do Maranhão. 

O turismólogo e historiador é o criador do Cemitour do Gavião, passeio musicado que rememora as personalidades inumadas na necrópole do Gavião, em São Luís. Antonio Noberto faz parte dos quadros da Polícia Rodoviária Federal (PRF), onde exerce a função de chefe do Núcleo de Comunicação Social e de assessor parlamentar da Instituição que cuida das rodovias federais do país. Ele é pós graduado em Gestão Mercadológica e Consultoria em Turismo (UNICEUMA) e cursou MBA em Gestão Empresarial pelo Instituto Superior de Administração e Negócios / Fundação Getúlio Vargas (ISAN/FGV). É ex-presidente da Associação Brasileira dos Bacharéis em Turismo - ABBTUR/MA. 

A Vice-Presidente eleita, Ana Luiza Almeida Ferro, também é membro-fundador da ALL, Promotora de Justiça do estado do Maranhão e uma das escritoras mais premiadas do estado nos últimos anos. Ela é filha do historiador e professor Wilson Pires Ferro, que também ajudou a fundar a ALL e faleceu logo em seguida a fundação da mesma.

A jovem Academia Ludovicense de Letras foi fundada no dia 10 de agosto de 2013, logo após os eventos comemorativos dos 400 anos da capital maranhense, período em que o turismólogo Antonio Noberto presenteou o Maranhão com a Exposição França Equinocial para sempre, trabalho que mostra um pouco do nascimento desta parte do Brasil. 

A Exposição foi inicialmente lançada no Palácio Cristo Rei, em 14 de agosto de 2012, com o apoio de Clores Holanda e Joana Bittencourt, e atualmente em cartaz no Forte de Santo Antonio, na Ponta da Areia, a convite da Secretaria de Estado da Cultura e Turismo (SECTUR) e da Secretaria de Estado da Educação (SEDUC). O trabalho foi escolhido naquele ano o "Melhor evento cultural voltado para os 400 anos de São Luís". 

"Me considero um pesquisador e escritor dedicado a assuntos basais que nos interessa como sociedade e como civilização (...) recebi um convite generoso de alguns confrades e confreiras que viram grande potencial no meu perfil para chegar a presidência, a exemplo dos amigos Osmar Gomes, Sanatiel Pereira, Ceres Fernandes, Ana Luiza Ferro e Clores Holanda, logo apoiados por Arquimedes Vale, Daniel Blume, Raimundo Meireles e Vavá Melo. A Casa gostou da proposta e respondeu com um fragoroso sim (...) Minha chegada à presidência da ALL é para fazer uma gestão compartilhada com todos os membros, respeitando os ditames do Estatuto e do Regimento da Casa, e valorizando a produção da confraria (..) Fazer parte da Academia de Letras da primeira cidade fundada na porção norte do país, berço de tantos escritores e poetas é uma honra. Estou feliz por ter sido eleito para presidir a Academia da Atenas Brasileira. (...) Minha missão é fazer com que o quadro (os membros e a produção deles) brilhe mais que a moldura", arremata o Presidente eleito. 

Ludovicense é o adjetivo gentílico que designa quem é natural de São Luís ou diz respeito a capital maranhense. O termo deriva de Ludovico, Luís, o rei da França, em latim. 

A composição da nova diretoria da Academia Ludovicense de Letras ficou assim:

Presidente - Antonio Noberto 

Vice-presidente - Ana Luiza Ferro 

Secretária Geral - Clores Holanda

Primeiro secretário - Daniel Blume 

Segunda secretária - Ceres Fernandes 

Tesoureiro - Osmar Gomes 

Segundo tesoureiro - Raimundo Meireles 

Conselho Fiscal 

Sanatiel Pereira 

Arquimedes Vale 

Vavá Melo
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Credibilidade é o nosso maior patrimônio

Nosso objetivo é fazer jornalismo com seriedade, produzindo conteúdo regional, sobre política, economia, sociedade e atualidade, na forma de opinião, editorial e criticas.

Não usamos de artifícios como sensacionalismo, imagens apelativas, chocantes ou degradantes, tampouco textos, frases, ou palavras chulas para obter acessos.

Não somos o primeiro a divulgar a informação, mas somos quem apresenta o conteúdo checado, aprofundado e diferenciado.

Aqui oferecemos aquele algo mais que ainda não foi dito, ou ainda não foi mostrado.

Noticias qualquer um pode divulgar, mas com apuração e seriedade só aqui.

Comentários anônimos, ou que contenham, palavrões, pornografia, ataques pessoais, calúnias ou difamações não serão publicados.

Jornalista Abimael Costa

LG Contabilidade Pública

LG Contabilidade Pública

Clinica Santo André

Clinica Santo André
Crie seu próprio questionário de feedback de usuário

REGISTRO - 1608/MA

REGISTRO - 1608/MA

O amanhã é hoje

O amanhã é hoje

DISQUE DENÚNCIA - MIRANDA DO NORTE

DISQUE DENÚNCIA - MIRANDA DO NORTE

...

...

GCL - CONSTRUÇÕES

GCL - CONSTRUÇÕES

Fale Comigo

Nome

E-mail *

Mensagem *