segunda-feira, 8 de janeiro de 2018

ENTREVISTA: prefeito Ruivo faz um balanço de seu 1º ano de governo e fala sobre as previsões para 2018



CANTANHEDE: O QUE FOI O  1º ANO DE GOVERNO RUIVO E AS PREVISÕES PARA 2018

Com a  chegada de 2018, inicia-se o segundo ano de governo do prefeito Ruivo, o PÉ NO CHÃO. Nascido na Rua do Bacuri, no centro da cidade de Cantanhede, Marco Antonio Rodrigues de Sousa, o Ruivo, fez história, ele foi eleito aos 40 anos de idade - em outubro de 2016 - com 57,1 % (7.677 votos), o vigésimo prefeito eleito da história cantanhedense, derrotando o forte grupo político que estava no poder.

Na manhã da última quinta-feira (4), fui recebido pelo prefeito Ruivo, meu objetivo é conhecer mais sobre sua gestão. Durante uma longa e agradável conversa, falamos com o GESTOR sobre seu 1º ano de governo, as dificuldades, e avanços do inicio da gestão em 2017, e as perspectivas para o ano de 2018. VEJA A ENTREVISTA NA ÍNTEGRA 

Prefeito que realidade Vc encontrou ao tomar posse? 


RUIVO: Depois de uma grande vitória nas urnas, fomos surpreendidos com vários percalços que buscavam atrapalhar e travar a nossa gestão. Para início de conversa, a gestão anterior não fez o devido processo legal de transição, programas e arquivos de computadores foram retirados, apagados e danificados com o objetivo de nos impedir de ter acesso a caixa preta da máquina pública.



Sem um banco de dados confiável, iniciamos do ZERO, e aos poucos fomos tomando pé da situação, e o que encontramos, infelizmente não foi nada agradável. Inadimplências, folha de pagamento inchada com grande número de funcionários fantasmas, gastos excessivos com supérfluos, entre outros problemas.


Recebemos o município quebrado, a inadimplência tem sido um grande fardo para nossa gestão, o resultado recai sobre o povo de Cantanhede, temos convênios suspensos, obras paralisadas, e recursos que deveriam estar sendo destinados para o bem estar da população, sendo usados para pagar débitos deixados pelo ex-gestor, até o mês de novembro deste ano, a prefeitura de Cantanhede pagou mais de meio milhão de reais de dívidas, e ATÉ MARÇO de 2018, vamos pagar mais de um milhão de reais de contas atrasadas que deveriam ter sido pagas, e não foram.



Como não houve transição, fomos surpreendidos com o aumento no numero de funcionários concursados, que pulou de 442 para 616,  fato que resultou no aumento imediato, após nossa posse, de mais 300 mil mensais na folha. Só no mês de novembro deste ano, o acréscimo na folha, por conta os novos concursados e efetivados foi na ordem de R$ 330.710,66. 

O aumento no numero de servidores provocou um deficit que até novembro já estava em R$ 3.960.00,00, ou seja, o que entra de recursos federais FUNDEB é insuficiente para pagar a folha da educação, todo mês precisamos usar dinheiro do FPM para complementar o pagamento do funcionalismo.
      
 O que foi feito para reverter o caos?               



RUIVO: Desde o primeiro momento de nosso governo determinamos que fosse realizada uma ampla e profunda mudança de pensamento e no modo de agir frente a coisa pública, começamos com a implantação de medidas eficazes e seguras para seguir e cumprir os princípios da legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência, que regem a administração pública.

Moralizamos a folha de pagamento da prefeitura acabando com uma chaga que atormentava o serviço público, o fim dos funcionários fantasmas. Hoje, não há nenhum fantasma na folha de pagamento de Cantanhede.

Cancelamos os telefones corporativos onde existiam 67 linhas de celulares, e se hoje, tivéssemos mantido essas linhas, estaríamos pagando cerca de R$ 10.000,00 (dez mil reais) todos os meses. Implantamos uma gerência de controle interno, que analisa todos os processos de pagamento, efetuamos controle de diárias e de combustível. 

Parcelamos as dívidas deixadas pelo ex-gestor, buscamos reativar os convênios e dar continuidade às obras paralisadas.  

O deficit e falta de dinheiro em caixa nos forçou a parcelar o 13º salário dos servidores, que foi pago nos dias 20 e 28 de dezembro. Até o dia 10 de janeiro vamos pagar o mês de dezembro, para concursados e efetivados.

Até março deste ano, vamos atualizar e regularizar o pagamento dos cooperativados, esse é um compromisso nosso que fazemos questão de honra.     
Inclusive convidamos a população, para no dia 17 de janeiro, a partir das 08h da manhã, no STTR de Cantanhede, participar de uma audiência pública específica sobre a situação do FUNDEB, pois é muito fácil dizer que o município recebe tanto, sem falar com o que gasta. 
    

Diante deste quadro de dificuldades, como o prefeito tem agido para garantir a manutenção dos serviços essenciais e avançar em novos investimentos que assegurem obras, beneficios e melhorias para a população?       

RUIVO: Desde o primeiro minuto de nosso governo, buscamos parcerias institucionais que assegurassem ajuda para nosso município, neste particular temos a felicidade de contar com o apoio de dois atuantes deputados federais, Hildo Rocha e Júnior Marreca, que muito vem contribuindo com nossa gestão.

Ressaltamos a produtiva parceria com o governo Flávio Dino que tem ajudado o município de Cantanhede em várias frentes.

A nossa meta em 2018, é ampliar as parcerias e buscar mais investimentos para nosso município. Temos uma serie de obras para concluir e outras que iniciaremos, certamente este ano será bem melhor que 2017. 

Durante essa nossa conversa, vamos ter a oportunidade de falar com mais detalhes sobre o nosso primeiro ano de governo, conquistas, avanços, mudanças, dificuldades e superações alcançadas em nossa gestão, sem esquecer é claro, de ressaltar que tudo que conquistamos e alcançamos é fruto do trabalho árduo, do empenho e da dedicação de nossa competente equipe de governo, faço questão de destacar e reconhecer de público a importante contribuição do vice-prefeito, meu amigo Dr. Elvy Soares, da minha esposa, a primeira-dama Leidiane Chaves,  e de toda a equipe da administração. Vamos falar também sobre nossas ambiciosas e arrojadas metas para 2018.        

ABIMAEL COSTA: Prefeito vamos falar sobre as ações das secretarias durante o ano de 2017, o que cada setor fez e o que vai fazer em 2018, vamos começar pela Cultura, Turismo, Juventude e Ciência e Tecnologia.

RUIVO: Amigo jornalista, na área da cultura e do turismo, realizamos as três maiores comemorações do município, resgatando assim, a alegria e a tradição do povo cantanhedense de brincar nas praças e ruas. Realizamos o Carnaval da Alegria com quatro dias de folia. 

Realizamos o São João da Alegria “Casa de Maria Alice e José Maria Souto”, com homenagem ao casal que faz referência o título, tivemos apresentações folclóricas de vários estilos, bandas regionais, mas sem deixar de oportunizar o artista local, tivemos atrações nunca vistas em Cantanhede, como por exemplo, um concurso regional de quadrilhas.

Comemoramos a Festa do Município 2017 “Casa de Isabel e Faustino Cantanhede” chamando atenção para os nossos 297 anos de fundação, sem esquecer a emancipação política. Na oportunidade tivemos gincana cultural, shows, competições esportivas, reconhecimento com o Mérito Antonio Henriques Leal, missa, culto evangélico e sempre prestigiando a os artistas locais.

Realizamos o I Encart’s, dando oportunidade para o talento local e incluímos Cantanhede no mapa do Turismo, para que a partir de agora, os recursos que sejam destinados ao município, venham contribuir para a promoção do turismo local como instrumento de sustentabilidade econômica.

Estamos na fase de idealização do projeto Barbados uma ideia ainda no papel, mas com uma capacidade futura para investimentos da inciativa privada e a valorização da nossa história e nossas tradições. 

Nessa área temos um grande gargalho, a obra inacabada do projeto “Viva”, deixada pela gestão anterior e que estamos realizando todos os esforços para concluir. Apoiamos várias manifestações culturais e religiosas e deixamos a cidade com uma decoração de Natal nunca antes realizada em nossa história.

Ainda na área cultural, fomos informados que quatro mestres de cultural do nosso município foram selecionados e receberão o prêmio mestre de cultura do Mistério da Cultura, no valor de 10 mil reais, descontado o imposto.

ABIMAEL COSTA:  Transportes e Transparência?

RUIVO: As nossas parcerias com o governo federal, governo do Maranhão, com os deputados federais, Hildo Rocha e Júnior Marreca e com o secretário de estado da Agricultura Familiar, Adelmo Sores, nos possibilitou o aumento da frota municipal.

Recebemos mais um ônibus escolar, uma moto-niveladora, quatro patrulhas mecanizadas, uma viatura policial, uma viatura para a secretaria de Agricultura e um barco motorizado, para a secretaria de Meio Ambiente em parceria com uma instituição local e a CODEVASF. 

Criamos a coordenação de Transparência e por meio dela, disponibilizamos o portal da Transparência, na página oficial do município www.cantanhede.ma.gov.br, onde todos podem acompanhar a vida financeira do município. Neste instrumento, o munícipe e os órgãos fiscalizadores ficam sabendo de tudo que licitamos, empenhamos e pagamos, por meio de contratos, remuneração, convênios e etc.

ABIMAEL COSTA: Meio Ambiente, Mulher e Fazenda?

RUIVO: Nestas áreas, fizemos um grande trabalho de parceiras, a secretaria da Mulher voltou a funcionar e além das atividades como a presença da Carreta da Mulher, A Caravana da Mulher com vários serviços oferecidos na sede e na zona rural. Fizemos várias campanhas de alerta contra a violência e o abuso sexual e iniciamos um trabalho de formação de dados.

O meio ambiente saiu do papel e passou a fazer parte das políticas públicas de verdade, além do espaço físico e da institucionalização da secretaria, a equipe do meio ambiente realizou várias visitas técnicas para orientar produtores e empresários ligados ao ecossistema. Estamos trabalhando para que a secretaria de Meio Ambiente tenha o papel de controle e fiscalização. 

Na área da Fazenda, em parceria com a câmara de Vereadores, avançamos para que o ISS do cartão de crédito seja imposto para o município, abrimos parceira com o SEBRAE na criação da sala do microempreendedor e com o governo do estado, com a implantação do SIM e que em 2018, tenhamos a reforma do Código Tributário e administração tem como uma das prioridades, a regularização dos títulos dos imóveis urbanos, para que os seus que os terrenos sejam de fato e de direito dos seus ocupantes, que facilitará entre outras questões os empréstimos. 

ABIMAEL COSTA: Agricultura e Esporte?

RUIVO: Na agricultura familiar, a prefeitura intensificou o apoio técnico para assistir os produtores do município com a distribuição de sementes, fertilizantes, kits de irrigação extensivos às associações comunitárias, melhoramos os programas PENAE E PPA.

Fomos contemplados com quatro patrulhas mecanizadas, por meio de emendas dos deputados federais, Hildo Rocha e Júnior Marreca, e no segundo semestre de 2017, firmamos uma parceria com o governo do Maranhão, por meio da secretaria de estado Agricultura Familiar e o secretário Adelmo Soares passou a ser mais um grande parceiro da nossa administração,  a exemplo disso, está em fase de implantação o projeto Dom Helder, que promoverá uma distribuição de renda para cerca de 100 famílias, fomos contemplados também com o programa Cisternas nas Escolas, onde 10 escolas estão sendo beneficiadas e temos confirmada para este ano, a reforma completa do Mercado Municipal Artur Martins, em parceria com o governo do Estado, por intermédio da Secretária de de Estado da Agricultura Familiar.  

Na área do esporte, recebemos um grande desafio, que é o de concluir a reforma do estádio municipal, um projeto em que o dinheiro gasto com a primeira parte liberada, não corresponde ao aplicado na obra, mas estamos trabalhando para concluir a reforma da nossa principal praça esportiva e entregá-la ao desportista.

No calendário esportivo, realizamos várias competições com destaque para participação nos JEM’S, onde fomos medalhistas, apoiamos a prática do (Jiu-Jitsu), do ciclismo, do atletismo, dos jogos coletivos de mesa e realizamos campeonatos de futebol na sede e na zona rural. Neste momento, temos em andamento o Campeonato Cantanhedense de Futebol. Temos ainda em encaminhamento ao Governo do Estado, o pedido da reforma do ginásio Roseana Sarney.

ABIMAEL COSTA: Assistência Social, Administração e Finanças?

RUIVO: Na pasta da Assistência Social, ampliamos o controle e a difusão dos
programas sociais. No âmbito municipal, melhoramos o atendimento às jovens
gestantes com o projeto Gerando Amor; os serviços de convivência entre crianças, com o projeto Tempo de Crescer, com atendimento para 25 crianças; entre jovens prestamos atendimentos com o projeto Novo Horizonte, e ampliamos a convivência entre idosos. 
No apoio ao pessoal da terceira idade ampliamos o projeto Idoso Feliz, que atende 90 pessoas. 

Aderimos ao Programa Criança Feliz, que atende cerca de 150 famílias pertencentes ao programa bolsa família que possuem crianças de 0 a 3 anos de idade, podendo se estender até os 6 anos de idade se a criança receber BPC - benefício de prestação continuada.

O programa é realizado por meio de visitas domiciliares, nestas visitas se trabalha o valor do cuidado, da atenção, da proteção familiar, bem como, a partir da dinâmica de vida apresentada pela família o município intervém por meio de atuações específicas a política de assistência social.

Realizamos o I Fórum Municipal de Combate ao Abuso e a Exploração sexual em Crianças e Adolescentes. Realizamos a 1ª Roda de Conversa sobre o Trabalho Infantil. Fizemos a 7ª Conferência Municipal de Assistência Social. Realizamos uma grande capacitação para toda a equipe da secretaria. 

Na pasta da Administração, realizamos uma mudança profunda com a implantação de medidas eficazes e seguras para seguir os ritos da administração pública, corrigindo as distorções que existiam na folha de pagamento. 

Ainda temos um problema, a falta do banco de dados, que assim, como outras coisas, não foram repassados, devido a Transição que não houve e a retirada dos programas e arquivos de computador. 

Várias medidas foram tomadas para acabar com o privilégio de muitos que ganhavam de forma abusiva, sem nenhum amparo legal, mas ainda temos que realizar alguns reparos para deixar a máquina pública sem gorduras.

Porém, a maior conquista nesse item, foi realmente moralizar a folha de pagamento da prefeitura acabando com uma chaga que atormentava o serviço público, o fim dos funcionários fantasmas, isso é sem dúvida um feito, que restaura a estima de quem realmente trabalha, moraliza a gestão e recupera a confiança no governo. Hoje, não há nenhum fantasma na folha de pagamento de Cantanhede.

Adotamos também algumas medidas para a diminuição de custo, como o período de meio expediente, controle de água e luz nos prédios públicos e cancelamos os telefones corporativos onde existiam 67 linhas de celulares, e se hoje, tivéssemos mantido essas linhas, estaríamos pagando cerca de R$ 10.000,00 (dez mil reais) todos os meses.

Implantamos uma gerência de controle interno, que analisa todos os processos de pagamento, efetuamos controle de diárias e de combustível. Hoje, os funcionários tem acesso aos setores da administração, fato que não acontecia em gestões anteriores.

ABIMAEL COSTA: Infraestrutura?



RUIVO: Abimael, na infraestrutura, tivemos também vários avanços significativos. Realizamos a reforma das escolas Sarney Costa, José de Melo, Raimunda do Socorro e Leda Tajra. 

A limpeza urbana teve uma melhora acentuada, reorganizamos os setores da coleta de lixo e passamos atender os moradores com mais eficiência. A iluminação pública também teve um grande avanço, chegando a lugares antes esquecidos, um exemplo é a Vila Isabel e a entrada da cidade. 

Fizemos uma operação de retirada do gado das ruas da cidade, a entrada do portal até o final do calçadão tinha um aspecto horrível, com muitas fezes e até interrupção do transito por conta desses animais.



Realizamos também a limpeza de campos de futebol na zona rural e na sede, de escolas e cemitérios, melhoramos caminhos de acesso. 

Realizamos as reformas do Centro de Saúde Clovis Chaves, da UBS Santana Quaresma, Posto de Saúde do Galvão e estamos construindo a UBS do Alto São Raimundo. 

Na sede, fizemos um serviço de recuperação da camada asfáltica (operação tapa-buraco), melhoramento do sistema de drenagem, sarjetas e passagens molhadas. Na zona rural, fizemos a pavimentação dos trechos (Bezerra – Buriti), (Tambá – Cajueiro) e (Cajueiro – São Bento). 


Em parceira com a prefeitura de Matões do Norte e CAEMA, fizemos a recuperação da ETA (Estação de Tratamento de Águas). Abastecimento de água nos povoados, Malhadinha, Centro do Albino, Morro do Ingazal e Pindoval. 



Este ano, faremos a recuperação da estrada que liga Trizidela e Santa Rita do Zé Leonor em parceria com a CODEVASF e de Pindoval-Viúva-Padre em parceria com o INCRA. 

Teremos também a construção de 36 metros de ponte em concreto na estrada do São Patrício em parceira com o INCRA e na sede teremos aplicação de 8 km de asfalto em ruas de calçamento de pedra em parceria com o Governo do Estado, sendo 4 km de emenda do deputado Júnior Marreca. Na parte urbanística, teremos também a adequação da Praça Santa Filomena e a reconstrução da Praça Antonio Henriques Leal (Praça da Fonte), que se tornará no nosso maior cartão postal urbano. 

Outra obra importante, será a construção do CAPS (Centro de Assistência Psicossocial), por meio de emenda do deputado federal, Cléber Verde. Na área do saneamento, teremos a construção do S.S.A.A nos povoados, Capoeira de Baixo, Viúva e bairro do Morro Grande, em parceria com o Governo do Estado e construção do S.S.A.A do bairro da Vila Nova (Trado), em parceria com a CODEVASF. 

Faremos também a recuperação do sistema simplificado de abastecimento de água do município, com recursos próprios. Teremos também uma intervenção na rede adutora de acesso ao Reservatório II, no Alto da Torre ligando as ruas Ruth Gomes e Projetada, em parceria com a CAEMA, o que melhorará o abastecimento de água nestas ruas. Assim, este ano, teremos obras relevantes que melhorará a vida do cantanhedense. Esta semana, entregamos a reconstrução da ponte sobre Igarapé do Tanásio, no povoado Garrafinha. E estamos realizando, o melhoramento de ruas, nos bairros da Prainha, Vila Isabel e Vila Nova (Trado).

ABIMAEL COSTA: Educação?

RUIVO: Na educação, aderimos a vários programas e projetos do MEC, tais como: Pacto Nacional para Alfabetização na Idade Certa (PNAIC), Programa Novo Mais Educação, Programa Brasil Alfabetizado, - onde temos problema pela falta de prestação de contas da gestão anterior - e o Programa Pro Jovem Campo Edição Especial, no PDDE (Programa Dinheiro Direto na Escola), conseguimos contemplar 27 unidades executoras. 

Na proposta pedagógica, realizamos o Projeto Sacola Viajante e o Projeto de Leitura na Educação Infantil. Tivemos a lotação de supervisores e coordenadores nas escolas da sede e da zona rural. Formamos uma equipe multidisciplinar constituída por fonoaudiólogo, assistente social e psicólogo. 

Tivemos formação continuada dos professores e cumprimos a Lei do Piso Nacional e em entendimento com os professores, tivemos o cumprimento da carga horária, de acordo com a Lei 11.738/08. 

Fizemos a nucleação dos anos finais do ensino fundamental. Tivemos a criação de dois anexos do ensino médio nos povoados Pindoval e Bacuri dos Pires.

Realizamos a semana pedagógica com a palestrante Silvana Maria Bastos e realizamos a capacitação cultural para diretores, supervisores, coordenadores e professores com o produtor cultural, Raimundo Muniz. 

Fizemos a distribuição livros para professores. Foram desenvolvidos projetos sobre meio ambiente, dia do estudante e consciência negra. A nossa frota escolar transportou diariamente, em média mil alunos na sede e na zona rural.

Na alimentação escolar, contamos com nutricionista, melhoramos o cardápio escolar e aumentamos a aquisição de gêneros da agricultura familiar, mas é bom que se diga que recebemos em media 36 centavos por aluno/dia para o fornecimento da merenda escolar. 

Mantivemos o funcionamento da escola de tempo integral, Firmina Barros, ampliando as atividades do contra turno e atendemos em 2017, 175 alunos. Retornamos o funcionamento da EFA (Escola Família Agrícola), com estágios nos municípios de Lago Verde, Lago do Junco e São Luís Gonzaga e reestruturamos suas práticas com áreas de plantio, aviário e açude. 

Estabelecemos parcerias com outras instituições como: Associação Pestalozzi de Cantanhede, Fundação Florência Cantanhede e o Centro de Ensino Getúlio Vargas. 

Apesar dos avanços, nós temos um grande problema na educação. Assim, como a maioria dos mais de 5 mil municípios brasileiros, dependemos das receitas constitucionais da União, neste caso o FUNDEB. E o que recebemos do governo federal não cobre nossas despesas com a educação e tivemos que sacrificar o FPM, que também serve de socorro para a saúde e tantas outras áreas. 

Para deixar isso bem exemplificado, em novembro de 2017, o município de Cantanhede recebeu do governo federal de FUNDEB o valor de R$ 1.227.375,03 e pagou o valor de R$ 1.428.529,98 e usamos somente R$ 14.148,07 desse montante para o pagamento de contas de água das escolas, o restante todo foi utilizado no pagamento de pessoal. 

A solução para cobrir a diferença entre o que recebemos e o que gastamos é recorrer ao FPM e aí complementamos com R$ 201.154.95, um valor que poderia ser utilizado em outros investimentos, tais como saneamento básico, urbanização, calçamento de ruas, melhoramento do abastecimento de água etc. A nossa administração, está sendo pautada no diálogo e na publicidade de nossos atos, diariamente no portal da transparência do município e por meio de audiências. Para tanto, estaremos provendo no dia 17 de janeiro, a partir das 08h da manhã, no STTR de Cantanhede, uma audiência pública específica sobre a situação do FUNDEB, pois é muito fácil dizer que o município recebe tanto, sem falar com o que gasta.




ABIMAEL COSTA: Saúde?

RUIVO: Temos certeza que a melhoria na saúde é visível e trabalhamos para que os avanços sejam ampliados a cada dia. Restabelecemos o quadro de médicos e de medicamentos.

No início, fizemos uma entrega de vários equipamentos hospitalares, por meio de emenda do deputado federal, Hildo Rocha, entre eles móveis, computadores, ar condicionados, microscópio, viatura e autoclave. 

Melhoramos o atendimento do TFD (Tratamento Fora do Domicílio), onde até novembro atendemos 1.336 pessoas. E esse é mais um programa do governo federal, em que a prefeitura faz um complemento todo mês. 

Restabelecemos os serviços de Raio X (com 1.842 atendimentos), Ultrassonografia (2.121 atendimentos), laboratório (1.440 com atendimentos), partos (151) e odontologia (528). 

Imediatamente procuramos restabelecer o programa de ESF (Estratégia Saúde da Família) e hoje, temos 9 equipes com médico, enfermeiro e técnico de enfermagem em funcionamento, sendo três equipes no Centro de Saúde Clovis Chaves e uma equipe em cada uma das outras UBS (Célia de Jesus, Ana Brandão, Santana Quaresma, Martinha Montelo, Edilson Barbosa) e posto de saúde do Galvão.

Restabelecemos também o programa de Saúde Bucal, com 4 equipes (Centro de Saúde Clóvis Chaves, UBS Ana Brandão, UBS Maria Quaresma e no Posto de Saúde do Galvão). 

Ampliamos o atendimento da Farmácia Hospitalar e da Farmácia Básica, onde foram atendidas 8.592 pessoas, sendo 171 atendimentos feitos a pacientes insulino dependentes. 

Neste ano, fizemos várias ações no âmbito da vigilância em saúde, entre eles o LIRA (Levantamento de Índice Rápido), que ocorreu em três ciclos, onde 726 imóveis foram visitados, onde reduzimos o índice de infestação do aedes aegypti para 0,8%. Realizamos uma grande campanha de limpeza de terrenos, controle de vetores, por meio de veículo fumacê e palestras nas escolas em parceira com NMES (Núcleo Municipal de Saúde na Escola). E ainda, temos em prática um grande serviço realizado pelo Departamento de Vigilância em Saúde em relação às doenças notificadas, entre elas hanseníase, tuberculose, leishmaniose e AIDS, entre outras. 

A saúde de Cantanhede, também dispõe de um serviço relevante de imunização, onde realizamos várias campanhas de vacinação com suas metas atingidas pelas determinações do Ministério da Saúde.

Investimos na valorização dos profissionais, tomamos a iniciativa de conceder uma gratificação para os profissionais da Saúde, da Atenção Básica. Destinamos 40% dos recursos do Programa de Melhoria e Acesso e Qualidade da Atenção Básica - PMAQ, para bonificar a categoria. 

Prefeito Ruivo, estamos finalizando esta conversa produtiva e esclarecedora  sobre sua gestão a frente da prefeitura de Cantanhede, quais as suas considerações finais?   

RUIVO: A nossa mensagem é de fé e esperança, fiquem certos de que continuaremos a nossa luta em busca de dias melhores para o nosso povo, teremos um ano de realizações e de avanços, a nossa administração vai trabalhar até o último minuto de nosso governo em favor de nossa população, vamos continuar honrando e fazendo valer cada voto que recebemos. A nossa prioridade será sempre os mais carentes e necessitados. Este é um governo popular e transparente que certamente fará a diferença.


















Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Credibilidade é o nosso maior patrimônio

Nosso objetivo é fazer jornalismo com seriedade, produzindo conteúdo regional, sobre política, economia, sociedade e atualidade, na forma de opinião, editorial e criticas.

Não usamos de artifícios como sensacionalismo, imagens apelativas, chocantes ou degradantes, tampouco textos, frases, ou palavras chulas para obter acessos.

Não somos o primeiro a divulgar a informação, mas somos quem apresenta o conteúdo checado, aprofundado e diferenciado.

Aqui oferecemos aquele algo mais que ainda não foi dito, ou ainda não foi mostrado.

Noticias qualquer um pode divulgar, mas com apuração e seriedade só aqui.

Comentários anônimos, ou que contenham, palavrões, pornografia, ataques pessoais, calúnias ou difamações não serão publicados.

Jornalista Abimael Costa

LG Contabilidade Pública

LG Contabilidade Pública

Clinica Santo André

Clinica Santo André