quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018

Antônio Pereira cobra medidas para preservar a nascente do Rio Gurupi



O deputado Antônio Pereira (DEM) protocolou indicação na Assembleia, solicitando que o Ministério do Meio Ambiente (MMA) adote providências para preservar a nascente do Rio Gurupi, cujo curso de água banha o Maranhão, na divisa com o Pará.

No pleito encaminhado por meio de ofício ao Ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho, Antônio Pereira esclarece que a preservação da nascente do Rio Gurupi é de grande relevância para a população do Maranhão, que cobra medidas urgentes do MMA. 

O democrata alertou que os cuidados com a degradação ambiental devem começar com a preservação da nascente do Rio Gurupi, que abastece as cidades ribeirinhas do Estado do Maranhão e do Estado do Pará e garantem a sobrevivência da população.

BELAS CACHOEIRAS 

O Rio Gurupi possui aproximadamente 720 km de extensão. Tem nascente no Maranhão e foz no Oceano Atlântico. É o divisor natural entre o Pará e o Maranhão. Seus principais afluentes localizam-se na margem esquerda em território paraense.

A bacia hidrográfica do Rio Gurupi situa-se da seguinte maneira: 70% em território maranhense e 30% em território paraense. Devido à sua constituição geográfica, corre sobre rochas cristalinas e apresenta-se em belas cachoeiras em longo trecho.





Assecom/Deputado Antônio Pereira 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Credibilidade é o nosso maior patrimônio

Nosso objetivo é fazer jornalismo com seriedade, produzindo conteúdo regional, sobre política, economia, sociedade e atualidade, na forma de opinião, editorial e criticas.

Não usamos de artifícios como sensacionalismo, imagens apelativas, chocantes ou degradantes, tampouco textos, frases, ou palavras chulas para obter acessos.

Não somos o primeiro a divulgar a informação, mas somos quem apresenta o conteúdo checado, aprofundado e diferenciado.

Aqui oferecemos aquele algo mais que ainda não foi dito, ou ainda não foi mostrado.

Noticias qualquer um pode divulgar, mas com apuração e seriedade só aqui.

Comentários anônimos, ou que contenham, palavrões, pornografia, ataques pessoais, calúnias ou difamações não serão publicados.

Jornalista Abimael Costa