Pular para o conteúdo principal

Projeto Barbados busca resgatar a história dos jesuítas entre Cantanhede e Pirapemas


Com o objetivo de contar a história da atuação jesuítas na região entre Cantanhede e Pirapemas e o trabalho de catequese desses padres, em sua maioria portugueses entre os índios da ribeira do Itapecuru, na segunda metade dos anos de 1600 e primeira metade dos anos de 1700, técnicos do Projeto Barbados estiveram na manhã da última quarta-feira (31), no povoado do Marajá, município de Pirapemas, para catalogar em GPS a trilha dos jesuítas na região dos Barbados.


A ideia do projeto é revitalizar o caminho dos jesuítas na região e edificar uma casa para contar a história desses missionários encravados entre Cantanhede e Pirapemas, e com isso incrementar o turismo na região. 

Para tanto, o projeto Ônibus-Trem prevê a construção de uma estação na altura do km 180 da estrada de ferro São Luís-Teresina (Estação Companhia) e o Museu dos Jesuítas, um espaço temático para contar a passagem dos jesuítas, entre eles os padres Antonio Vieira e Gabriel Malagrida. 

Na foto, o momento de travessia no igarapé Companhia, uma referência aos missionários católicos. 




Comentários



OUÇA a RÁDIO VOZ DE ARARI

Denuncie, seja os olhos e os ouvidos da polícia!

Clinica Santo André

Clinica Santo André

LG Contabilidade Pública

LG Contabilidade Pública